EMAGREÇA JÁ!

Busca

Facebook

Instagram

Nosso livro

Artigos relacionados

Conteúdo Protegido

Cérebro Masculino postado por

Quero me separar, mas não sei se é a coisa certa

Quero me separar e não sei se estou agindo certo, apesar de já ter passado por muitos apuros: meu marido já me traiu, me bateu, é mentiroso, e acho que com tudo isso acabou o amor.

Não consigo beijar, fazer carinho e transar com ele. O que devo fazer? Por favor, me ajude

P.

Perfil do orkut (recém criado): http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história  em www.cerebromasculino.com/contato que teremos o maior prazer em ajudá-la. Dúvidas enviadas via comentários (exceto da autora do e-mail) serão ignoradas.


Olá P.,

Obrigado pelo envio da sua dúvida.

Para um casamento dar certo, deve-se ter certos princípios básicos como amor, confiança, respeito, carinho, fidelidade, atenção, etc. Algumas pessoas precisam de mais coisas e outras de menos. Quando esses princípios acabam, fica difícil manter a relação.

Você precisa ver o que é mais importante para si, e se quer continuar. Se as mágoas se tornaram tão grandes que não consegue beijar, fazer carinho ou ter relações com ele, chegou em uma fase crítica.

Acha que ele mudou ou vai mudar? Tem vontade de que o casamento volte a ser o que era? Acha isso possível? Os seus sentimentos são temporários ou definitivos (ver Sentimento temporário x sentimento definitivo)? Já tentou conversar com ele?

Pense em tudo isso e tome a decisão que te deixará mais feliz. Só não vale ficar se sentindo mal na própria casa.

Um beijo,

Doutor Neurônio

Perfil do orkut (recém criado): http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história  em www.cerebromasculino.com/contato que teremos o maior prazer em ajudá-la. Dúvidas enviadas via comentários (exceto da autora do e-mail) serão ignoradas.

Alexandre Chollet

Alexandre Chollet

Alexandre é coach, escritor, blogueiro e DJ.

Fundador do CM, do Homem de Verdade e cofundador do QPT, além de ser autor de mais dois blogs. Escreve sobre relacionamentos e comportamento humano e dá treinamentos para pessoas que desejam melhorar sua vida, seja no aspecto pessoal, profissional ou de relacionamentos.
Alexandre Chollet

Latest posts by Alexandre Chollet (see all)

  • Joe

    Vou ser bem sincero aqui. Vou aguentar as criticas por detrás do “anonimato” da net.
    Eu me casei cedo. Cedo principalmente por que em apenas um mês de um relacionamento que nem era um namoro(estávamos “saindo”) engravidei a minha mulher. Eu garotão, pais separados, bati no peito e esbravejei que “filho meu não cresce sem pai”. Na verdade a minha situação era cômoda. Morava só, na casa da minha mãe.
    Bom, eu entrei nessa de assumir, mas não era apaixonado por ela. Não tinha aquele calor do começo. No fundo eu não queria por nada casar com ela, me sentia pressionado em honrar paternidade. Acho que medo do que os outros diriam. Vê se pode!
    Até o sexo era fraco entre nós. Não tinhamos aquele lance de “pele”, de um encostar no outro e ja se arrepiar e se querer. Eu tinha recém terminado um namoro e tava só saindo com minha atual esposa pra tentar esquecer da ex namorada. Tanto que desde o começo o sexo pra nós não tinha uma rotina. Sempre foi pausado coisa de tres meses, cinco, seis meses. Acontecia por que não me aguentava mais. Mas não era por que um realmente queria o outro. Fora que nem começamos uma vida conjugal ja entrou uma rotina de pai e mãe.
    De resto a gente se da super bem. Somos bons amigos. Carinhosos. Momentos felizes. Mas me parece amor de irmãos. Parece que existe um silêncio cruel, a gente não enfrenta a realidade, e nunca se discute a relação. Como ja me disseram, a gente brinca de casinha. Hoje estamos sem ter qualquer intimidade a mais de oito meses.
    Bom, resultado disso? Eu não aguentei e pra me satisfazer como homem precisei ter com outras. Já ha um bom tempo(ok agora podem me jogar as pedras). Não eu não acredito que eu seja um “pula cerca”. Era fiel às minhas ex. Aí dizem até que é normal o homem cometer essas traições. Mas eu sinto que não estou só atras de sexo. Rola um vazio enorme, comecei me apaixonar.
    O tempo passou rapido demais e de repente estamos a 17 anos juntos, nosso filho com 16 anos.
    Bom, eu achava que conseguiria viver uma vida inteira com ela assim. Mas não consigo mais. Não tenho mais forças. Começou errado, não consigo consertar.
    Só que me dói muito a separação agora. Afinal são 17 anos.
    É normal essa dor na separação por mais que se esteja determinado?
    obrigado

  • vanessa.gomes

    Amo meu marido mas ele não me ama. Estamos juntos há 5 anos e temos um filho de 1 ano e meio. Eu quero me separar pois não aguento mais ser ignorada, estou cansada de me sentir sozinha, de chorar trancada no banheiro… eu não aguento mais me sentir tão infeliz assim. Mas eu me preocupo com meu filho, não sei como cuidar dele sozinha, e nem tenho para onde ir. Isso fica martelando minha cabeça o tempo todo. Sei que meu marido me trai, mas eu já tentei de tudo, mas ele não muda, então vou ter de desistir e enfrentar tudo sozinha mesmo.

