Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Dizem que no coração a gente não manda. Será?






Imagine comigo essas 3 situações:

1. Cara do trabalho

Você conheceu um cara no trabalho. Ele é gentil, simpático, gente boa e te escuta bastante. Também é trabalhador e responsável.

Ele não é tão bonito, mas o seu modo de agir o torna bastante atraente.

Então você começa a imaginar como ele deve agir em um encontro. Ele parece ser um bom namorado, dedicado e fiel.

Como seria bom ter um homem assim ao seu lado. Ainda mais com tantos cafajestes por aí. Encontrar um cara direito não está fácil.

Acaba fantasiando situações dos dois juntos, de namoro e relacionamento.

Com o tempo, você percebe que se apaixonou por ele.

2. Pegou na balada um cara desejado por todas

Você encontrou na balada aquele cara popular, com fama de galinha e que todas as garotas são a fim. Começou a dar mole e ele veio falar com você.

Acabaram ficando. O seu grande desejo se realizou, beijou o cara que todas desejavam, inclusive você. Parece bom demais para ser verdade.

Aí fica pensando como seria bom se ele fosse seu e só seu. Além de passar na cara das inimigas, ainda teria conseguido grande conquista: “domesticar um cafa”.

Fora que teria ao seu lado o cara que sempre quis.

Passa a imaginar outras saídas, como ele deve ser na cama, que tipo de filme ele gosta – será que ele te acompanharia em uma comédia romântica? –, como ele é no dia a dia, que tipo de música curte, vários programas a dois, etc…

E o que acontece? Acaba se apaixonando.

3. Conheceu um cara no tinder, saíram e foi tudo ótimo.

Vocês pensam do mesmo modo, tem os mesmos objetivos, ele não é um playboyzinho que só quer saber de encher a cara e falar merda, gostam das mesmas coisas, ele tem um papo ótimo e por aí vai….

Em casa, você fica planejando os próximos encontros, relembrando do passado e até já imagina os dois juntos, conhecendo a sua família e amigos.

Quem sabe algumas viagens ou piqueniques? Ou então aquelas sextas preguiçosas embaixo do edredom assistindo netflix e comendo pipoca.

O que acontece?  Adivinha. Você se apaixona.

Você percebeu o que todas essas histórias têm em comum?

Toda vez que você se apaixonou, foi por um cara em quem você ficava pensando.

Você não se apaixona por alguém quando está com ele, mas quando está longe, pensando nele.

Por isso que dificilmente vai se apaixonar por um cara grudento, mas é bem provável que acabe gostando de um cara com quem têm menos contato.

A melhor dica para fazer um cara se apaixonar é: não fique grudenta, dê espaço, mas no encontro, dê o seu melhor. Quando ele chegar em casa, vai ter ótimas memórias para ficar lembrando.

De todo modo, o tema do artigo é: é possível escolher por quem se apaixona? Então, é?

SIM!

Se você se apaixona quando fica pensando, para não se apaixonar é só fazer o contrário:

Se não quiser se apaixonar por alguém é só não ficar pensando nele. Toda vez que vier a lembrança, ligue alguma música que gosta, leia um artigo ou vá praticar um esporte.

Sem o pensamento, não virá o sentimento.

Se quiser se apaixonar, é só ficar pensando, idealizando, imaginando, criando situações.

Agora que você tem esse poder, escolha se apaixonar por caras que te merecem.

O que achou do artigo?

comentários

Deixe seu comentário

    Ola! Gostaria que falasse sobre amor distante, namoro a distancia. ..Obrigada! Sera que pode dar certo?

Alexandre Chollet

Consultor de relacionamentos. Fala a realidade "na lata", sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens