Como ser mais segura

Quer saber como ser mais segura? Nesse artigo você descobre como!

Você provavelmente já ouviu alguém falar algo como “meu maior inimigo sou eu mesmo” ou “nós somos nossos piores críticos”.

E essa talvez seja uma das maiores verdades da vida. Afinal, quantas vezes você já se viu deixando de fazer coisas que gostaria de fazer, porque se preocupou com o que os outros iriam pensar?

A transferência da razão dessa insegurança foi para outras pessoas, mas na realidade, a raiz dela é interna.

Quem nunca se pegou achando mil defeitos em uma roupa que é completamente normal, ou em uma foto que acabou de ser postada?

mda banner 2

Até finalmente trocar o look e apagar a foto. Pois é. Esses defeitos provavelmente nem existiam e foram criados por medo do julgamento alheio.

Quando na verdade, o julgamento veio de você mesma.

Lidar com inseguranças e incertezas em outras áreas da vida já é ruim o suficiente, mas no amor parece ser pior ainda.

Somos tão bombardeados por milhares de imagens de relacionamentos perfeitos, e ensinamentos que tentam nos convencer de que outras mulheres são nossas rivais, que esquecemos que boa parte dessas coisas nem é verdade.

É tudo fruto da nossa cabeça.

Relacionamentos devem trazer felicidade e sensação de conforto. Eles devem funcionar como uma parceria e um porto seguro para o casal.

Mas muitas vezes não é assim que funciona. Seja por erros passados do parceiro, ou problemas pessoais seus, sempre tem uma pontinha de dúvida que acaba gerando algum conflito.

A falta de confiança pode ter razões intrapessoais (suas) ou interpessoais (dele).

E como saber se de onde ela vem e o que fazer para se livrar dela? É o que você aprende nesse artigo.

 1- Reconhecendo a motivação

Antes de tudo, veja se alguma dessas frases parece familiar:

“Como alguém como ele se apaixonou por alguém como eu?”

“Vou ser abandonada a qualquer momento!”

“Ele não respondeu às minhas mensagens, deve estar me ignorando…”

“Será que quando sai com os amigos, ele me trai?”

“Ele ainda não esqueceu a ex…”

“Tudo está indo bem demais, uma hora alguma coisa vai estragar tudo!”

Se pelo menos duas dessas frases já passaram pela sua mente, muito provavelmente você lida com ansiedade ligada à insegurança.

Essas duas melhores amigas andam de mãos dadas e são as grandes responsáveis por todos aqueles cenários improváveis com finais horríveis que vez ou outra você imagina.

A boa (e única!) notícia é que é possível desviar e NUNCA MAIS pensar em nenhuma dessas coisas. 

Para isso, é preciso identificar de onde vêm esses pensamentos. Na maioria das vezes, seu parceiro nunca te deu nenhum motivo para desconfiança, e o relacionamento de vocês é estável.

Mas sempre que alguma coisa que te lembra de algum trauma passado vem à tona, você começa a se encontrar nessa situação de medo. 

Às vezes, depois de ter lidado com tantos homens insensíveis e cafajestes, a impressão que fica é que tudo é um ciclo que sempre termina com o mesmo final.

Dessa forma, a dica para superar isso é: entender que são pessoas diferentes. Parece óbvio, mas é realmente simples.

Liste todas as qualidades que esse seu novo parceiro tem que são o oposto dos defeitos das outras pessoas que te decepcionaram. E foque nelas

Quando você perceber que está em um novo relacionamento, com um novo homem, em uma nova fase da sua vida que não tem nada a ver com o que já passou, vai enxergar sua relação com mais leveza!

2- “O problema não sou eu, é você!”

Mesmo que na maioria dos casos a insegurança seja uma vozinha dentro do seu cérebro, às vezes ela é como um alto-falante vindo de fora gritando nos seus ouvidos.

E o que isso quer dizer?

Que talvez não seja coisa da sua cabeça. É possível que você esteja lidando com alguém que não está te proporcionando o conforto e segurança que deveriam ser as bases de todo casal.

Nesse caso, o mais importante é conversar. Uma boa comunicação evita guerras e salva vidas. E com o seu relacionamento, não vai ser diferente.

Por isso, seja franca com seu parceiro e, delicadamente, conte para ele o que está te incomodando e causando todo esse estresse. 

Se ele for uma pessoa que está à sua altura, que te valorize e te mereça, com certeza irá te ouvir e trabalhar para que isso não se repita.

3-  Lidando com mais barreiras

Mesmo que essas dicas sejam valiosíssimas e que COM CERTEZA, vão te ajudar a superar as inseguranças, muitas vezes precisamos de ajuda.

Seja por não conseguirmos passar pela situação sozinhos, ou porque nosso companheiro que deveria estar nos apoiando, está um pouco “na defensiva” ao se ver como o motivo do conflito.

Enfim, muitas são as barreiras que enfrentamos nesse processo. Mas imagine se existisse uma maneira ou um código, capaz de te ajudar a passar por isso e superar essa “rival”.

Fico feliz em te informar, que nós temos esse código. Mas especificamente, o Código da Conquista. Isso mesmo! Esse é um treinamento focado em te ensinar TUDO sobre relacionamentos e sobre como lidar com os homens.

E talvez você esteja se perguntando: “ah, mas eu já estou em relacionamento, não preciso conquistar!”. E é aí que se engana.

Precisamos constantemente estar conquistando nosso parceiro, afinal, é desse jeitinho que a relação não esfria e morre. E esse treinamento cobre TODOS os estágios e fases dos relacionamentos. 

Se quiser saber mais sobre como ter a ajuda que vai mudar seu relacionamento, clique aqui.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.