Descobri que meu namorado tem um passado comprometedor

Olá…primeiramente parabéns pelo site! Encontrei o endereço de vocês por acaso no google…agora sou a mais nova viciada!! 🙂 Então…aproveitando o espaço, quero a ajuda de vocês… Tenho um namorado há um ano, nós dois temos o gênio muito difícil, afinal, é uma leonina e um libriano. No começo eram muitas brigas, mas com o tempo tudo se acertou e hoje digo que tenho um namoro feliz. Mas existe uma pulguinha que me assombra…

Sei que não é bonito contar isso, mas encontrei um cd com título “interessante” no meio de alguns filmes na casa dele. Tentei resistir, mas não consegui. Acabei levando para casa para conferir o conteúdo… eram e-mail antigos…arquivos do outlook salvos de seis a oito anos atrás… neste conteúdo descobri que ele sempre traiu as ex-namoradas (uma de seis anos, uma de um ano) e não traía com uma de cada vez. Ficava com várias meninas ao mesmo tempo, desde a recepcionista de onde ele trabalhava, a professora de inglês e a colega de faculdade.

Ele já comentou sobre problemas nos namores anteriores, e já contou uma traição, mas nada do tipo.

Alguns e-mails eram de carinho, alguns safados e outros bem obscenos. O que mais me assustou foi uma mulher casada, uns 15 anos mais velha que ele. O contato foi longo, uns 5 ou 6 anos. Ele, inclusive, frequentava uma casa de swing com ela.

mda banner 2

Em conversas paralelas sobre outros assuntos, ele sempre comentou que homem novo tem que aproveitar mesmo, que existe muita fase e muita coisa da idade. Mas enfim, até hoje não tive nenhuma desconfiança dele, pois nunca ocorreu nada estranho, nada anormal, mas as desculpas que ele inventava (nos emails que tive acesso), a forma de enganar todas ao mesmo tempo, de conseguir “controlar a agenda” me deixou assustada.

Os emails eram de quando ele tinha 24, 25 anos e morava na sua cidade natal (600 km de onde ele mora hoje, na minha cidade).

A minha dúvida é:  1) Os homens mudam? (tem fase de pegação, fase de ficar quieto). 2) O passado de um homem deve ser considerado? 3) – Falo algo com ele ou esqueço essa história??

Aguardo ansiosamente a resposta de vocês… (ps: eu sou mais nova que ele 8 anos) abs.

RA.


Olá RA,

Muito obrigado pelo seu e-mail. Fico muito feliz por você gostar do blog.

Vou começar dando um puxão de orelha. Foi bem errado o que você fez. Ao ter visto o CD, deveria ter perguntado qual o conteúdo dele e não ter furtado para conferir. Como você se sentiria se ele achasse um diário antigo sua e lesse todo o conteúdo? Você ainda confiaria nele depois disso? Ou ficaria preocupada toda vez que ele tivesse acesso a algo seu? Um dos pilares de qualquer relacionamento é a confiança e, sem isso, é muito difícil sustentá-lo.

Mas, como já foi feito… Apenas te aconselho a não repetir o erro.

Vamos às suas perguntas:

1-  Os homens são como qualquer ser humano. Alguns mudam e outros não. Depende da pessoa, sua índole e vontade de mudar. Estou fazendo uma série de artigos sobre isso, postados todas as quartas.

Também existe o fator da idade e maturidade. Pessoas mais jovens tendem a fazer mais besteiras e querer farra, já os mais velhos geralmente procuram mais estabilidade.

2-  Depende de você. Se ele tiver feito algo que você repudia e nunca conseguiria conviver com alguém assim, aí importa. Por exemplo: se ele frequentava casas de swing e isso te fez ter nojo dele, não querendo mais nem beijá-lo, então importa. Se isso não ocorre, então não.

Eu, particularmente, sempre pensei que o que importa em um relacionamento é o que aconteceu a partir do dia que as duas pessoas ficaram juntos. O que veio antes, não faz diferença, o casal nem estava junto.

