Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Moro com o pai do meu filho há 10 anos, mas entre namoro e comunhão estável, estamos juntos há 14 e, apesar da minha queixa, nos damos bem. É que quando a gente namorava era diferente, a gente se pegava em qualquer canto, tinha mais adrenalina.

Nos primeiros anos de casada diminuiu um pouco essa chama, mas foi esfriar mesmo depois que nosso bebê nasceu. Ele levou dois anos para tocar nos meus seios, e hoje, quando transamos é papai-mamãe. Teve uma vez que fomos à formatura de minha sobrinha, exageramos na bebida, nos empolgamos e ele me fez sexo oral ali mesmo no estacionamento, foi muito legal, lembramos disso sempre!

Minhas colegas acham que eu deveria desconfiar dele não me procurar tanto, mas não me passa pela cabeça que ele me trai, nos damos muito bem, só não transamos com tanta frequência e intensidade…eu deveria desconfiar?

 

Juliana C.


Jú,

Não se assuste querida, você não é a única a se queixar: você, ‘com certeza seu esposo’, e outros casais, se vêem no mesmo barco!

Primeiro porque não tem como manter o vigor e a paixão dos anos dourados: o relacionamento de vocês amadureceu, também caiu na rotina, o que não significa que esta rotina não possa ser prazerosa, mas para isso vocês precisarão conversar!

filhosEm relação à maternidade, eu já disse aqui que eles nos colocam em pedestais depois que nos tornamos as mães de seus filhos. Quando passei por isso e levei esta angústia para minha terapia, fui confortada ao saber que o parque de diversões passou a ser a fonte de alimento do pequeno príncipe, e não invadir esse território é só uma questão de respeito – apesar disso não acontecer com todos os homens! Mas cá entre nós, também não é legal ele apaupá-los ou beijá-los e vir um jato de leite na cara né?!rs

Que bom que vocês se dão bem, e principalmente, não há desconfianças! Isso significa que ele lhe passa essa segurança, e o problema que enfrenta no momento, como eu disse acima, é por conta da falta de diálogo. Deixe as línguas maldosas que falem, é pura inveja!

Seja por estresse do dia a dia (trabalhar, ganhar o sustento para pagar as contas) e outros problemas particulares, o sexo passa a não ser a prioridade, mas uma das partes precisa se atentar em cultivá-lo para que o casal não se afaste de vez.

Veja, por conta da família, vocês não devem sair tanto como casal, mas você disse que na oportunidade que tiveram, se divertiram, beberam, e transaram no estacionamento… que delícia! Creio que você precisa criar mais oportunidades para ficarem a sós juntos, porque pelo visto, ele também deve sentir falta de você, senão não se mencionaria sempre este evento!

O problema de muitos relacionamentos duradouros é que eles se esquecem como casais, se acostumam com a Dona Rotina, e a longo prazo isso destrói qualquer casamento.

Chegou a hora de vocês conversarem a respeito e fazerem um acordo: sugira deixarem o filho com a avó ou a babá uma vez ao mês (pelo menos) para saírem namorar…garanto que a chama reascenderá!

Apesar de muitos casais não serem adeptos, tem também os cosméticos íntimos, tipo geizinhos excitantes, comestíveis, térmicos, para você agregar na transa de vocês: uma ótima oportunidade de explorar juntos um novo conceito sobre sexo e e prazer. Hoje em dia muitos casais que experimentam, é principalmente para inovar a relação!

Desejo boa sorte nesta nova fase da sua vida, tenho certeza que daqui há pouco sua casa vai tremer!!!

Tati

O que achou do artigo?

comentários

Tati Daniel

Mulher bombril, mãetorista, consultora sensual e graduanda em psicologia

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.