  • http://z8a7 Lana

    Odeio seu olhar, seu sorriso, seu cheiro e seu jeito de andar. Tudo nele me causa repulsa…

    Sei q muitos se perguntam: \”Mas então pq essa mulher não se divorcia?\”

    Pois é, nem disso eu sou capaz. Pois ele me adoeceu de tal forma q não tenho forças nem para deixá-lo.

    Somos casados há 3 anos, e há 3 anos eu me olho no espelho e não me vejo…nada além de uma figura apagada e sem vida. Neste momento estou com tanto ódio dele,

    Ele é grosso e completamente alheio a minha dor…incapaz de me encorajar num momento de angústia e desesperança.

    Qdo nos casamos há 3 anos atrás, eu era uma mulher alegre, inteligente, criativa e cheia de sonhos…hj me encontro simplesmente sem vida !
    Me sinto frustrada. E esse é um dos piores sentimentos…ao menos pra mim. Pois ninguém nos obrigou a nos casar…nós é quem optamos por isso, e de repente qdo vemos aquilo q escolhemos, se virando contra nós mesmos…é muito ruim.

    É difícil de explicar meus sentimentos…pois são contraditórios muitas vezes. Já q eu o deio pelo fato de nunca ter me sentindo amada por ele. Ah quer saber? Só queria ficar viúva, pois assim não precisaria justificar nada pra ninguém e nem tão pouco dar mais uma chance a ele. Enquanto q um divórcio implica em tantas coisas…é filho, é família e até amigos tentando uma reconciliação.

    Quando nos casamos tínhamos planos…planos q foram por água abaixo, devido a tanta imaturidade ou melhor dizendo, crueldade. Ele nunca foi capaz de me amparar num momento de tristeza…ao contrário, me empurrava pro buraco ainda mais.

    Eu nunca sofri tanto em minha vida, como sofri com a noticia que minha mãe estava com câncer . E ele se quer me deu um abraço e não foi capaz de falar que as coisas iriam dar certo, hoje graças ao meu bom Deus minha mãe esta curada mais em tratamento amo minha mãe ela é tudo em minha vida…. E o idiota proibi de minha família vim aqui em casa em um momento tão delicado de nossas vidas ! Nossa esse homem é muito cruel, é por isso q eu o odeio!

    Mas conclusão, hj me encontro desanimada, magra, feia e sem saber como começar…sei q preciso começar, mas como encontrar forças, não sei. Por isso acho mais fácil ficar viúva…dá menos trabalho.

    De repente, percebo q ele é bipolar. E daí? Justifica fazer da minha vida um inferno? Talvez sim, pois não tem noção do quanto me fez mal e faz até hj…

    Ontem acordei às 3 da manhã…não conseguia parar de pensar neste meu casamento de 3 anos…3 anos dormindo com um homem e acordando com um \”outro\” diferente, embora fisicamente fossem iguais, por dentro totalmente diferentes!

    Percebi que não apenas eu sofro, mas ele também. Mas e daí? Ele já me fez o odiar!

    Estou desesperada. Completamente sem força pra lutar ou acreditar que algo vai mudar em meu casamento, e encontrar esse site foi interessante porque ainda não sei como começar a relatar meu drama a alguém, e aqui será um ótimo exercício.

    Meu marido tem 29 anos…às vezes se comporta como uma criança de 5 anos, tamanha euforia… e outras como um velho de 105, impaciente, agressivo, sem vitalidade ou ânimo de viver. Não sei de quem é esta frase: \”Nenhum sucesso justifica o fracasso no lar\”, porém sei que é uma verdade, pois a forma com que meu marido me tratou durante esses anos, me adoeceu completamente…já que me confundia. Horas me amava…outras me tratava como se eu fosse um lixo. Fazendo grosserias, demonstrando infelicidade conjugal, fazendo planos e nada concretizando, comprando carros e depois se desfazendo deles, estourando cartão de crédito como se a fatura errasse o endereço e não chegasse até nossa casa, fazendo promessas e as esquecendo, com a mesma rapidez com que as fez.

    Nossa…tanta coisa, tantos sentimentos contraditórios… acho que também adoeci. Pois o mesmo homem com um raciocínio super veloz e discursos dignos de um gênio…de repente, se mostra perdido no espaço e no tempo, sem conseguir se concentrar e até mesmo sem conseguir me perceber como uma mulher.

    Este homem \”engole um camelo e se engasga com um mosquito\” e sem nenhum aviso prévio, me tortura com seus olhares cheios de ódio e desprezo…e da mesma forma, esquece o ocorrido negativo, como se nunca tivesse acontecido nada. Dependendo do seu humor, é capaz de me perdoar por uma traição… mas também me matar por um fio de cabelo na pia do banheiro.

