Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Saiba quando procurar a terapia de casal

A terapia de casal pode se fazer necessária em muitos aspectos do relacionamento, tendo os mais variados propósitos possíveis, mas quando saber se é a hora certa de procura-la?

Atualmente muitos relacionamentos terminam antes mesmo de seus integrantes tentarem melhorar seu convívio e a própria qualidade de vida, como se o relacionamento já estivesse fadado ao término desde seu início. A terapia de casal pode servir para que o casal consiga retornar à harmonia (homeostase) que um dia tiveram, dando possibilidade para o casal enfrentar seus problemas (atuais e futuros) de forma ativa, sem que eles tragam prejuízos a relação, assim como, também pode servir para mostrar que este é realmente o momento para que a relação chegue ao término.

A vantagem da terapia de casal é que os integrantes do relacionamento têm a certeza de que tentaram tudo o que podiam para fazer com que o relacionamento funcionasse, não abandonando-o no primeiro sinal de problema. Isto pode fazer com que o casal sinta-se mais seguro quanto às novas decisões a serem tomadas para o futuro da relação.

Mas como saber se é a hora certa de iniciar a terapia de casal? Veja 5 perguntas para você se fazer e ter a resposta.

#1 Como está a comunicação no meu relacionamento?

Muitos casais tentam esconder seus problemas apenas fingindo que eles não existem. Esse fingimento pode levar a perda da qualidade da comunicação do casal, fazendo com que o mesmo comunique-se apenas em assuntos extremamente necessários ou até mesmo faz com que o casal não se comunique nunca. A qualidade da comunicação é um bom meio de perceber como está o relacionamento.

É preciso observar como o parceiro está lhe tratando e como você o está tratando também, se perguntando, como está a comunicação neste relacionamento? Existem maneiras de melhorá-la?

#2 Quais sentimentos o parceiro desperta em mim?

Às vezes a qualidade da relação está tão ruim que os sentimentos positivos que existiam no início passam a ser completamente negativos. Se atualmente o seu parceiro está fazendo emergir em você mais sentimentos negativos, do que sentimentos positivos, esta pode ser a hora de vocês iniciarem uma terapia para ambos compreenderem os motivos disto e o que fazer para modificar esta situação, sempre levando em conta o bem estar da relação. É interessante se perguntar: O que eu estou sentindo agora? Por que estou sentindo isto? Qual a relação de meu parceiro com este sentimento?

#3 Qual o significado desta relação para mim?

Em relações de longo prazo, os integrantes se desenvolvem, assim como o próprio relacionamento. Desta forma, os objetivos iniciais da relação vão se modificando junto com a concepção que os integrantes tinham sobre o relacionamento. Com isto em mente, se faz necessário questionar-se sobre o significado do seu relacionamento no momento presente, que sentido você atribui a ele? Por que continuar ou não em um relacionamento com esta pessoa?

Estes questionamentos podem servir para auxiliar nas decisões futuras, independente de quais sejam. Por isso é necessário uma boa reflexão a cerca das respostas.

#4 Eu realmente quero estar neste relacionamento?

Esta é uma pergunta simples, mas poucas pessoas se questionam a respeito dela. É preciso entender a própria motivação para estar em um relacionamento e, principalmente, o real desejo de estar nela. Com o tempo e com os desgastes naturais da relação, a motivação inicial de continuar na relação pode deixar de existir, fazendo com que os integrantes deixem de abrir mão de certas coisas, que são naturais em um relacionamento, causando cada vez mais conflitos. Neste caso, questionamentos como: Eu quero estar nesta relação? O que eu desejo desta relação? E o que eu posso fazer para melhorá-la, se fazem importantes.

#5 Eu quero que a relação funcione/perdure?

Esta pode ser a questão principal a se fazer a respeito do relacionamento. Algumas pessoas podem alegar amar muito seus parceiros, mas no fundo, independente dos motivos, podem desejar que a relação não dê certo, desejando secretamente que ela acabe – ou até influenciando ativamente para isto ocorrer. Não adianta tentar melhorar a relação, quando na verdade não queremos que isto ocorra. Por isso, é preciso perceber os desejos de continuar verdadeiramente com a relação ou não.

Caso você tenha mais respostas negativas do que respostas positivas para estas questões e/ou esteja até mesmo pensando em terminar seu relacionamento, a terapia de casal pode ser útil. Em alguns casos somente um dos integrantes pode estar insatisfeito com a relação e a terapia pode fazer com que ambos (até o quem estava satisfeito), se desenvolvam em prol da relação. Caso você perceba que o parceiro é quem está insatisfeito, você também pode propor a terapia para ele.

Lembrando que a terapia de casal não serve somente para quem está casado formalmente, ela serve para qualquer tipo de relacionamento, contando apenas com a premissa de que a relação esteja passando por momentos de dificuldade e que seus integrantes estejam dispostos a trabalhar a favor dela.

O que achou do artigo?

comentários

Cérebro Masculino

O Cérebro Masculino é um blog feito para ajudar as mulheres a entenderem como funciona a cabeça dos homens.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.