Devo bloquear ele ou não?

Se você tem a dúvida “devo bloquear ele ou não?” É isso que vou te responder nesse artigo!

Você provavelmente está em uma situação com um cara que te faz pensar se deve bloquear ele ou não, mas é importante que você saiba exatamente o motivo antes de tomar essa decisão.

Claro que existem vários fatores que influenciam se você deve bloqueá-lo, como o que vocês são: ficantes, noivos, paqueras, namorados, esposos…

Também vários motivos…

mda banner 2

Mas vou resumir em 3 pontos que abrangem praticamente tudo.

Existem 3 tipos de bloqueio e só recomendo um. Se fizer os outros dois, vai se ferrar bonito.

1- Bloqueio Impulsivo

O impulsivo é aquele que você fica com raiva do cara, deleta-o das redes sociais e o bloqueia no WhatsApp.

Você se deixa levar pelo calor do momento, pela raiva, não consegue controlar as suas próprias emoções e bloqueia o infeliz.

Pode ser para puni-lo, pra mostrar que não precisa dele, porque está muito p**** da vida, enfim…

Basicamente você não está conseguindo controlar as suas próprias emoções e acaba agindo por impulso.

O problema é que quando você age baseada em emoções temporárias, como a raiva de momento, é que depois que ela acaba… ferrou.

Isso é uma infantilidade e geralmente depois você se arrepende, pois foi feito num momento impulsivo.

Depois que a raiva passa, desbloqueia e fica com a cara de “a volta do cão arrependido” do Chaves.

Ao bloquear por impulso, você está mostrando que é imatura, que não tem controle emocional, que se importa demais…

E ao desbloquear depois disso, você perde completamente a moral… o cara te vê como alguém fraca e instável.

O cara, inclusive, fica rindo quando você reaparece.

Se você está p. da vida com o cara, numa discussão ou algo do tipo, encerre a conversa e ignore-o.

Ignorar, ser indiferente é muito pior e mostra que é madura e segura.

Anos atrás eu tinha uma namorada que era extremamente ciumenta e brigava por qualquer coisa. Eu simplesmente dizia: você está irritada, nos falamos amanhã, boa noite, beijo.

Ela concordava, mas ficava enviando mil mensagens depois que eram devidamente ignoradas.

No outro dia, sem raiva, tudo fluía bem.

E eu fazia o mesmo quando eu estava bravo, aliás. Tem que ser madura nessa hora.

devo bloquear ele

2 – Bloqueio por joguinho

O bloqueio por joguinho é o pior de todos.

É uma atitude de criança mimada que quer chamar a atenção. ⠀

Basicamente uma pessoa bloqueia o outro na esperança de ele vir atrás, pois se sentiu afetada por ter sido bloqueada.

Eu recebo direto mensagens dizendo: “eu disse pra não me procurar mais, bloqueei o cara e ele nem falou comigo…”

Primeiro que você mandou ele não te procurar e depois…

Vai falar como se você bloqueou ele?

Queria que ele aparecesse no seu trabalho, te procurasse em outra rede social?

Nenhum homem de valor faria isso.

Acorda pra vida.

Essa é uma atitude tão infantil que a pessoa que o faz tenta causar um sentimento ruim no parceiro ou pretendendo para assim fazê-lo se desesperar e vir atrás.

Isso jamais funciona com pessoas de valor.

Pode até funcionar com pessoas sem autoestima ou igualmente infantis, mas você quer alguém assim ao seu lado?

Se bem que se você faz isso, você é igual…

Se um cara fizer isso com você, ele não passa de um moleque e não vale a pena nem perder tempo com ele.

devo bloquear ele

3 – Bloqueio definitivo

E o definitivo é o que considero aceitável.

Eu geralmente acho que bloquear é desnecessário, pois além de ser um pouco infantil, prejudica uma futura reaproximação, caso você queira.

Mas se o cara fez uma merda muito grande, se te machucou muito, se fica te enchendo o saco e você não quer mais, se você decidiu seguir em frente…

E, principalmente, se estiver te fazendo mal tê-lo ali, bloqueie mesmo.

Aí vai ser um alívio, vai tirar um peso das suas costas.

Mas que seja definitivamente. Então tenha certeza absoluta que não tem volta, que está decidido, ok?

Pense bem antes sobre o assunto e só faça quando decidir algo definitivamente.

Quer aprender como conquistar um homem usando apenas mensagens? Clique aqui e conheça a coceira mental!

O que achou do artigo?

comentários

Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.