Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Como lidar com a traição (quando foi você quem traiu)

A traição no relacionamento tem consequências negativas tanto para que trai quanto para quem é traído. Não é possível mensurar quem irá sofrer mais, mas é possível afirmar que quem trai também pode sofrer pelo seu erro, mesmo que o parceiro não saiba do ocorrido. O arrependimento, remorso e o medo da descoberta por parte do outro pode trazer sentimentos negativos que aos poucos se refletem na relação amorosa.

Neste texto não temos a intenção de julgar ou mensurar a culpa pela traição, mas sim buscar caminhos para que este problema seja resolvido, dependendo do interesse da pessoa. Portanto, vamos às reflexões sobre o que fazer quando foi você quem traiu:

Contar para ele ou não sobre a traição?

Este pode ser o tema mais difícil. Quando acontece a traição e o parceiro não sabe – e muitas vezes nem desconfia do ocorrido -, é possível que a pessoa que traiu sinta-se profundamente arrependida, precisando buscar caminhos para diminuir este sentimento. A escolha de contar ou não sobre a traição depende diretamente de quem traiu, dos seus sentimentos e crenças. É preciso também procurar as consequências possíveis referentes ao parceiro, caso você decida contar.

Outro ponto importante para refletir se devemos ou não contar para o parceiro sobre a traição é o motivo que te levou a trair. Este motivo deve ser refletido por você, mas não deve ser visto como uma desculpa e, dependendo do motivo, não deve ser comunicado ao parceiro. Ele servirá mais para você sentir-se segura na hora de contar, ou de não contar. É preciso estar segura de sua decisão, lembrando que cada decisão terá uma consequência.

Decidi contar, o que fazer?

Caso, depois de fazer uma reflexão sobre seus pensamentos, sentimentos e futuras consequências do contar para o parceiro sobre a traição e perceber que para você será melhor contar do que viver culpando-se e não contar, existe o próximo passo. O comportamento de contar algo tão doloroso (tanto para você quanto para o parceiro) não é fácil. Esta será uma conversa difícil, mas necessária.

Para contar sobre a traição, combine com o parceiro para que vocês possam sair para conversar. Avise a ele que você tem algo muito importante para conversar com ele e que precisam se encontrar. Não deixe ele te levar para jantar, para sair ou pagar coisas para você antes de você contar. Marque com ele em um lugar neutro, onde vocês não costumam ir, pois caso contrário poderia estragar este lugar, caso o relacionamento continue. É preciso entender que ao contar, você estará aberta às consequências, tanto de o relacionamento terminar naquele momento, quanto de ter que reconquistá-lo para dar continuidade no mesmo.

A conversa deve ser franca. Dependendo do motivo da traição (motivo não é justificativa), você pode até mesmo contá-lo – mas dificilmente isto é uma boa coisa. O principal é nunca dar a entender que a culpa é do outro. Você precisa demonstrar que sabe que é a culpada e que escolheu isto naquele momento, mas se arrependeu e percebeu que quer continuar (ou não) com ele. A sinceridade precisa estar presente a todo momento nesta conversa.

Esteja também pronta para alguns comportamentos negativos dele e saiba que no momento é preciso relevá-los. O importante é saber que nada será resolvido nesta primeira conversa.

Deixe-o ir para casa e dê um tempo para ele pensar sobre o assunto e decidir o que deseja fazer. Este tempo varia de pessoa para pessoa, portanto deixe-o refletir. Mesmo se ele decidir terminar com você naquele momento, no futuro ele pode mudar de ideia. Mas é preciso dar um tempo para tudo se acalmar.

A traição pode ser vista como um período de crise no relacionamento. A crise, mesmo que nos pareça negativa, pode ser muito positiva com o tempo. É através da crise que buscamos as mudanças necessárias para melhorarmos aspectos de nossas vidas, Esta crise pode servir para melhorar e fortificar o relacionamento no futuro, como também pode servir para por um fim no relacionamento, abrindo novas oportunidade para você.

Decidi não contar, o que fazer?

O não contar sobre a traição também é uma opção. Caso após a reflexão inicial você decida não contar, terá que lidar com alguns sentimentos negativos que serão somente seus e que irão refletir diretamente no relacionamento. É comum algumas pessoas que traem começarem a achar que o parceiro também o fez e ficam mais ciumentas, possessivas e desconfiadas. O medo também pode tornar-se mais frequente por um tempo. Medo que ele descubra algo, medo que alguém conte de algo e etc. O não contar é um grande risco, pois caso ele acabe descobrindo, a possibilidade de o relacionamento perdurar diminui e muito quando pensamos em casos em que decidimos contar.

Outro aspectos que devemos saber é que se caso no futuro você decida contar para ele de uma traição que aconteceu há muito tempo, pode trazer mais consequências negativas do que quando contada de imediato ao acontecimento. Isto ocorre, pois ele pode sentir que tudo o que viveram juntos após a traição foi uma mentira, pondo fim no relacionamento.

É preciso compreender os sentimentos negativos provenientes desta traição, que por um tempo estarão mais recorrentes em você. Ao entender estes sentimentos fica mais fácil compreender outros comportamentos que possam estar atrapalhando o relacionamento. O principal é você conseguir se perdoar pelo que fez, e decidir seguir em frente.

Ele descobriu, e agora?

Caso ele tenha descoberto sobre a traição antes de você decidir contar (ou não), isto significa que terão muito mais problemas do que se você contasse, por exemplo. Geralmente a descoberta de uma traição é uma aprovação de que não poderá haver confiança no relacionamento, levando o mesmo, de imediato, ao término. É preciso compreender que quando cometemos um erro (trair) e nos arrependemos e decidimos lidar com as consequências deste erro contando ao parceiro, demonstra que nos importamos com ele e estamos dispostos a corrigir o erro ou pelo menos tentar melhorar para nunca mais cometer este erro. Porém quando o ato é descoberto pelo outro, pode significar para ele que você sempre fez e sempre fará estas coisas escondidas, sem a intenção de conta-lo, deixando qualquer pedido de desculpas insatisfatória e ineficaz.

A traição é sem dúvidas uma escolha. Às vezes a pessoa escolhe trair, escolhe se entregar ao desejo e romper com os compromissos de uma relação. Ela sempre trará consequências negativas para uma relação fechada. É preciso refletir sobre suas consequências antes mesmo da traição ocorrer. Caso tenha acontecido, o importante é tentar mudar para que isto não ocorra novamente, independente das consequências da traição, independente se foi descoberta ou não, ou se você contou ou não sobre ela.

Dificilmente a traição resolverá algum problema na relação, é mais comum que ela traga muitos outro problemas. O mais sensato e sincero a se fazer, caso você queira trair, independente do motivo, é terminar o relacionamento e entregar-se aos seus desejos. Esta atitude é muito mais justa, tanto com você mesma quanto com o seu parceiro.

Se ele decidiu terminar e você REALMENTE  quer reconquistar o seu amor, CLIQUE AQUI e confira os 7 ERROS que estão te impedindo de obter sucesso!

O que achou do artigo?

comentários

Cérebro Masculino

O Cérebro Masculino é um blog feito para ajudar as mulheres a entenderem como funciona a cabeça dos homens.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.