Comecei a sair com ele por diversão, mas quero algo mais

Olá, Dr. Neurônio.

Muito prazer!

Pois bem, descobri o site também por acaso! Através do post ‘Não entendo este homem: Ele é casado, trai a esposa, mas me trata diferente das outras”. Sei que você já deve estar mais do que cansado desse tipo de história, mas como foi tão delicado com ela, espero que não se importe com a ”repetição” do meu texto. :$

Então vamos lá… rs

mda banner 2

Eu não me considero uma mulher ”pegajosa”, não tenho como meta de vida me casar nem ter filhos (se acontecer tudo bem mas não é o que planejo). Tenho 20 anos, trabalho, curso o 5º semestre numa faculdade, me considero bem independente. Tanto financeira como emocionalmente (estou com algumas dúvidas nesse último mas ok… rs)

Para me sentir bem com um homem a ponto de pensar em sexo com ele, preciso sentir uma química muito forte, que a pessoa me atraia através do seu físico e da sua personalidade. E isso é tããããão difícil… Até pouco tempo atrás não havia conhecido nenhum homem assim. (O que quer dizer que até então era virgem :$) rs

Não esperava um casamento para isso acontecer, apenas uma pessoa bacana. Encontrei a pessoa… Um homem interessante, gentil, me agradou sua forma de me olhar… Discreta e intensamente… Gamei! Um homem tão interessante e… casado. Não vou dizer que não sabia porque notei logo no começo. Mas não me importei. Afinal, eu não busco romance nem amor, mas sim diversão, por que não?

E ele é REALMENTE diferente aos homens que conheço. Além de uma gracinha, é tão carinhoso, tão doce… É discreto, me trata bem… Eu costumo dizer que ele tem uma qualidade incrível, ele me trata como a mulher mais importante da vida dele quando estamos juntos, mas não com palavras, entende? Mas sim com olhares, com carinho, ele parece ESCUTAR o que eu digo, me olha nos olhos, presta atenção, faz PERGUNTAS a respeito! Muito diferente da grande maioria dos homens que você sabe que finge que te escuta enquanto está com a mente longe…

Enfim, não havia encontrado um homem como ele antes e ele é um cara incrível! Saímos juntos há 8 meses. Às vezes, ele se afasta por um tempo… Quando está com uma amante nova (essa é opinião minha, nunca perguntei apenas sinto), mas eu não necessariamente o critico, acho que todos fazemos isso quando nos envolvemos em um novo relacionamento, não vou ser hipócrita. E se afastou também um tempo atrás por 3 meses, quando estava se dedicando ao casamento para ver se funcionava. Ele não me disse isso, disse apenas quando ”voltou” e eu também não havia perguntado porque sei qual a minha posição e procuro não cobrar NADA. (Afinal o papel de ”chata” tem que ficar com a esposa não é? rs *brincadeirinha hehe)

Ele me trata tão bem, tão diferente… É uma pessoa especial. Pela forma em que me trata, acho que homens assim devem ser difíceis de se achar… Eu nunca havia achado um.

Poderia viver como ”amante” dele por toda a vida, gosto do nosso arranjo, sigo tendo a minha vida, meus amigos, outros ‘relacionamentos’. Mas às vezes sinto algo ”estranho”, queria que ele me desse um POUQUINHO só de mais atenção… É tudo tão legal entre a gente, acho que ele poderia investir um pouco mais, no sentido de ligar mais vezes, estar um pouco mais presente. Sou uma ”boa amante” né, não cobro, não ligo, deixo que ele me ligue. A mulher dele é toda ‘roceirinha’ (sem ofensas a ninguém!), já a ouvi no celular. Fala como uma boba alegre, é meio burrinha e bem feinha também (já vi foto). Sem falsa modéstia, além de independente, sou bonita (pelo menos bem mais que ela), me considero madura para a minha idade e inteligente. É um pouco chato saber que ela recebe mais atenção que eu, porque as qualidades não contam? Não é mais ”interessante” estar com uma mulher inteligente do que com outra nem tanto? Acho que o que ela tem de boba eu tenho de legal, aí equilibra a balança rss Ela tem um filho de outro relacionamento que vive com eles, ele gosta do menino, acho que isso complica um pouco mais também…

Mas enfim, acho que se eu não gosto disso, a única forma de resolver é terminando, não é? É só que eu me sinto tãããão bem com ele, tenho medo de trocá-lo por um homem solteiro e não achar nenhum que tenha as qualidades que eles tem… Porque é REALMENTE difícil! =

O que você acha disso?

Um grande beijo!

A.


Olá A.,

Tudo bem?

Obrigado por ter enviado seu e-mail.

Bem, ao mesmo tempo que você se diz conformada com sua posição de amante, o seu coração diz o contrário. No interior, você gostaria de ser a número um, e não a reserva.

O modo que você o descreve, as qualidades que dá a ele, são todas de uma pessoa apaixonada. Esse é o grande perigo de se entrar num relacionamento por diversão. Geralmente um dos dois acaba se apegando e não se sente mais satisfeito com a situação.

Você também fala que não gosta da esposa receber mais atenção que você, pois você se considera melhor. Ao aceitar ser a amante, você já sabia que nunca receberia tanta atenção que a esposa, sempre seria uma segunda, um estepe.