    Este mesmo homem é capaz de me classificar como um \”zero à esquerda\” logo após ouvir do sua filhinha de 2 anos, que ela ama sua família!

    Tem horas que eu me pergunto o porque, de eu suportar tanta crueldade, tanta falta de sanidade e tanto desamor por parte deste homem se só tenho 23 anos . Então eu me respondo: Talvez por que este mesmo homem, é responsável ao ponto de acordar todos os dias para ir ao trabalho e sustentar sua família; ou então por ser um homem respeitado e amado por todos, capaz de conquistar velhos e crianças; ao ponto de eu me sentir ainda solteira.

    Bom…eu não sei bem ao certo. Só sei que este homem é incapaz de me amar, pelo menos da forma que eu preciso ser amada. Mas quanto ao nosso filho? Sei que ele o ama…mas que forma estranha de amar é esta?

    Oq faço com essa confusão que se formou em meu ser ao longo desses 3 anos?

    Seu cheiro, seu andar, sua voz e seus discursos, tudo me irrita. Pois eu me lembro de toda sua agressividade sem motivo. Eu o odeio. E simplesmente não acredito mais em suas promessas, em sua falsa alegria e sua capacidade de mudança.

    Oque faço? Por onde começar?

    Me encontro sem ânimo, sem perspectiva e também doente. Pois me sinto presa a este casamento que não me dá prazer algum, e tbm não consigo sair. Será q enlouqueci???
    Beijossss

  • http://GMAIL PATRICIA lopes

    Somos viúvos de maridos e esposas vivas, q tristeza, eles enterram nossas vidas por não ter-mos coregem de uma separação,as vezes penso que tipo de pessoa eu sou, q não corro atrás de minha felicidade,deixo um simples mortal comandar minha vida e meus sentimentos sem ter alegria, nós que escolhemos isso, vivemos de migalhas e reclamamos sendo que a decisão está em nossas mãos……Paty

  • L

    Li, vários comentários aqui, pq estou passando por uma situação horrível no meu casamento, bom é o seguinte: tenho 28 anos, meu marido tem 30 anos e somos casados há 08 anos. Temos uma filhinha linda de 06 anos, porem cerca de dois anos pra Ca, nosso casamento esfriou muito. Eu sinto que ele me ama muito, mais ele é muito ciumento, tem me tratado muito mal, brigamos sempre e ele sempre fala que eu traio ele, que ele não vai ficar fazendo papel de idiota etc. e etc., todo compromisso de trabalho que tenho e que eu vou quando chego em casa sempre tem brigas e tal, pq ele sempre fala que eu inventei isso, mais na verdade estava com outro e tal, enfim ciúme dele ta doentio. Eu o amo mais não suporto mais ser humilhada, maltratada, dereispeitada, sempre quando tento conversar com ele, sobre o que to sentindo sobre nosso relacionamento, sempre termina em briga, falo que as palavras dele machucam mais do que si ele tivesse me dado um tapa, todo homem que si aproxima de mim, ele pensa que está dando de cima de mim, ou que eu estou dando de cima dele e tal, porem nunca o traí sempre o respeitei. Mais não estou suportando mais essa situação, por causa das palavras deles às vezes nas discussões, elas ficam gravadas na memória e com isso, não consigo ter relações sexuais com ele, e por causa disso, gera mais uma briga, quando ele fala que si não fico com ele, e pq estou ficando com outro e isso machuca demais, nao sei mais o que fazer, estou querendo seriamente separar, penso na minha filha como vai reagir, pois gosta muito do pai, e penso tb na reação dele, as vezes tenho ate medo dele ser agressivo, ou me perceguir, tenho muitas duvidas, nao sei por onde começar…. Não sei si meu casamento já acabou faz tempo, ou si ainda há alguma esperança… Obrigado pelo espaço de desabafo!

    L

  • Henri

    Wesley, sai dessa! Tua filha tu vais poder ver todo final de semana provavelmente e a qualidade do teu relacionamento será melhor. Além disso, melhor ficar sozinho que com uma mulher reclamona e chata.

  • Wesley

    Vi e li todos os relatos, e fiquei bem triste por todos e todas mas se serve de consolo a voces minha situação talvez seja bem pior. Sou casado ha 16 anos, no começo muito fogo, o que é normal, mas hoje só restaram brigas, ingratidão, e indiferença. Procuro melhorar no que se refere as queixas dela, por exemplo: ela dizia que eu não a ajudava, passei a ajudá-la, ela disse que eu fumava e por isso cheirava mal e por isso ela não me beijava mais, parei de fumar… Apesar de mudar as queixas apenas mudaram de motivos, ela continua a evitar me beijar e briga por qualquer coisa. Esse feriadão de carnaval, paguei um pacote muito legal pra nós 3: eu, ela e nossa filha de 11 anos. Mas no 3º dia brigamos feio e por bobagem, ela queria ir em uma atividade que eu não queria e eu apenas expressei minha opinião e ja foi o suficiente para ela sair da piscina e me deixar ali sozinho, aliás ela tem feito muito isso. Sexo ? eu já perdi a conta de quanto tempo a gente não faz ! E quando a gente faz é de má qualidade. Vejo os outros casais, as mulheres fazem questão de estar junto com os maridos, sinto que são importantes para elas, e eu… Eu me sinto plenamente dispensável, não sou valorizado. E olha que procuro ajudar minha esposa em tudo que ela precisa, quando está triste procuro ouvi-la, financeiramente ajudo no que posso, até trabalhos de faculdade já fiz pra ela mesmo tendo os meus por fazer. Só vejo ingratidão. Devo me separar, mas é complicado, tenho medo pela minha filha, amo muito ela.. tenho medo de sentir saudades, mas infelizmente a situação esta chegando num ponto crítica e apesar de ela querer ir empurrando com a barriga, eu não acho que isso seja conveniente. Eu meu cuido, corro, malho e dizem minhas amigas que sou até bem bonito. É triste…3

