Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Como Lidar Com os Erros

Dicas Pedro Ivo Genú

errar

“Errar é humano”… Quantas de vocês, não já ouviram, leram ou pronunciaram esse ditado popular?

Atitudes equivocadas, erros, fracassos, seja lá como se queiram chamar, fazem parte da vida de todos nós. O que diferenciam as pessoas é o modo como elas encaram os erros, ou seja, o modo como elas lidam com os fracassos as fazem bem ou mal sucedidas na sua relação consigo e, consequentemente, com o universo.

O erro nada mais é do que uma passagem do aprendizado ao saber. É uma parte natural do processo. Se você quer fazer bem alguma coisa, é válido que a faça precariamente de início. Como um bebe que começa engatinhando, vai se levantando, de forma desajeitada, dá os primeiros passos e de repente está andando. Quantas vezes ele caiu até aprender a andar? Inúmeras…

Por isso, os erros são, simplesmente, o caminho do aprendizado… Tomar atitudes é, virtualmente, sempre melhor do que não tomar atitude alguma… Tomando atitudes você ou vai conseguir o seu resultado, ou, no mínimo, aprender alguma coisa de modo que possa fazer as coisas melhores da próxima vez. Se alguém falha em tomar atitudes, devido ao medo, dúvida, ou falta de confiança, não aprende nada e fica estático no mesmo lugar que estava.

Deixe-me contar-lhes uma pequena estória:

“Em plena selva africana, um feiticeiro conduz seu aprendiz por caminhos tortuosos com o intuito de ensinar-lhe sobre os erros da vida.

Embora mais velho, caminhava com agilidade, enquanto o aprendiz escorregava e caía a todo instante. A cada tombo, blasfemava, xingava, cuspia no chão, amaldiçoava o solo …

Depois de uma longa caminhada, e muitos tombos e xingamentos, chegam a seu destino onde, após um último tombo, o aprendiz reclama:

– Você não me ensinou nada.

– Ensinei, sim. Mas parece que você não aprendeu nada. Estou tentando lhe ensinar como lidar com os erros da vida.

– E como lidar com eles?

– Da mesma forma que você deveria lidar com seus tombos. Em vez de ficar blasfemando, amaldiçoando e xingando o lugar onde caiu, deveria procurar a causa dos seus tombos.”

Assim como na estória, se nós fixarmos, apenas, no erro, perderemos uma oportunidade de crescer e aprender, pois não paramos para avaliar os porquês, as causas… Infelizmente, não temos o hábito de despender esforços para entendê-los e utilizá-los como uma ferramenta de aprendizado constante. Por consequência, atrasamos um pouco mais nosso conhecimento.


Além disso, o erro sem reflexão pode ser motivo de atraso de nossas vidas e fazer com que nossa “experiência de vida” fique estagnada e adormecida… É só olhar ao redor que verá a existência de inúmeras pessoas que se dizem “experientes”, mas, sempre fizeram as coisas de maneira errada, pensando estarem agindo de forma correta. São doutores diplomados com mérito, láurea e louvor em fazer besteiras.

Em contrapartida, com o passar dos anos, o ser humano pode não perceber o quanto ele segue aprendendo com seus erros passados. Porém, sem parar para uma reflexão mais profunda, ele poderá não ter respostas para perguntas simples, tais como: “consigo aceitar meus erros passados?” ou “posso superar o remorso por ter errado?”

Ao fazer essas reflexões, devemos impor, a nós mesmos, o desafio de superar e eliminar de nossas vidas os erros velhos. Por outro lado, devemos saudar os erros novos porque serão fonte de um novo e constante aprendizado e aprimoramento. Em síntese, a “pedra de toque” é corrigir o que você estava fazendo baseado no retorno que você tiver de cada erro. Retificando de forma constante, você vai conseguir os seus resultados. E, quando você for obtendo êxitos, você poderá desenvolver caminhos ainda melhores para obter sucesso. E, mais ainda, quando você integrar com êxito o sucesso ao seu ser, será uma pessoa, extremamente, bem sucedida em tudo que você se propor a fazer.

Não tenha a falsa ideia de que seus erros são ruins e deveriam ser evitados. Enganos são só uma medida de seu comportamento e não avaliações pessoais de seu valor como um indivíduo. Evite tomar os erros como pessoais. Ao invés disso, aprenda com eles e siga em frente… Após cada fracasso, pense sobre ele, repense, veja aonde errou, identifique como pode melhorar… Não obstante, simplesmente, enxergue-o em função de seu comportamento, sem nenhum reflexo no que você é como ser humano.

Não quero com esse texto fazer uma apologia ao erro. Mas sim, ensinar o melhor jeito de lidar, de orquestrar algo tão presente na vida de qualquer indivíduo. Por isso, ao seguir as diretivas apresentadas, você, não só melhorará seus “relacionamentos”, como alcançará sucesso em outras áreas, tendo sua capacidade de raciocínio, extremamente, estimulada.

Pedro Ivo Genú

O que achou do artigo?

comentários

Pedro Ivo Genú

Empresário, administrador, jurista e escritor. Adora filosofia, psicologia, história e musculação. Crê que o "caminho da vida" é a busca da evolução perpétua. Escreve e responde dúvidas sobre os mais variados assuntos.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

    procurar aplicar isto com mais afinco.

    Marija Zita 🙂

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.