Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

friendzone-level-99

Tudo começou quando eu tinha 16 anos, e ela 15, nessa época ela já era Noiva, e começamos uma amizade maravilhosa, sem pretensão alguma. Mas algo, além disso, começou a surgir, e um dia, acabei falando que estava apaixonado. Ela não se afastou de mim, pelo contrario, acabamos intensificando nossa relação e, um dia, acabamos nos beijando.

Tempos Depois ela casou-se, o que foi um choque pra mim, pois ela falou que não iria casar de forma alguma, que era muito nova e tudo mais. Ela procurou contato comigo durante quatro anos, mensagens enviadas, falando que sentia minha falta, me contando sobre lembranças que tinha da gente etc. Minha posição perante isso era uma só. Ignorar. Nessa época acabamos nos afastando. Começamos a conversar tempos depois novamente pelo MSN, como se nada tivesse acontecido, mas eu ficava relutante enquanto a falar do passado e evitava falar de tudo que tinha acontecido com a gente. Procurei colocar na minha cabeça que ela estava casada e ponto final. Mas a verdade é que sempre fui apaixonado por ela, e tudo oque mais queria era ficar com ela.

Terminando a faculdade, pensei em revela antes de ir embora da cidade, para me despedir. Foi quando ela me contou que o seu casamento não era um mar de rosas como eu acreditava, pelo que ela me passou deu a entender que ela é completamente infeliz no seu casamento, perguntei o porquê dela continuar casada então, e ela me respondeu que já tentou uma separação e que foi um inferno, que o cara não a deixava em paz, até que por fim ela acabou voltando.

Ao longo de toda nossa “amizade”, ela me disse varias coisas que faria qualquer pessoa pensar que ela também gosta de mim, mas quando eu perguntei o que ela sente por mim, ela simplesmente disse que é algo muito forte e que não sabe me explicar. Enfim, acho que se ela gostasse mesmo de mim, iria fazer de tudo para ficar comigo, agora fiquei sabendo que ela comprou um carro, e até uma casa nova (Provavelmente não sozinha). Ou seja, como alguém que se diz infeliz no casamento, cria cada vez mais raízes com uma pessoa que diz não amar, levando uma vida que diz ser infeliz no casamento? Diretamente eu falei, fica comigo! Ela me disse, você sabe que não é simples! Atualmente eu voltei para o status de ignorar suas mensagens.

O que acha disso tudo? Estou fazendo o correto? O que eu deveria ter feito?


Apaixonado leitor;

Desde a adolescência você idealizou a figura de uma “mulher perfeita”, principalmente, em virtudes. Um ser único, que só existe no seu mundo das ideais. E, por ele, vem nutrindo uma paixão cega, que não se aproxima, que não toca, que não envolve, que não se consuma. Em outras palavras, o que muitos chamam de “amor platônico”.

Seu relato me fez lembrar o de inúmeras amantes que esperam ou pedem, cegamente, que seus “parceiros” deixem as esposas para ficarem com elas. Porém, no caso delas, sempre há uma envolvimento carnal com os seus preteridos. Afinal, nem a mais fora de suas faculdades mentais pensaria em sugestionar que se acabasse um casamento, sem que existisse um forte relacionamento íntimo prévio com o adúltero.

Deixe de lado o sonho de chegar num cavalo branco para “salvar” sua pura e casta amada que vive aprisionada e infeliz e tome a “pílula vermelha” para enxergar o péssimo papel de homem que tem feito, que é uma das principais causas que fez com que ela nunca quisesse nada com você.

A verdade doí, mas o fato é que ela nunca sentiu atração por você. Todo esse tempo você não passou de um “miguxo apaixonado” que ela quis manter perto. Afinal, além de acreditar em tudo que ela fala, sem pensar duas vezes, ser uma boa pessoa e não oferecer “perigo”, você sempre procurou entendê-la, mesmo nos momentos mais absurdos… Foi um “miguxo” tão bonzinho que acabou ganhando um “beijo de consolação”.

Poderia ter conseguido até mais que isso no momento que foi revê-la para se despedir. Porém, como sempre, faltou atitude de sua parte, quando sua preterida veio escancarar, do nada, que seu casamento não ia tão bem, quanto você pensava. Salvo raras exceções, essa frase, quando dita do nada, pode ser traduzida como: “Estou justificando porque, mesmo comprometida, estou tão fácil. Está esperando o que?”

Porém, mesmo que isso acontecesse, ela não trocaria o marido por você. Afinal, mulher gosta de homem com atitude de homem e não de “mulherzinha” insegura, acuada e, eternamente disponível. Releio seu depoimento inúmeras vezes e em todas penso que foi escrito por uma mulherzinha chorona. Não vejo um pingo de masculinidade nem nas suas colocações escritas.

Se quer mudar esse quadro, é de fundamental importância, abrir sua mente, ter muita dedicação e força de vontade. E, para que isso aconteça, te apresento o novo parceiro do Cérebro Masculino: O QPT. Leia: www.qpt.com.br

Pedro Ivo Genú

 

O que achou do artigo?

comentários

Pedro Ivo Genú

Empresário, administrador, jurista e escritor. Adora filosofia, psicologia, história e musculação. Crê que o "caminho da vida" é a busca da evolução perpétua. Escreve e responde dúvidas sobre os mais variados assuntos.

Receba DICAS EXCLUSIVAS por e-mail

Digite seu e-mail acima e receba na hora dicas para entender mais sobre os homens

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

PEGUE-O NA MENTIRA

Descubra quando um homem está mentindo pra você! Digite seu e-mail abaixo e receba um VÍDEO GRÁTIS te contando todos os segredos.