  • Leandro

    Eu acredito q se chegou ao ponto de casar têm q ficar firme com certeza Deus ajudará a prosseguir na união entre conjuges.

  • Laura

    Estou vivendo uma situação que não desejo a ninguém! Estou casada a 23 anos, meu marido é uma pessoa maravilhosa, honesto, sincero,responsável e tem uma vida financeira confortável e equilibrada; tenho dois filhos adolescentes; o problema é que ele se tornou um alcóolatra não tem controle da bebida, sempre passo por dificuldades quando ele bebe já evito sair com ele nessas horas, até viagens tem evitado; e pra piorar meu filhos também estão bebendo e isso vem trazendo sérios conflitos no lar, pois me vejo em certas horas em um fogo cruzado, tenho vontade de separar antes que aconteça uma tragédia, sei que o amo muito e ele também me ama muito, mas sinto falta de paz no lar e consequentemente meus filhos também desejam a separação pois quando o pai bebe ninguém consegue dormir em casa e isso acaba prejudicando os compromissos do dia seguinte. Não vou negar que me sinto atraída por outros homens pois sinto falta de romantismo, meu marido me satisfaz sexualmente, mas não saímos pra passear, jantar nada e quando tentamos eu acabo me arrependendo pois termina em bebedeira. Não sei o que fazer pois o alcoolismo é um problema muito difícil, mas sei também que ele é uma vítima! A maioria das pessoas que presencia me aconselha a separar. Não quero ficar sozinha ,mas sei que não vou encontrar alguém com o caráter dele. Sou uma mulher muito assediada, mas totalmente dependente financeiramente dele e isso me deixa insegura de tomar uma decisão. Preciso de uma orientação. Obrigada.

  • Carla

    oi, sou casada a 3 anos e tenho 19 anos. Desde de os meus 16 Anos que conheço ele
    só que desde o dia em que começamos a morar junto que nao paramos de brigar ele tem 43 anos e não me deixa fazer nada tudo tem que ser com ele do lado , tem medo de eu trair ele. agente briga 3 vezes por semana a briga é tao feia que chega a chamar atenção na rua, ja tenho mais cara para andar na rua de tanta vergonha eu nunca iria trai-lo. tenho muito respeito com ele nessa parte. so que dentro de casa ja perdemos o respeito um pelo outro.temos uma loja que montamos juntos e começamos trabalhando junto e era briga a toda hora que chegava a espantar os clientes da loja. Ai decidimos que não trabalharíamos mais juntos as brigas na loja parou mas dentro de casa continuou a mesma coisa ou pior. so que tem um porem agente se ama e as nossas brigas sao por motivos bestas, por bobeira ai ficamos uma semana sem uma semana sem um olhar para cara do outro dormindo em quartos diferentes ai que fica mais triste ainda. por eu nao dou o braco a torcer e ele tambem nao. tudo o que eu peso ele me da me leva para onde eu kiser ir neste brasil viajamos sempre, todo final de semana se agente tiver bem viajamos curtimos tudo do bom e do melhor. mas quando chegamos em casa comeca tudo outra vez brigamos feio por motivos banais eu quebro tudo que tiver na minha frente e ja perdeu a cabeca comigo umas 3 vezes. e eu o perdoei. ele da de tudo para minha familia sempre atencioso gosta de mundo la e todo mundo la gosta dele minha familia é humilde e ele gosta de ajudar. e isso me comove muito por que penso: ( que homem faria isso por minha familia eu nunca arranjarei outro igual) ele me da tudo o que preciso nao me deixa faltar nada e mesmo assim tambem tenho meu proprio dinheiro. na cama ele é uma maquina se eu deixar faz sexo todos o dias. tem vez que eu nao quero pq ja estou arrazada do dia anterior ele fika com raiva no outro dia fikca so o veneno. ai aguente! so que eu sou daquele tipo q nao leva desaforo pra casa tudo que ele me ofende eu rebato nao fico para baixo. so que eu so tenho 19 anos e tenho meus momentos furia e ele ja é vivido tem 43 e foi casado a 17 anos. a mulher que quis separar dele. a uma semana atraz nos separamos pois brigamos praticamente na frente da minha mãe ai ele pediu a separação na frente da minha mae e eu aceitei na hora so que nao conseguimos ficar 3 dias separados ele me ligava eu correspondia voltamos e e ja brigamos novamente eu nao sei mais o que faco pois ja tentei fazer de tudo o que vcs pensam. obrigado pelo desabafo!

