Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Os segredos nas relações amorosas

Algumas pessoas têm fortes dúvidas referentes a manter segredo nas relações. Quais são suas consequências, será que devemos manter segredos ou devemos sempre contar tudo para o parceiro? Os segredos são maléficos ou benéficos para um relação?

Responder estas perguntas significa refletir a respeito de vários aspectos do relacionamento, pensando não somente em você, mas no parceiro também e no futuro da relação. Precisamos desenvolver um bom senso e uma sensibilidade para com o parceiro, para que seja possível saber até quando ele poderá aguentar saber de algo e quanto isso poderá feri-lo e também ferir a nós mesmos.

Os segredos são comumente visto como vilões, por isto é comum encontrarmos pessoas que afirmam com muita veemência que a relação não deve ter nenhum tipo de segredo, que tudo deve ser contado e principalmente que devemos ser sempre sinceros um com o outro.

O que essas pessoas esquecem é que a sinceridade difere de contar um segredo ou de esconder algo do outro. Ser sincero é contar para o outro os seus sentimentos e pensamentos de uma forma verdadeira, mas isso não significa que você tem o direito de lhe dizer seus sentimentos negativos visando somente magoá-lo. Dessa forma, o “ser sincero” envolve também o saber comunicar-se e expor esses sentimentos e pensamentos de uma forma a não magoar ou ferir o outro.

O mesmo ocorre quando falamos de segredos. Principalmente quando são segredos antigos não relacionados diretamente com o parceiro, sem influencia na relação. Algumas partes de nossas vidas cabem somente a nós mesmos. Existem alguns segredos que mesmo não sendo referentes ao parceiro, sem grande importância assim, podem trazer algum tipo de sofrimento para ele, sendo mais passíveis de continuar como segredo.

É importante pensar que são segredos não tão importantes, que não iriam afetar a escolha do parceiro em estar com você. Não é como se você fosse esconder que tem um filho em outro relacionamento ou que já foi casada um dia. São segredos mais leves, referentes a sua vida passada.

Mas será que se ele descobrir por outra pessoa não seria pior? Como você se sentiria escondendo algo do parceiro? E se não são tão importantes, por que fazer segredo?

Quando pensamos se devemos então contar tudo ao parceiro, até mesmo coisas que não são segredos, também devemos refletir o quão é importante para ele saber disso e como isto irá afetá-lo. Aí entra a sensibilidade que comentamos no inicio deste artigo, pois nem sempre o outro está preparado para saber tudo o que temos para lhe dizer. Algumas coisas servem apenas para influenciar negativamente na relação, trazendo sofrimento e dor, tanto para você quanto para o parceiro de forma que podem sim ser guardadas por você.

Com este pensamento de ter que contar tudo ao parceiro, algumas pessoas acabam fazendo com que a relação torne-se insuportável. Precisamos lembrar que temos também nossos próprios pensamentos e sentimentos e que nem tudo o que pensamos ou sentimos irá afetar positivamente a relação. Principalmente se você contar algo que não há como mudar.

Não podemos esquecer que é necessário conversar com o parceiro sobre as partes ruins da relação, os comportamentos dele e os seus e tentar juntos conseguir melhorá-los. Portanto, quando for algo negativo que possa ser modificado por vocês através da comunicação, mesmo que traga algum sofrimento, talvez seja importante comunicar ao parceiro, tentando amenizar o sofrimento. Porém, quando algo negativo ocorrer, seja um pensamento ou um comportamento, que contar para o parceiro irá trazer apenas sofrimento, sem uma  possibilidade de mudança ou de melhora, talvez seja melhor guardar para si. Você precisa refletir sobre o tema.

Isso não é uma regra cristalizada, é importante refletir ao máximo sobre o que você deseja ou não que o parceiro saiba sobre você, mas demonstrando sempre quem você realmente é, não alterando nenhum fato. Tente perceber o que deve ou não ser contado para o parceiro, pensando sempre no bem estar da relação e no desenvolvimento da mesma. Alguns segredos podem sim ser guardados, dependendo de sua importância e principalmente se não tiver a ver com o atual relacionamento. Exemplo: você ia a um motel específico toda sexta-feira com seu ex. Não que seja um segredo, mas não tem motivo para comentar isso.

Ao poucos, tente criar essa sensibilidade para descobrir o que o parceiro aguenta ou não saber sobre você e sua vida e perceba se ele está aberto para isto. Não esqueça de ser sincera e verdadeira na relação – já que no fundo é isto que realmente  importa -, sem atuações ou fingimentos, seja você mesma e espere que ele consiga te aceitar assim, caso contrário, esta relação poderá nunca tornar-se saudável.

O que achou do artigo?

comentários

Cérebro Masculino

O Cérebro Masculino é um blog feito para ajudar as mulheres a entenderem como funciona a cabeça dos homens.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.