Agora falarei sobre a sua pergunta, se não é mais interessante estar com uma mulher inteligente que com uma nem tanto. Bem, não necessariamente. Nem todas as pessoas se interessam por qualidades iguais. Alguns se preocupam só com aparência, outros com o corpo, outros com a inteligência. Já outros, com o sexo e outros com o modo que as parceiras os tratam. Isso depende da pessoa. E mesmo que você prefira as inteligentes, às vezes, a pessoa com menos inteligência tem tantas outras qualidades que isso nem te faz diferença.

E a solução. Bem, como 99,9% dos casos de homens casados que tem amante, ele provavelmente não vai se divorciar para ficar com você. Também, nunca inverterá os papéis de importância da esposa e da amante. Caso você continue procurando apenas diversão, não se incomoda com isso e está se sentindo bem, continue.

Mas se está se sentindo mal, querendo algo mais, o melhor é acabar o relacionamento e partir para outra. Realmente é difícil achar pessoas que atendam aos nossos padrões hoje em dia e, por ele te tratar tão bem, você ache que não encontrará outra pessoa igual. Mas veja bem, a esposa dele acredita que encontrou o marido perfeito, porém é traída constantemente.

Caso você conseguisse virar a principal, o normal seria que ele continuasse tendo amantes. Inverter os papéis não é tão bom quanto parece.

A vida é feito de correr riscos. Às vezes perdemos, e outras vezes ganhamos. Quantas pessoas você conhece que casaram com o primeiro relacionamento? Eu conheço raríssimas. Não chega a 1%. O que significa que o resto errou diversas vezes até acertar e encontrar a pessoa certa.

E nesse caminho, foram adquirindo experiências que as tornaram pessoas melhores. Essa é a beleza da vida. Mesmo quando erramos, podemos aprender algo que nos faça sermos melhores. Eu tive mais de uma dúzia de namoradas, ou seja, errei muito. Você tem 20 anos, e está preocupada por ter errado uma só vez? Perca o medo e vá em busca da sua felicidade.

Sempre que acabamos um relacionamento acreditamos que não acharemos alguém tão bom. Acreditamos nisso até encontrarmos uma pessoa melhor. E sempre encontramos. Nem sempre de primeira ou segunda, mas sempre encontramos.

Um beijo,

Doutor Neurônio.

Meu perfil do orkut (recém criado): http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história  em www.cerebromasculino.com/contato que terei o maior prazer em ajudá-la.

Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

8 comentários No Comecei a sair com ele por diversão, mas quero algo mais

  • as vezes o chão é mais em baixo do que imaginamos e o medo de cair sem saber onde é o fundo nos faz recuar e pensar que as coisas podem melhorar mas para nosso despero não melhoram e continuamos perdidas.

    mas quem disse que seria eterno ……… força eu tambem ando metida nisso e posso dizer que tenho medo de ver onde esta o chão mas continuo me abastecendo aqui para continuar.

  • debora s s

    tambem vivo um relacionamento parecido ,éo que sempre digo tambem acho que sou melhor em tudo mas nao o suficiente para ele ser totalmente meu,nossos momentos sao bons ,sofro choro por ele mas fazer o que e´esperar pra ver o que vai dar sorte pra nos .

  • bacana esse blog

  • Querida, A. Eu também me acho tchutchuca tenho mais estudo, sou independente a a oficial não, me cuido melhor que ela, e aposto que tenho muito mais qualidades, mas não cheguei primeiro na vida dele srrsr Eles estão juntos a 14 anos, uma vida né? Sei que ele me admira, sei que ele tem um sentimento especial por mim sim, porém nada ainda foi o suficiente né? Bem no MOMENTO não me vejo sem ele, sofro, choro, fico com raiva quando smplesmente não da pra nos vermos, e tem n detalhes que você ficaria horrorizada em saber nos quais nos afastam, o problema é que quando estamos juntos é intenso, é gostoso e to me contentando com isso sim e sei disso, eu sempre entendo tudo, eu sempre espero, e vamos ver no que dá né? beijos

  • Sou bem casado, tenho 35 anos , mas minha maior paixao é por senhoras mais maduras , de 45 , 50 anos, elas sao muito mais carinhosas, dedicadas, um afeto fora do comum, será que alqum dia desses vou encontrar uma disposta a ser minha amante sem me perguntar se vou me separar do meu casamento pra ficar com ela , pois eu nao quero me separar, só tenho carinho sobrando e ela(essa pessoa mais madura)é a pessoa mais certa no meu modo de ver pra compartinhar esse carinho comigo.

  • Elizette:

    você captou a essência do blog e a nossa motivação. Exatamente isso que você disse =)

  • Muito legal ler e perceber que a intenção de vocês é a melhor possível no sentido de ajudar o próximo. Vocês são imparciais, isso é muito importante para acreditarmos que algo de melhor existe.

  • Obrigada, obrigada, obrigaaaaadaaaaa!!!
    OBRIGADA por tomar seu tempo em responder, em ser tão gentil e cavalheiro.
    Acho que realmente pode ser… O mundo está tãooo cheio de gente né… Em algum lugar aí deve ter alguém beeem bacana. E se for para assumir, amoooo estar com ele mas realmente me faz mal quando ele desaparece… Às vezes acho que por ter tido o ”desejo satisfeito” ele não se importa mais, mas me custa um pouco acreditar nisso pela doçura que ele tem comigo. É difícil acreditar que as pessoas são tão frias… Mas é uma explicação.
    Vou procurar viver melhor a minha vida, olhar de verdade para os outros sem grandes críticas, sem uma reserva aparente e tomara que eu tenha sorte!
    Obrigadaaaa Dr. Neurônio, o Sr. é um Anjoo!!!

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.