Algumas ex minhas se afetavam pelo meu passado de cafajeste, e tinham desconfianças e ciúmes em coisas que não deveriam existir, o que acabava gerando discussões. desnecessárias, pois eu já não estava fazendo nada de errado.
Não vou me estender no assunto, pois Márcio fará um artigo sobre isso em breve (pedido da Tati, a leitora do mês de abril).

3-  Isso depende de você. O correto é contar, pois como já falei, a confiança é um dos pilares de um relacionamento. Se você começar a esconder coisas, comportamentos assim tendem a se repetir ou até piorar. Provavelmente vai haver um desentendimento, mas você terá sua consciência livre. Eu acredito que se tivemos coragem de fazer algo, devemos ter coragem de enfrentar suas conseqüências. Mas, se você consegue conviver com esse peso na consciência, tem a decisão de esquecer o assunto, já que não deve influenciar no relacionamento de vocês.

Ele não te deu motivos para desconfiar de nada, então continue sem desconfiar. O que passou, passou. Ele era muito novo e homens com 24 ou 25 anos geralmente são infantis e imaturos e estão na fase de farra. Não se pode comparar alguém com 32 com a época que tinha 24. São pessoas completamente diferentes, com visões de vida e objetidos totalmente desiguais.

No meu caso, eu já fiz tudo que poderia ter feito no sentido de farra e, não existe mais nada que já tive vontade de fazer. Hoje, só o que quero é um relacionamento tranqüilo, monogâmico e estável. Aí eu penso,  se não tivesse farreado tanto ,será que essa vontade de farra não apareceria de vez em quando? Claro que pessoas são diferentes e algumas (as que realmente admiro) passam a vida toda de um modo comportado, mas essas são exceções.

Um beijo,

Doutor Neurônio

Perfil do orkut (recém criado): http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

AJUDE A MANTER O CÉREBRO MASCULINO NO AR. VISITE OS SITES PARCEIROS!

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história  em www.cerebromasculino.com/contato que teremos o maior prazer em ajudá-la. É o único local para envio de dúvidas.

O que achou do artigo?

comentários

Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

10 comentários No Descobri que meu namorado tem um passado comprometedor

  • Pessoas, meu nome é Felipe e eu só queria tirar uma dúvida em relação a minha namorada.Ontem eu e minha namorada bebemos (estamos com 3 meses de namoro) e ela ficou totalmente bêbada . Levei ela para casa , a mãe dela até me agradeceu e disse da próxima vez eu não deixar ela beber tanto. Mas , hoje ela veio me perguntar

    -Amor, ontem eu falei algo de comprometedor?
    -Como assim?
    -Algo de comprometedor, ué.
    -Hmm não . Mas que coisa comprometedora você esconderia de mim?
    -Oshi, nada meu amor, eu só perguntei.

    Eu gostaria de saber se ela está escondendo algo de mim.. seja lá o que for . Eu ja estava pensando em noivar pois estou contando os 2 anos que ja a conheço .. mas ela esconderia algo de mim?

    Obrigado pessoal. Só queria tirar essa dúvida ..

  • Nossa parabéns pelo trabalho! De ótima qualidade!
    Nós mulheres estamos sempre preocupadas com que os homens pensam, as vezes colocamos isso acima do que pensamos até(paranóias femininas, todas nós temos um pouquinho disso!)e ler estes artigos me fez rever alguns conceitos. Casei muito nova e me identifiquei com a parte em que ela diz que não se sente bem quando esta no meio de mulheres bonitas e solteiras, isso realmente acontece! Suas palavras foram sabias ao responder este ponto!
    Mais uma vez parabéns e até a próxima!

