Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

o que eu adoro em ti
O que eu adoro em tua natureza,
Não é o profundo instinto maternal
Em teu flanco aberto como uma ferida
Nem a tua pureza, nem a tua impureza.
O que eu adoro em ti – lastima-me e consola-me!
O que eu adoro em ti, é a vida.
(Madrigal Melancólico, Manuel Bandeira)



O que eu adoro em tua natureza é tudo o que você transmite quando está normal, casual. O fato de simplesmente ser você, sem fingimentos, sem jogos, sem fantasias e mascaras, sem imitações alheias. O que eu adoro em você é essa tua natureza simplificada, vertente tua, natural e singular.
Não é o profundo instinto maternal ou paternal, não é as atribuições diárias adquiridas nesse relacionamento de anos, não é as obrigações diárias que a vida nos impôs, o que adoro em você é seu instinto amável, carinhoso, cuidadoso. Esse mesmo instinto que me levou até você sem que eu pudesse impedir.
Em teu flanco aberto como uma ferida que lastima-me e tortura-me por imaginar que talvez essas feridas tenham sido produzidas por mim. Produzidas por minhas imprudências, por minhas mentiras, por minhas promessas não cumpridas. Teu flanco que é metade meu, metade dor, metade de mim mesma.
Nem a tua pureza, nem a tua impureza de nada mais importa, não importa tais explicações, tais divagações se o mais importante não é o que parece ser e sim o que verdadeiramente você é comigo. As circunstancias puras ou impuras nos trouxeram até aqui, mas a determinação de continuarmos juntos deve ser límpida.
O que eu adoro em ti – lastima-me e consola-me, pois somos feridos e curados, somos companheiros e solitários, somos íntimos e estranhos, nessa ciranda que nos envolvemos e não conseguimos sair.
O que eu adoro em ti, é a vida.
Vida que traduz o amor que sinto por ti.
Sara Mel
05/01/2013
[email protected]
http://twitter.com/Sarammel
http://www.facebook.com/profile.php?id=100001624131488
http://textosdasara.blogspot.com/

O que achou do artigo?

comentários

Sara Mel

Jussara de Melo, escrevo nas categorias crônicas e poesia e espero utilizar esse espaço como forma de recuperar o romantismo, a sensibilidade e a formosura feminina que nós mulheres todas temos dentro de nós. Nos meus textos você encontrará: amor, desejo, emoção, fantasia, esperança e muita paixão. Frase preferida: Antes de falar, escute. Antes de ler, pense. Antes de criticar, espere. Antes de orar, perdoe. Antes de desistir, tente. E-mail: [email protected]

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

    Faço uma força pra não ser romântica, mas esse bichinho sempre me pega hehehe
    beijuss Karen F.

    Adoro quando você está romântica Sara!!!! rsrsrs 🙂

    Sobre aquilo que começa e termina, começa sem terminar e termina sem começar…

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.