Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

dicas para sexo tantrico

Muito se especula por aí a respeito de Sexo Tântrico. Talvez pelo fato da sexualidade humana ser um tabu enorme, e por haver uma gigantesca carência de informação que preste sobre o assunto, os leigos tendem a olhar para o Sexo Tântrico como um guia de sobrevivência na selva, um manual para performances sexuais incríveis. E aí não falta gente desinformada para espalhar enganos, dar uma cara de auto-ajuda pra coisa toda, enfim, falar um monte de besteira.

Foi dando uma lida sobre o assunto na internet que me inspirei para escrever esse artigo que, espero, possa mexer com alguns dos conceitos que você tem sobre o assunto. Para tanto, compilei uma breve lista das besteiras que li por aí.


1. Tantra e Sexo Tântrico são a mesma coisa

A primeira delas é a confusão que se faz a respeito de Tantra e Sexo Tântrico. É um erro enorme pensar que Tantra se limita a sexo. O Tantra engloba uma série de práticas, experiências e comportamentos que preparam o corpo e a mente para o Maithuna – o sexo na ritualística tântrica. O Tantra é um caminho para o auto-conhecimento, para o despertar de uma nova consciência, uma outra percepção, por isso as pessoas que o procuram com intuito meramente sexual normalmente saem frustradas. Ele busca quebrar paradigmas quanto à sexualidade humana, tirar a pessoa do comportamento sexual primitivo.

2. O Objetivo do Sexo Tântrico é transar por horas e horas

Tem gente que acha que no Sexo Tântrico existe uma competição pra ver quem goza por último, ou alguma espécie de livro dos recordes. O fato do Sexo Tântrico demorar mais que o sexo convencional, primitivo, não quer dizer que esse seja o seu objetivo. O objetivo do Maithuna é elevar a energia do casal, trazendo novos estados de consciência, e não desperdiçar essa energia num orgasmo de 5 segundos como é feito normalmente. Elevar essa energia leva tempo, mas o processo é extremamente prazeroso; o casal aprecia e reverencia um ao outro com todos os sentidos, com presença e intenção, sem pressa. Demorar horas e horas não é o objetivo do Sexo Tântrico – é consequência.

3. Massagem Tântrica é sexo

Tem muita gente que acha que Massagem Tântrica é apenas um eufemismo para Sexo Tântrico, para dar uma mascarada na ideia. Não é nada disso. A Massagem Tântrica é uma das técnicas presentes na Terapêutica Tântrica para, entre outras coisas, despertar a percepção da nossa bioeletrecidade, tonificar os músculos genitais e colocar a pessoa em contato com a sabedoria formativa do próprio corpo. A Massagem Tântrica faz a pessoa se redescobrir, ela quebra as couraças que nos travam. em tantas situações E para alcançar esses efeitos, atingir esses estados de consciência, é preciso que tanto terapeuta como interagente estejam livres de qualquer desejo de caráter sexual.

4. Sexo Tântrico se explica num passo a passo

Quando se pesquisa sobre Sexo Tântrico na internet, o que surge de absurdos é impressionante. Algumas pessoas especulam a ponto de criar instruções do tipo: introduza apenas 2 centímetros e meio do pênis e aguarde um minuto; penetre a parceira, aguarde dois minutos, retire o pênis, aguarde mais dois minutos e penetre novamente. Regras tiradas de lugar nenhum que destroem todo o caráter criativo e fluido que a relação tântrica tem. O Tantra é matriarcal, desrepressor e sensorial; ele não combina com um passo a passo rígido com técnicas cronometradas.

5. Qualquer um pode fazer

Não entenda mal. É claro que qualquer um pode praticar o Sexo Tântrico. O erro é imaginar que, sem nenhum preparo ou treinamento, o homem será capaz de manter uma ereção muito mais longa do que está habituado, ou a mulher será capaz de sustentar altos níveis de energia com os músculos vaginais e intravaginais hipotônicos. É possível sim levar sua relação para um outro nível por meio do Sexo Tântrico, mas é preciso que o casal se prepare, treine seu corpo para essa experiência. Não imagine que ler algum post na internet sobre o assunto seja o suficiente para você conseguir transformar a sua relação. Tantra é prática, não é teoria. É um despertar que se sente com o corpo, não que se aprende com a mente. O Centro Metamorfose desenvolve um Workshop chamado Delerium, um treinamento multiorgástico para casais que querem entrar em contato com essa nova sexualidade. Em uma imersão de um final de semana o casal aprende técnicas para treinar o corpo e começar a conhecer o caminho do Tantra.

Como conhecer mais

O Tantra traz uma série de experiências e comportamentos para termos consciência da nossa energia sexual, criadora e criativa. A energia responsável não só pelo nosso prazer, mas por mover todo o nosso corpo, seja qual for nosso desejo. Essa é a energia responsável pela nossa disposição, nosso humor, nossa força de vontade, e por todo o nosso equilíbrio físico e emocional. O Maithuna é um estágio nesse longo aprendizado. É preciso estar preparado para atingir todo o seu potencial; não é algo que acontece em uma prática, da noite por dia. Procure participar de vivências, fazer massagens, ou conversar com um terapeuta tântrico para conhecer esse caminho. Redescobrir os limites do prazer do seu corpo pode ser algo libertador.

Deva Sangito é terapeuta tântrico do Centro Metamorfose, onde atende com o método Deva Nishok de Massagem Tântrica.

O que achou do artigo?

comentários

Cérebro Masculino

O Cérebro Masculino é um blog feito para ajudar as mulheres a entenderem como funciona a cabeça dos homens.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

    E quem não tem ninguém pra fazer sexo, como faz????

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.