  • Se não quer ver estrelas, não olhe para o ceu…. a confiança é tudo em qualquer tipo de relacionamento.
    Fiquei chocada com isso: “No meu caso, eu já fiz tudo que poderia ter feito no sentido de farra e, não existe mais nada que já tive vontade de fazer. Hoje, só o que quero é um relacionamento tranqüilo, monogâmico e estável”…meu Deus…será que todo ex cafajeste é fofo assim???? Se for, precisamos de um artigo “conquistando os fofos ex cafajestes” kkkkkk. Adorei a resposta.

  • Olá Clara,
    tudo bom? Seja bem vinda ao CM.

    Bem, na verdade não. As pessoas mudam sim, em circunstâncias e idades. Mas como você falou, depende muito da idade, se forem homens mais velhos, realmente é muito difícil mudar. No entanto, acontece.
    Escreverei um artigo sobre mudanças em breve, e o quanto é difícil disso acontecer. Aí, poderão avaliar mais facilmente se ele realmente mudou ou não.

    Concordo com você que “Um padrão de comportamento não vai mudar, como pensam as românticas sonhadoras, porque ele conheceu o “amor verdadeiro”.” , no entanto eu mudaria acrescentaria um “provavelmente” antes do “não vai mudar”, pois ocorrem exceções sim. Eu sou uma delas e conheço diversos ex-cafajestes que mudaram assim que encontraram o amor da sua vida. Claro que são raríssimos casos, mas acontecem.
    Ninguém deve pagar pelo que fez, se não o faz mais.

    um beijo

  • Olá, Doutor!

    “Eu, particularmente, sempre pensei que o que importa em um relacionamento é o que aconteceu a partir do dia que as duas pessoas ficaram juntos. O que veio antes, não faz diferença, o casal nem estava junto.”

    Eu discordo de você. Penso que convém avaliar o histórico de relacionamento sim, no caso de não se tratar de adolescentes. Um padrão de comportamento não vai mudar, como pensam as românticas sonhadoras, porque ele conheceu o “amor verdadeiro”.
    Assim como “os brutos” (rsrs), cafagestes também amam, porém não perdem a sua essência contanto continuarão agindo como tal.
    O que deve ser pesado de maneira realista é se esse amor serve pra mim ou não, se corresponde às minhas expectativas e fim. Sem ilusões de conto-de-fadas.

    Beijos

  • Verdade, Tati ! rsrs
    Se vc tem a senha ele não vai deixar nada comprometedor lá e normalmente eles (qdo querem) tem emails específicos pra cada “assunto”.

  • *mesmo

  • ih…
    às vezes vc pode ter a senha de tudo e ser traída mesmo assim, sabe…
    em horário comercial mesmi, haha
    Ignorance is bliss, muitas vezes…

    já gostei de ter acesso as senhas, mas hoje até prefiro não saber nada.
    ou confia ou não confia, confiança é uma coisa que se dá e se perde, não se conquista.

  • Huum, as vezes a gte faz algumas coisas no impulso, sem achar um gde problema, e qdo vamos ver vira um problemão e contar pra pessoa dá uma vergonhaaa! rs
    Eu uma vez, amava mto mto mto mto um cara… Mas mto meeeeeeeeeeesmo, até q um dia DO NADA eu digitei o endereço de e-mail dele e CHUTEI uma senha, pra minha surpresa era a senha dle e qdo eu entrei no msn, nossa… Vários e-mails q ele trocava com outras mulheres enqto me dizia q era absolutamente fiel… Dps disse q era só pra passar o tmp qdo eu nao estava, conversava por conversar, a decisão maaaais dificil q eu ja tomei na vida foi a d me afastar, mas me senti traída e enganada. Hj em dia não sei se poderia ser diferente, sofri mtooo mas sobrevivi, gosto de outras pessoas… Não morri por isso e msm ficando com a duvida as vezes “do que podeeeria ter sido”, acho q d tds as formas, não foi tão ruim… Deu pra superar.
    Temos que fazer aquilo que achamos certo, como o Dr. disse, se não for de suma importância pra ela, está no passado, dxa pra lá… A não ser q nao dê meeesmo pra superar.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.