Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

meadow

Trabalhei numa loja e conheci um rapaz que foi amor à primeira vista. No começo, achei que era coisa da minha cabeça, já que estava morando junto com outra pessoa há quatro anos e o relacionamento estava desgastado. Porém, vê-lo todos os dias fez com que essa coisa gostosa que senti aumentasse, e, fiquei, completamente, apaixonada.

Quando percebi que poderia perdê-lo, pois era muito cobiçado por outras meninas, resolvi me declarar através de uma carta… Nada feito… Ele disse que estava com a vida toda enrolada… Tinha mulher encrenqueira, filhos e queria evitar problemas.

Uma amiga minha tentou ajudar nessa conquista, falando sempre de mim… O quanto eu o queria… E ele sempre dizia não. Só que, por várias vezes, o peguei me olhando, mas disfarçava quando os nossos olhos se cruzavam.

Quando resolvi tentar desprezá-lo, por ter me dado o “não”, ele arrumava um jeito de chamar minha atenção e falar comigo e, até, pedir um favor. Quando fiquei doente e faltei, ele, até, perguntou por mim e mostrou interesse quando surgiram boatos que eu estava saindo com outro… Porém, continuava negando a ajuda de minha amiga, e chegou a dizer q não tinha motivos pra trair a sua mulher.

Até hoje não entendi qual era a dele. Será que ele tinha medo de se envolver e se apaixonar ou que eu ficasse na cola dele? O pior é que já fazem sete meses que não trabalhamos juntos, não temos contato, mas não consigo esquecê-lo. Sinto muitas saudades, mesmo ainda estando casada com outro. O que faço? Ainda o quero muito…


Sonhadora leitora;

Divagar, fantasiar, imaginar é um processo comum, natural e saudável da mente humana. Ao fazê-lo, você estimula seu raciocínio e de forma inconsciente se coloca mais próximo do objeto ou objetivo pensado. Porém, quando seus devaneios, interferem de forma clara e incisiva na visão que tens da realidade, é necessário parar e questionar-se. Caso contrário, viverá semelhantemente ao personagem “Bobby Generic”, da série de comédia animada “O Fantástico Mundo de Bobby”… Bobby era um garoto, de quatro anos, que de tanto fantasiar não conseguia distinguir o que era imaginação da realidade.

Como, com certeza, não estas nesse mundo para fazer graça igual ao nosso amigo Bobby, faz-se mister que aterrisse para a realidade. Como esse processo pode ser demorado, apresentarei, abaixo, algumas verdades, a fim de ajuda-la:

-Casamento:Há quase quarenta anos o divórcio faz parte do ordenamento jurídico brasileiro. Deve-se fazer uso dele nos casos de casamentos falidos, como o seu, que só tem o que reclamar dele, ao mesmo tempo que nem lembra da sua existência no seu convívio social.

-Atração: Não é porque você leva dez cantadas por dia, que existem inúmeros caras querendo de te possuir, que você desperta atração em todos os homens… Da mesma forma que vocês mulheres rejeitam os homens que não conseguiram “mexer” com vocês, nos rejeitamos as mulheres que não ultrapassam nosso limiar de atração. Não cabe aqui falar acerca dos fatores de atração femininos e masculinos, apenas, deixar claro que, se eles não são ultrapassados, ambos não passaram da zona de amizade, muito conhecida como “friendzone”. No seu caso, este fato é uma possibilidade presente.

-Fidelidade: Pode parecer utopia, principalmente para você, mas, ainda, existem pessoas fieis no mundo. O seu preterido, para seu azar e sorte da mulher dele, pode ser uma delas.

Não: Apesar de ser difícil para a maioria das mulheres entenderem, até porque, quando dizem “não”, na verdade querem dizer “sim”, e vice versa, quando o homem diz “não”, ele, realmente, quer dizer “não”. Portanto não adianta insistir, principalmente, no que diz respeito a relacionamentos.

-Recomeço: É algo que pode ser feito a qualquer momento, que só depende da vontade de alguém… Nesta ação, não importa o que ficou no passado, mas sim, o que é construído no presente. Seria de bom grado tentá-la, começando por colocar um ponto final no seu casamento, já falido, e parar de correr atrás de homem comprometido.

Pedro Ivo Genú

O que achou do artigo?

comentários

Pedro Ivo Genú

Empresário, administrador, jurista e escritor. Adora filosofia, psicologia, história e musculação. Crê que o "caminho da vida" é a busca da evolução perpétua. Escreve e responde dúvidas sobre os mais variados assuntos.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

    A pessoa exagerou.. Não é que o casamento da moça está falido. O que acontece é que paixões são inevitáveis mesmo. O jeito é ela tentar se distanciar do cara casado que não quer nada com ela, e focar no próprio marido. Bom, a não ser que ela não suporte mesmo o próprio marido. Mas isso só ela sabe…

    ha ha…adorei…

    SEMPRE É BOM VER ESSES EXEMPLOS…

    u.u

    ahahaha… essa foi boa!

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.