  • thais

    Olá!!!
    Matenho um relacionamento sério há 3 anos e 3 meses mais precisamnete, e a 2 semanas comecei a trair meu namorado e agora suspeito que ele desconfie, pois agiu uns dias muito estranho e agora veio com uma estória de que eu não o amo mais, só que o amo muito só não entendo como consegui traí-lo, e para piorar o cara que eu estou ficando é casado e bem mais velho que eu, pois ele tem 38 anos e 2 filhos e ainda trabalha comigo. Já não sei o que faço e se meu namorado tiver realmente descoberto? Eu poderei perdê-lo e como eu ficaria sem ele se eu o amo?

  • Fatima

    Ola
    Entao, estou passando por estes problemas tambem, o que ocorre e que eu o amo muito, estou casada a dois anos e meio, ele quer se separar por causa da minha familia, diz q odeia os meus pais e nao vai dar certo…nao sei o que fazer, nao tenho magoa dele e ele esta decidito quer de separar, e muito complicado isso. A gente ja viveu muito feliz junto e qualquer discussao ele ja fala q quer se separar…mas mesmo assim acho que nao vamos conseguir viver separados..por favor me ajudem!

  • Debora…

    Olá ….
    Estive olhando o site, e fiquei surpreendida com os comentário, não imaginava que existia tantas pessoas passando pelo o mesmo problema que eu.
    Tenho 19 anos e estou casada a 9 meses.Mas fui morar com ele com 17 anos na casa da mãe dele. Fui extremamente humilhada,sofri bastante, brigávamos muito, pois a mãe dele se intrometia muito nas nossas vidas.Cheguei varias vezes em me separar dele,mesmo antes de nos casarmos. mas o amava muito.Casamos! Fomos morar em outra cidade, alugamos uma casa,vivemos agora só ele e eu!Mas não mudou nada,brigamos bastante.Ele tem 30 anos e já viveu bastante, e não só toca que tenho as minha necessidades, quero curtir, sair, viaja. Ele é muito inseguro,acha que por eu ser mais jovem vou cair em *tentações*. Ele é muito ciumento ,me limita …nunca saio com os meus amigos, e quando saio com ele não consigo me divertir.No sexo ele mudou muito, não existe mais aquele FOGO de quando nos conhecemos. Ele ejacula muito rápido e acaba não me satisfazendo ele fica triste e eu mais ainda que pelo menos ele gozou, e eu? Ele foi o único homem que tive relações até hoje e sinto curiosidade de ter nova experiências.Não consigo sentir mais prazer com ele na cama!Acho que ainda gosto dele, deve ser por isso que não me separei dele ainda.Já tentei terminar ou até mesmo dar um tempo.Mas ele não me deixa…Já conversamos varias vezes sobre isso,ele diz que vai melhorar que vai me dar mais liberdade e que vai me satisfazer na cama! isso acontece uma semana no máximo duas ai volta tudo de novo…
    Ele esta desempregado e tudo fica mais limitado. Ele parece acomodado e isso me irrita. Ainda estudo e não consigo conciliar cuidar de um lar estudar e fazer cursos ao mesmo tempo e ainda ter que trabalhar. Ele ganha apenas um beneficio por ser deficiente físico e é com isso que estamos vivendo. Dá pra pagar tudo, mas não temos lazer. Estou cansada de tudo isso.Me sinto triste desanimada, e carente…Não sinto mais vontade de fazer amor com ele até o beijo esta diferente….já fiz de tudo, conversei, estimulei, já até fingi que gozei. Não quero me enganar. O que faço por favor me ajudem estou muito triste…
    Obrigada por possibilitar este desabafo!!!!

  • Sara Mel

    Acho que chegou a hora de vocês conversarem. Alguma coisa pode estar acontecendo para que ela comece a ter comportamentos que antes não tinha como beber e ficar ao telefone para evitar contato com você. Ela pode estar encantada com o mundo universitário, sei como é isso porque quando fazia facu também era casada e todos meus amigos saiam para a balada e eu tinha que voltar para casa. Voltava porque tinha um filho pequeno e não achava correto que ele ficasse mais tempo sem mim, mas tinha que dizer não todos os dias aos convites dos amigos. Você precisa saber o que realmente está acontecendo com ela, com os sentimentos dela, e isso só conseguirá tendo uma conversa franca, não sei se o que irá ouvir será bom ou ruim para seu casamento, mas pelo menos você saberá com o que está lidando. beijuss da sara :D

