Acabamos, mas ele liga para saber como estou. O que ele quer?

Olá! ME AJUDE POR FAVOR.
Bem… vou resumir meu caso … pelo menos tentar rs (por favor preciso muito que me auxilie)

Tudo começou em um show. Estava com alguns amigos e para nos sentirmos mais seguros e curtir o show melhor ficamos atrás da tropa de choque. De início nem me dei conta, mas depois de tanto chamarem minha atenção percebi que um dos policiais não parava de me olhar, ria, e olhava o tempo todo.

Em um determinado momento do show, ele pegou na minha mão e ficamos alguns instantes de mãos dadas meio que escondido, pois não pode. Enfim, ele pegou meu numero e no dia seguinte me ligou e marcamos para sair. Quando saímos na primeira vez fomos em um barzinho. Ele foi super atencioso, conversamos sobre tudo perguntei se ele tinha mulher, filhos … as respostas foram negativas. Na volta pra casa ele deu a entender que queria algo mais e eu o cortei. Ele não insistiu e me levou para casa. Falamos-nos durante a semana, e saímos novamente. Desta vez para um parque, e foi ótimo.

Uma tia me perguntou se ele tinha namorada e eu fiquei com isso na cabeça. No nosso terceiro encontro, na volta eu perguntei se ele tem namorada. Ele disse não gosta de mentir,e contou que tem sim. Eu falei que não daria para continuar porque não era esse tipo de mulher, mas aí pensei: “saí de um relacionamento agora e não quero namorar. Quero curtir, então por que não?”. Acabamos num motel e foi ótimo.

mda banner 2

Continuamos nos falando sempre, mas acabei me apaixonando. Eu sempre dizia a ele que quando isso acontecesse, eu acabaria. Foi o que fiz, disse a ele e acabei. Mas não consegui continuar separados e voltamos. Mas eu comecei a ficar muito grudenta, queria vê-lo e quando ele não podia, eu enchia o saco. Tinha vezes que antes do trabalho ele passava na minha casa (aliás, não saíamos. Era sempre dentro do carro, na frente da minha casa).

Da última vez eu o enchi tanto que ele foi me ver. Já faziam três semanas sem nos vermos. Novamente ficamos dentro do carro e demos uns amassos, sem rolar sexo. Quando ele foi embora me senti mal, e pensei se era só isso que eu receberia dele. Senti-me usada pela primeira vez.

Ele sempre foi paciente, nunca grosseiro. Se eu ligasse dez vezes, ele atendia todas. Também me ligava. Dentro desses quatro meses só fomos pra cama duas vezes. Ele falava que um relacionamento não era só sexo. Mas depois dessa última saída prometi a mim mesmo que não o procuraria mais.

Assim fiz. Perto de completar um mês sem procurá-lo, ele me ligou. Tratei-o normalmente, só que não tinha o que falar e a conversa não rendeu. Ele não falou em me ver nem nada. Mesmo depois disso, não liguei (coisa que sempre fazia ). Comecei a ler o livro “Por que os homens amam as mulheres poderosas?”. Nossa, que livro maravilhoso! Ajudou-me a entender algumas coisas, mas você que é homem pode me ajudar mais.

Quando chegou perto de completar um mês após a útima ligação, ele me telefonou novamente. Mas dessa vez não deu para falar porque estava em um lugar com muito barulho e pedi para ele me ligar depois.  Mas ele não ligou. Nem eu.
Bom, uma semana depois da última ligação, teve um show da mesma banda que a gente gosta e que nos conhecemos. Foi no Festival de Verão de Salvador. Fui com uns amigos e quando a banda tocou, mandei uma mensagem pra ele, depois de 2 meses sem procurá-lo, falando assim :  “muita calma nessa hora (é uma frase que o cantor sempre fala de brincadeira) rs. tudo bem , meu lindo? como não lembrar de você vendo revelação?” Ele respondeu:“estava lembrando! estou trabalhando aqui.” Depois mandei mais 2 mensagens que ele não respondeu não sei porque, se é porque estava ocupado fazendo a segurança ou outra coisa.

Mais tarde, mandei outra mensagem que ele não respondeu. No fim do show, eu e meus amigos fomos sentar para descansar, ele passou e quando o vi, ele já estava me olhando e sorrindo. Sorri também, e perguntei se estava tudo bem. Nessa hora chegou uma amiga e tive que levantar para cumprimentá-la.  Enquanto isso, ele deu a volta por trás e falou com uma menina que estava comigo e era amiga dele e eu não sabia (me contaram isso, porque não vi). Aí sinto alguém pegar na minha mão, e era ele. Ele foi andando, segurando minha mão e sorrindo. Também sorri, soltei a mão dele e ele continuou andando com a tropa.

