De um lado a traição e do outro?

Morei com uma pessoa durante 16 anos e hoje estamos separados há 3. Ele me traiu a vida inteira com várias mulheres e sempre voltava. Agora ele conheceu uma pessoa quando ainda morávamos juntos, descobri essa traição e me separei.

No começo ele não queria se separar e relutou bastante, mas estava cansada de ser traída e dei um basta, mesmo gostando dele. Temos 02 filhos, ele foi morar com essa mulher e ela acabou ficando grávida dele, sendo que ela já tem 02 filhos de outro casamento. Bem, ele foi tão canalha que levou essa mulher para morar no mesmo lugar que eu moro com os meus filhos. Passava com ela na minha cara, onde ele sempre dizia que jamais iria levar essa mulher no local que moro, não sei se foi ele quem levou ou se foi ela que quis morar no mesmo local que eu.

Enfim me humilhou bastante perante meus vizinhos, passava com o filho dele na frente dos meus filhos e hoje em dia não fala com as crianças e não dá nada a eles. As crianças sentem faltam do pai, mas ele não está nem aí e comigo nem fala há 3 anos. Diz que tem muita raiva de mim.

Quero saber o que se passa com a cabeça de uma pessoa que tinha tudo e mudou de comportamento de uma hora para outra.  Não é possível que esse cara esqueceu os próprios filhos para criar filhos dos outros e tudo que passamos juntos. Ele também esqueceu o comportamento dele. É muito estranho, não tem sentido, parece outra pessoa. Será que ele tem tanta raiva de mim assim? Sendo que a única coisa que fiz foi sair fora de uma relação que estava me machucando, apesar de amá-lo muito. Me ajude e me explique com funciona o cérebro de um homem.

mda banner 2


Olá A.,

Vejo coisas importantíssimas no seu relato. Você se expressou bem ao dizer que saiu de uma relação porque estava te machucando apesar de existir um amor, mas mais do que isso, o seu amor próprio foi e é fundamental para saber o que fazer diante de situações onde temos que botar na balança o que devemos decidir de um relacionamento. Porque, de uma maneira geral, qual seria a proposta de um relacionamento? No mínimo, somar na vida do outro, e a felicidade seria a conseqüência dessa soma feita em harmonia, paz e respeito um com o outro como indivíduos porque antes de se tornarem um casal, as pessoas que se gostam de verdade possuem sua individualidade e isso não se perde quando se passa a ter uma vida de casal. Pelo contrário, é um exercício de compreensão de ambas as partes para saber como cada um é verdadeiramente e se, a partir daí, conseguem construir algo que seja bom, feliz, e com belos frutos.

No seu caso, vocês tentaram e a relação não era tão boa, traições não são um bom sinal, e às vezes a gente sacrifica a si mesmo pelo outro e não prestamos atenção se quem esta do nosso lado, está do nosso lado de verdade. Você aceitou a condição da traição por muito tempo, até que um dia deu um basta. Se isso foi certo ou errado não cabe a mim julgar mas analise os benefícios, você não estava feliz, fez uma escolha para você mesma e isso é importante, uma escolha que te permite trilhar um outro caminho e ver outras possibilidades que não uma que te faça sofrer.

Não creio que seja importante saber os motivos pelos quais ele age dessa maneira e dentro de uma relação há uma história, um percurso e as coisas não acontecem simplesmente de uma hora para outra e talvez essa sua busca por ele, de perdoar tudo que ele fez por amor possa ter feito com que não se concentrasse e não percebesse que ele poderia estar dando outros indícios de que algo não estava bom além da traição, mas pense nisso como algo que possa acrescentar aprendizado na sua vida. Ele escolheu e foi trilhar o caminho dele. Se ele tem raiva de você é algo dele e não seu. Triste é ver que os filhos sofrem com essa ausência, mas preocupe-se com você. Seja uma boa mãe, seja uma excelente mulher, seja você, firme sua identidade como sujeito no mundo. Senão, você pode acabar gastando energia demais pensando no outro que não se preocupa com suas questões e nem com os filhos. A escolha agora é sua.

Até mais,
Marcio Oliveira
[email protected]
AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!
Siga o Cérebro Masculino no twitter:
http://twitter.com/CerebroMasc
e saiba instantaneamente quando o blog é
atualizado.
Envie você também sua história em www.cerebromasculino.com/contato que
terei o maior prazer em ajudá-la.

Psicólogo, consultor de relacionamentos e quase Mestre pela USP-SP. Meio NERD, completo romântico, mas não abre mão de um intenso beijo na boca e um alinhamento entre coração, corpo e mente.

1 comentários No De um lado a traição e do outro?

  • Triste pelos filhos… Mas a decisão foi tomada com o coração e é só isso q importa…

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.