Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens


A dor do fim de um relacionamento é comparável à dor da morte de um ente querido, ou seja, os dois são formas de luto, e por isto, os dois precisam de um tempo para que o “sobrevivente” possa se recuperar. Claro que a forma como aconteceu o fim do relacionamento e os anos juntos influenciam muito neste momento e, em muitos casos, quando é a outra parte quem decide por fim no relacionamento, o “deixado” é quem mais sofre.

O primeiro pensamento errôneo que temos ao fim de um relacionamento é o de que foi uma perda de tempo. Este pensamento não está necessariamente correto. Nenhuma experiência na vida, seja boa ou ruim, é uma perda de tempo. Ambos os tipos de experiências servem como algum tipo de aprendizado e condizem com o que queremos de nossas vidas em determinados momentos, ou seja, este relacionamento podia ser o que você queria para você até dado momento de sua vida, mas a partir do momento em que ele chega ao fim, é hora de pensar no “daqui para frente” e não se concentrar tanto no que se passou. Claro que lembraremos de muitas coisas que passamos juntos, mas isto não significa que não existam outros momentos bons na vida prestes a acontecer.

Outro pensamento comum é a tentativa de achar um culpado para que o relacionamento não tenha dado certo. Pôr a culpa no outro pode  amenizar a dor por algum período, mas não justifica o fim. Os relacionamentos chegam ao fim por milhares de razões e nunca por apenas um em específico.

Caso você esteja pensando, “Ah, mas meu relacionamento acabou porque fui traída..”. Bom, a traição também ocorreu por vários motivos. Ela pode ter sido o acontecimento principal que demonstrou que a relação estava no fim, mas por trás dela existe muito mais coisas.

“Eu era mais feliz com ele”

Em determinado momento desta fase de luto, começamos a achar que só éramos felizes antes, e a lembrar apenas de momentos bons que tivemos com nossos parceiros, deixando de lado, e até mesmo esquecendo dos acontecimentos ruins, que no final do relacionamento estavam mais recorrentes do que os bons. Isto faz parte deste processo, então devemos sempre lembrar que a vida não se faz só de coisas boas e que existiram também momentos muito ruins. Este é o momento ideal para por na balança os motivos reais de querer ou não um relacionamento com esta pessoa.

Eis então que aparece a vontade voltar. Muitos casais passam por isto, e dependendo do acontecimento, eles acabam mesmo voltando. O motivo já foi descrito acima, o saudosismo. Este momento é geralmente crucial para o relacionamento, pois é agora que o casal percebe que talvez estivessem certos em ter terminado. E então acabam por terminar novamente, e começa o ciclo do luto mais uma vez.

É importante, no fim de um relacionamento, pensarmos nos reais motivos de estarmos com determinada pessoa, e se queremos ou não voltar com ela, pensando sempre que a tristeza e a vontade que estamos sentido de ver esta pessoa é apenas um misto de carência pela faze que estamos passando e a saudade de ter de volta aquilo que tínhamos.

Nós não estamos acostumado a perder, não aprendemos a lidar com isto, o que torna o fim de um relacionamento ainda mais complicado. Perder alguém que nos é querido é realmente muito difícil, mas por vezes, esta perda está associada a melhoras consideráveis nas nossas vidas quando estamos presos em relacionamentos sem futuro.

Gostaria então de concluir dizendo que neste período de término de relacionamento, deixe de lado algumas decisões importante que esteja pensando em tomar e fique mais no plano do planejamento do que no da ação. Pense e repense tudo o que tem passado e não esqueça sempre de chorar, pois o choro faz parte do processo de superação. Busque dentro de você as respostas para suas perguntas, mas responda-as com atitudes.

Sempre que estiver em dúvida se o relacionamento poderia ser melhor ou pensando que você não se esforçou o suficiente para o relacionamento dar certo, pense em tudo que você fez para que ele funcionasse e tenha em mente que tudo o que você fez era o melhor que você tinha para aquele momento.

O que achou do artigo?

comentários

Cérebro Masculino

O Cérebro Masculino é um blog feito para ajudar as mulheres a entenderem como funciona a cabeça dos homens.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.