  • felipe

    Caros internautas, vivo uma situaçao em minha vida que nao consigo mais suportar! minha mulher simplesmente nao me deseja mais. senti o fogo do amor se extinguir… sempre fui muito ativo em relacao a sexo e casei com uma mulher linda demais. no namoro ele era fogosa e muito ativa mas agora nao consigo mais sentir aquela paixao de antes. ela nao esta trabalhando e eu mantenho a casa com muito sacrificio mas com conforto. sempre procuro dar a ela o melhor possivel, mas ela nao me da a atencao que eu preciso. Hoje, ao sair da faculdade ela me esperava no carro com duas amigas e percebi que ela havia bebido. Ate ai tudo bem. Ela me contou que passou boa parte do dia com elas. nao vi problema, afinal poderiamso ter uma boa noite de amor. mas ao chegar em casa, fui tomar um banho e voltei para o quarto. ela estava no telefone com a amiga. comecei a procura-la… ai, eu esperava que ela desligasse o telefone para ficar comigo, mas a ligacao caiu. Ela imediatamente ligou novamente para a amiga e me ignorou… me senti um pouco mal, mas continuei a procura-la. ai ela me empurrou e perguntou se eu nao estava vendo que ela estava ao telefone. me senti um merda, levantei-me e fui para a sala fumar um cigarro. e estou aqui agora teclando com vcs. fui ao quarto agora ha pouco e ela ja esta dormindo… Minha autoestima esta um caco. no trabalho sinto que tem outras mulheres que me desejam e as vezes dao alguma investida… mas nao dou atencao para nao correr o risco de isso prejudicar meu casamenteo; mas sinceramente nao sei o que fazer… queria muito ser mas atraente para ela mas nao sei como…ja pensei em colocar ela na parede e dizer que nao quero mais ela saindo com as amigas, mas nao sei se esse é o problema… acho que meu casamento esta indo para o buraco e nao sei o que fazer

  • simplesmente mulher

    Pois eh. tenho 18 anos de relacionamento, ja vivi anos de muita paixao e cumplicidade, anos em que a arrogancia dele por conta do sucesso profissional fez com que ele me rejeitasse, fui a luta, conquistei meu espaço, porque nao sou burra nem facil, mas ele me traiu, me decepcionou e sinto uma vontade desesprada de mudar o rumo dessa historia. Um dos motivos pelo qual nao me separei foi pra nao decepcionar meu pai…mas ele morreu ha 5 dias. O que me segura ao lado de um homem que nao pode cuidar de si mesmo, de sua saude , nem pelo fato de estar perdendo a propria familia???? Que lugar uma mulher como eu ocupa em sua vida????

  • CARINA

    MEU DEUS COMO EU QUERIA PODER AJUDAR ALGUEM,MAIS ESTOU MUITO MAL , SOU SCASADA HA 10 ANOS, TENHO UMA FILHA DE 4 E SOFRO MUITO , HA 2 ANOS FUI TRAIDA E ME SEPAREI , DEPOIS DE 4 MESES VOLTEI P ELE “PRA CUIDAR DA MINHA FILHA , P CRIAR JUNTOS MINHA FILHA BLA BLA BLA “,CONTINUO IGUAL AGORA ELE PIOROU VIVE BEBADO SAI SO VOLTA DE MADRUGADA, ME HUMILHA PQ NAO ESTOU TRABALHANDO , FICO MUITO MAL, FICO COM ODIO DELE E TENHO VONTADE DE MATA-LO,POIS QD ELE ME TRAIU EU IRIA COLOCAR FOGO NELE CHEGUEI A JOGAR ALCO QD ELE DORMIA , MAIS NA HORA MINHA FILHA ACORDOU , AI DESISTI , HJ ESTOU COM MEDO DE TER ESSA CORAGEM, POIS ANDO COM MUITO ODIO DELE E ME CONHEÇO, E ANTES D FAZER UMA BTEIRA PRECISO M SEPARAR, MEU DEUS ME AJUDA

  • CASIA

    Estou passando por uma situaçõa muito dificil estou casada com meu marido a nove anos,sempre fomos felizes apesar das dificuldades,a uns tres anos ele mudou de Horario no emprego e está trabalhando a noite agora,e desde então ele mudou muito,agressivo sem vontade de fazer nada aqui dentro de casa,dormi,acorda e joga video game so se levanta pra comer e ir ao banheiro.Quando da hora dele ir trabalhar só me da um bjinho e sai…SEXO SÓ AOS FINS DE SEMANA,ISSO QUANDO A NOSSA FILHINHA DE DOIS ANOS DEIXA…Já conversei várias vezes com ele,ele diz que me ama mas é o jeito dele,já pesnsei várias vezes em me separar mas eu gosto muito dele,e sei se eu me separa vou sofrer muito,mas também estou sofrendo muito com essa situação,estou vivendo a minha vida sozinha,pq não tenho com quem conversar me desabafar,,SEI QUE ESTÁ MUITO DIFICIL VIVER ASSIM….

  • Rosana

    Bom…eu sinto algo muito semelhante. estou desesperada, pq estou casada a um ano e minha vida é um inferno. m tenho um dia de paz…Meu marido é um pedaço de cavalo comigo, já nos separamos uma vez, mas conversamos e resolvemos voltar;combinamos q iriamos nos esforçar para mlhorarmos, mas ele não me respeita, me grita, me trata mal.faz pouco do q eu qero, nunca faz o q eu peço,é tudo do jeito dele e o pio é que na frente das outras pessoas ele age como se fosse um santo, como se fosse o melhor maridodo mundo…eu choro todos os dias e não sei mais o que fazer, estou muito triste, não acredito que Deus reservouesse destino tão triste para mim…pq eu não consigo largar ele? nem sexo eu gosto mais…p mim tanto faz como tanto fez…tem momentos que eu olho para ele e sinto nojo…ele está gordo, feio, com um barriga imensa e não está nem aí…sem falar na familia dele(digo, parte dela, né? pq meu sogro é o unico que se salva).Quero coragem para viver a minha vida sozinha!!!!!!!! DEUS ME AJUDA!!!!

