Extravasar?

Fonte: Banco de Imagens

 

Será que vale a pena extravasar, liberar tudo e jogar para o ar? Esse é o momento em que as pessoas acabam cometendo loucuras, e depois como diz o ditado: “A Inês é morta!”.


Esses dias de carnaval, não são eternos; um dia essa “festa” acaba, e tudo volta ao normal. Pena que para algumas pessoas só restam às cinzas!

Cuidado, se beber não dirija e vice versa. Se for relacionar-se com alguém – o ideal é que não se jogue nos braços de quem acabou de conhecer – ao menos então, use um preservativo, e olha que existem dois tipos do mesmo. Não usá-lo não é desculpa tá?

mda banner 2

Fique atenta, e coloque-se em seu lugar; depois não adianta reclamar! Pois em uma coisa o senso comum tem razão: Quem pariu “Mateus” (o filho), que o balance!

Valorize-se em primeiro lugar tá?

#FICAADICA

Thiago Torre Forte
[email protected]
@ttorreforte @cerebromasc
www.thiagotorreforte.blogspot.com

O que achou do artigo?

comentários

Thiago Torre Forte é carioca, escritor, palestrante, pedagogo; graduando em Psicologia e pós-graduando em Psicopedagogia. Diácono da Igreja Apostólica Unidade em Cristo (RJ), onde atuou como professor de classe de escola Bíblica, líder de célula, secretário executivo do CTPA (Centro de Treinamento Profético e Apostólico); secretário e tesoureiro do Departamento Unidade Jovem em Cristo; integrante da Coordenação pedagógica do Departamento Unidade Infantil e colaborador de estudos do projeto Amigos em Cristo (Obede Edom). Colunista do site Cérebro Masculino. Autor dos livros "Relacionamento é um Confronto; prepare-se para ele", “A Alegria vem pela manhã - começando bem o seu dia”, “Inimigos Interiores; vença-os e viva de forma plena, saudável e abundante” e “Marjorie, com o coração nas mãos”.

2 comentários No Extravasar?

  • Ehhh as vezes a gente se deixa levar pela bebida, ou pelo tesão ou sei lá o quê…
    Eu e uma amiga saimos pra farra no carnaval, eu fiz uma coisa e contei pra ela, ela fez uma coisa e contou pra mim, daí, nós paramos e pensamos… Precisa disso? A gente podia ter bebido, zoado, brincado, não precisavamos disso, mas fizemos… kkkkk Já era neguinho, ta feito. Vale lembrar que eu não me arrependi, ela talvez um pouco. Mas que não havia necessidade não havia entenderam?

  • Tais Karol

    é nos dias de carnaval que as pessoas extravassa menos
    cotidiano é quero ver… hahahaha

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.