Enfim, sou apaixonada por ele. Hoje vejo com clareza que não quero ser a outra, porque não dá certo. Já estamos separados há dois meses e nesse tempo não liguei pra ele. Na verdade, estou apaixonada e queria ficar com ele, queria que ele se apaixonasse por mim, mas sei que não vai largar sua namorada. Nossa amiga em comum disse que ele não pode ver mulher (brincando, mas toda brincadeira tem um fundo de verdade). Mas sinto que ele tem um carinho por mim, quando passei mal e fui pro posto (ele também trabalha lá), ele cuidou de mim, ficou toda hora indo ver se eu já tinha tomado injeção, ficou comigo na sala de nebulização esperando eu acabar e só não me levou pra casa porque estava sem carro.

Acho que esse carinho todo deve ser porque fui sincera, verdadeira, nunca fiz barracos ou torrei demais a paciência dele. Na última vez quando terminei, ele falou que não iria insistir, pois não estava sendo justo comigo. E não insistiu, eu que mudei de idéia e resolvi continuar.

Mas não vou mentir que estou doida pra ele vim atrás de mim para eu dizer isso: “um dia você me disse que não iria insistir porque seria injusto comigo, e eu parei de insistir porque EU não quero mais ser injusta comigo mesma”.  Mas é verdade, né? A gente sempre quer dar uma lição de moral.

Eu prefiro ficar na minha, pra ele vir atrás, porque quando faço isso, ele sempre acaba ligando. E mulher quando é fácil, cria uma imagem pro homem que sempre vai ser assim, né? Por que ele me procura quando eu sumo? E por que ele não esquece? Por que me liga só pra saber como eu estou e ainda manda eu ficar bem, e ficar com Deus? Existe alguma possibilidade de eu virar esse jogo, se continuar a me comportar da forma que estou me comportando?
BezUUU Obrigada!
Espero ansiosamente!

ME.


Olá ME,

Obrigado pelo seu e-mail. Espero que não se importe, mas eu o resumi bastante, pois ele era grande demais. O seu era mais divertido, mas para postarmos aqui, precisa ser mais breve.

Bem, tenho algumas observações.

Desde o começo você sabia que ele tem namorada e que não poderia passar disso. Mas como a maior parte das mulheres, não consegue manter algo sem se apegar. Você disse que quando isso acontecesse, acabaria. Isso não faz o menor sentido, o correto seria acabar antes de se apegar, quando seria fácil.

A amiga dele falou que ele não pode ver mulher, e isso deve ser verdade. Ninguém fala isso brincando. Você falaria isso para uma ficante de um amigo seu se não fosse verdade? Ou então brincaria comentando isso sobre alguém que não pega ninguém?

Outra coisa, eu acho que você deveria deixar o rancor de lado. Esperar que ele venha atrás apenas para dar uma resposta, uma lição de moral? Não faz sentido. Como disse Shakespeare, “Guardar ressentimento é como beber veneno e esperar que o outro morra”. Esqueça isso, supere. Ele nunca te enganou, desde o começo falou que tem namorada e mostrou como seria. Você que quis continuar. Então se procura algum culpado pelo seu sofrimento, olhe no espelho. Você o encontrará.

A verdade no seu caso não é bem a que desejamos, mas não há futuro nessa relação. Ele sente sim carinho por você, mas nada mais que isso. Ele te procura para saber como você está, não para te convidá-la para sair, ou seja, só sente carinho, mas não tem interesse em mais nada.

E para finalizar os comentários, isso que você falou de mulher ser fácil ou difícil é relativo. Todos os homens querem mulheres que sejam fáceis para eles, mas difíceis para os outros. E você não será difícil para quem tem interesse, não é verdade? Isso não seria uma atitude esperta. E ser fácil para quem não quer, é pior ainda.

Então deixe esses pensamentos ruins que tem passado, esqueça-o, supere. Seja feliz, viva sua vida em busca da sua felicidade, e para isso, não precisa de ninguém. Leia meus posts antigos falando sobre isso. Eles irão te ajudar.

https://cerebromasculino.com/2009/09/17/decidi-esquecer-meu-ex-mas-e-muito-dificil/

https://cerebromasculino.com/2009/09/23/ser-que-essa-dor-um-dia-passa/

Siga essas indicações e seja feliz!

São os meus desejos.

Um beijo,

Doutor Neurônio.

AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história  em www.cerebromasculino.com/contato que terei o maior prazer em ajudá-la.

AGORA TENHO MSN: [email protected]

O que achou do artigo?

comentários

Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.