  • Luisa

    Estou casada a quase 5 anos, temos uma filha de 4 anos. Nosso relacionamento já começou errado, nos conhecemos em Janeiro de 2006, acabei engravidando 4 meses depois, nos casamos em Setembro do mesmo ano. Sempre brigamos muito. Sei que ele sempre gostou muito de mim, mas nunca consegui amá-lo de verdade. Acho que por não se sentir desejado, como ele mesmo diz, nossa vida é um inferno. Brigamos quase todos os dias, às vezes esquecemos até da presença de nossa filha, e não conseguimos respeitá-la. Isse tem causado danos na menina, ela fica agressiva no colégio e até mesmo conosco, e ela é um amor. Não aguento mais as ofensas, ele me chama de burra, de a toa, sempre que pode tenta me colocar pra baixo, sei que ele se sente inferior a mim, pois tivemos uma educação muito diferente, nossas famílias são de classes sociais diferentes, como diz minha mãe, graças a Deus sempre tivemos uma situação boa, e ele teve uma infância muito miserável, e todos vêem que ele sente necessidade de se impor. A família dele é um inferno, não me dou com eles, não suporto a mãe dele, que vive ligando pedidno dinheiro, vive fazendo trambiques e ele tem que cobrir tudo. Há um ano perdi meu contrato de trabalho e ele não quis que eu trabalhasse mais fora, me pediu para ajuadar ele na sua empresa, estamos trabalhando juntos, mas sempre que pode tenta me humilhar, me dá altas broncas de trabalho, como se eu fosse uma qualquer, tudo que peço para comprar para dnetro de casa, ele joga na cara e fica gritando que ta sempre sem dinheiro… fora os insultos… não consigo mais ter relações com ele, ficamos meses sem sexo, não tenho a menor vontade de ir pra cama com ele, nem beijar nada. Hoje quando acordei ele tinha estava saindo para trabalhar e eu fiquei deitada esperando que ele se fosse pra eu poder levantar, para não ter que vê-lo, pois entem ele me insultou, mandou que eu fosse ver um presente para o dia dos namorados, (que muito me surpreendeu), mas sempre com um ar de ironia, apesar de vc não merecer…. depois quando disse que vi e mandei separar, começou a discutir comigo dentro do carro por outro motivo e disse: Vai achando que vou comprar alguma coisa pra vc sua interesseira! Com coisa que eu preciso disso. Eu nunca me senti tão humilhada, quanto esses 5 anos que estamos juntos. Preciso tomar uma atitude, mas não tenho coragem. Não quero mais continuar com ele, mas tem a nossa filha, ele faz chantagem emocional o tempo todo com ela, tenho medo dela ter que ficar com le de 15 em 15 dias, não vou suportar, dela ficar sozinha com ele ou com a mãe dele, que é uma pessoa muito ruim.. Também tem o lado financeiro, ele vai me deixar na miséria, não estou trabalhando… minha mãe está para receber um dinheiro grande da justiça, mas acho que só sai no que vem… ela me disse pra esperar mais um pouco, que depois que o dinheiro sair, a gente coloca um bom advogado… pedidndo os meus direitos, e monta uma casa pra mim… preciso de ajuda!!!! Estou muito infeliz, sempre fui uma pessoa cheia de vida, tem dias que acordo e me sinto como uma morta viva, se não fosse pela minha filha, já teria jopgado tudo pro alto!

  • Sara Mel

    Paulo…já tentou falar com ela?
    E você será que não mudou também?
    Uma coisa que sempre acontece nos relacionamentos é que as pessoas acreditam que depois que já conquistou um ao outro “e se casam” acreditam que aquele encanto inicial não precisa mais ser cultivado pelos dois.
    A mulher muitas vezes relaxa de verdade na aparencia e o homem perde um pouco daquele “fogo” incial. Sim…já não fala as palavras que atrairam e atraem a mulher, já não tem o mesmo olhar, já não se importa tanto, e nós sentimos falta disso, sentimos falta de ser paparicada por vocês e tal entende?
    Eu tenho uma amiga que se casou faz pouco tempo, antes do casamento eu ouvia o celular dela tocar a toda hora, os olhos brilhavam e ela ficava toda vermelha ao atender o namorado. Agora ele nunca mais a acompanha nos eventas que ela participa e olha faz tempo que não ouço ele ligar, uma pena porque isso faz diferença. Tente outra vez resgatar essa mulher do fundo do poço em que ela se colocou. Dia dos namorados está ai…convide ela para um show, um jantar em um restaurante longe de casa, leve ela a um motel com direito a hidro e tudo, tenta né…va a luta se ainda sente por ela alguma coisa vale a pena, não desista, vai ver que uma mulher é capaz de desabrochar quando se sente feliz e amada
    Boa sorte…beijuss da sara :)

  • Pablo

    Uma frase curta e verdadeira.

    ”vc, trocando de parceiro(a) so estara trocando o problema”

  • Paulo

    Estou casado a dois anos e ja estou lendo esse tipo relatos, isso não deve ser um bom sinal..rs. Tenho inveja da vida de solteiro dos meus amigos, me casei com 28 anos para poder aproveita bem a vida, mas o casamento não é facil, minha mulher não se cuida mais como antes, ela era linda, agora parece que envelheçeu uns 10 anos, ela dorme demais, me deixa muito solto e está começando a ficar dificil a resistir a certas investidas, principalmente na academia. Não quero continuar a ter esse tipo de relato daqui a dois anois! Mas é muito dificil termina uma relação, principalmente pelo o envolvimento da família, mas não quero enrolar por muito tempo, quero que ela tenha uma nova oportunidade de amar novamente. Me de coragem senhor!!!!

  • Lane

    Olá!

    Eu me encontro numa duvida muito grande quanto a me separar ou nao,e nao encontro resposta,a 4 anos vivo nessa duvida,meu marido é uma pessoa maravilhosa,mas,eu sei que nao o amo,ele é do tipo que faz tudo por mim,faz tudo pra me agradar,mas,durante esse tempo,eu com toda a sinceridade,nao o amo,poderia dizer que estou com ele ate hoje por gratidao e pelo que o mesmo faz por mim,e sei que ele sente isso,ate mesmo porque ja falei pra ele,tentei me separar,ou pelo menos dá um tempo pra mim,mas,eu nunca consigo,porque agente quando fala nesse assunto,ele chora muito dizendo que nunca vai desistir de mim e que eu estou fazendo a coisa errada,aí nao tenho forcas quando vejo essa cena e acado ficando em casa,mas,a um ano mais ou menos nao sinto vontade de forma nenhuma de fazer sexo com ele,nao mesmo,acho que estou acustomada com a vida que temos a quase 10 anos,ele foi meu primeiro na vida sexual,casamos muito cedo,eu tinha 19 anos e ele 23,a unica certeza que tenho no momento é que ele me ama muito e faz tudo por mim e pra mim ter ao lado dele,poxa gente eu nao quero passar o resto da minha vida infeliz,ou fazendo sexo por fazer,nao tenho filho ate hoje pq eu nao me sinto segura em engravidar de um homem que eu nao amo,ainda tem mais uma coisa que pesa muito,meus pais gostam muito dele,mas,juro a voces que gostaria de ser egoista e pensar so em mim,certamente teria tomado uma decisao a muito tempo…Mas,nao sou,penso em tudo e em todos que estao vinculadas(vamos dizer assim)a esse casamento,penso nas lagrimas e dores que vou causar ao tomar uma atitude dessa,mas,eu nao aguento mais,estou prestes a expludir,a gritar sei lá,tem dia que minha vontade é de sumir.
    Obrigada!Isso foi mais um desabafo…
    Lane.

  • Silvia

    Amiga, já passei por esse momento de dúvida e nada mais nada resolvia meu problema, pois a dúvida sempre ficava “separo ou não separo”

    A vida há dois é muito dificil, porém muito mais do que é dificil é prazerosa, tente recordar desde o inicio da sua relação até os dias de hoje, todas as coisas que aconteceram, todos os momentos que passaram juntos, recorde também das coisas que não o fizeram felizes, depois comece a pesar COM CERTEZA as coisas boas ganharão um espaço maior, pois não costumamos, hábito do ser humano sofrer por muito tempo com algo que não o faz bem.

    Dê um tempo para vc e para ele (proponha uma viagem sozinha de um mês, menos que este período não resolve), fique longe na sua viagem saia pra dançar, conheça gente nova, imagine que esteja solteira, dentro deste um mês faça tudo que sentia vontade de fazer, detalhe NÃO LIGUE PARA SEU PARCEIRO, NÃO O PROCURE, NÃO ATENDA LIGAÇÕES, NADA QUE O DEIXE APROXIMAR DE VC… Pq???? Pois vc estará se tratando mas junto dele… É mais ou menos assim: Tão perto, mas tanto longe ao mesmo tempo…

    Quando voltar terá a resposta que tanto precisa, mas acima de qualquer uma dessas dicas pense: EU CONFIO EM DEUS, EU ME AMO E VOU TOMAR A DECISÃO CERTA.

    Eu fiz tudo diferente do que escrevi hoje sofro amargamente pelo meu AMOR…

    Um grande beijo
    Força e Coragem

  • seni

    penso em separaçao nais acho que nao tenho coragem . meu marido nao quer .
    mais sei que ele ja me traio e perdoei , mais nunca mais o casamento foi o mesmo. nao que minda esplicaçao de nada da vida dele ,tudo que pergunto fica chateado . o nosso casamento esfrior em tudo.estou gravida e muito pensativa a vida .oque devo fazer….

  • Andressa

    Com certeza!
    Para mudar é preciso coragem! E se você realmente acha que não pode mais ser feliz assim, busque sua felicidade em outro canto. ;)