Estragos que o tempo fez


Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo. (Cecília Meireles)

Todavia um instante apenas com você pode desfazer todo o estrago que o tempo fez. (Sara Mel)



Quantas vezes nos abatemos em nossa vida?
Muitas. Você responderia.
E quantas vezes nos refazemos?
Muitas também com certeza.
Mas, as marcas que o tempo deixa em nós, por problemas que passamos amores perdidos e o próprio estresse do dia a dia, essas marcas mesmo que tentando disfarça-las sempre permanece um pouco ali.
Nós, mulheres temos que nos preocupar com muitas coisas e tudo ao mesmo tempo: quando solteiras, desejamos o casamento e é nesse ponto que começam também as transformações, temos que nos preparar para começar uma vida totalmente diferente, passamos a ter muito mais responsabilidades porque chegam os filhos, a educação, a alimentação saudável da família, a organização da casa e a nossa própria organização que faz uma corrida paralela a tudo isso.
Ser uma mulher independente hoje já deixou de ser opção feminina, salvo raros casos, muitas mulheres hoje levam a cabo a tarefa de manter a casa não só arrumada, não só organizada, mas também manter essa mesma casa em pé em todos os sentidos.
E todas essas tarefas modificaram as mulheres.
Hoje somos mais exigentes, nervosas, autoritárias, determinadas, mas não podemos deixar também de ser femininas, bonitas, cheirosas, afável, amável, carinhosa, atraente e etc., etc., e tal.
Entretanto fico abobalhada quando vejo em outras mulheres e porque não dizer em mim mesma a veloz mudança que ocorre numa mulher quando está amando, amando a um homem, amando a vida, amando seu trabalho, amando a Deus. Nossos olhos se enchem de um brilho espetacular, nossa voz suaviza, cantamos, sorrimos a toa e passamos a distribuir beijos, abraços e palavras tão doces que somos até confundidas com anjos.
Sim. Nós mulheres somos assim, esse ser completamente movido a amor, a calor, a prazer pela vida. Deveríamos sempre poder estar assim envolvidas dessa maneira para poder passar pra vocês homens, pra vocês filhos, pra vocês amigos essa sensação de bem viver.
Mas o que vejo infelizmente nem sempre é assim. Vejo mulheres deprimidas, sofridas, amarguradas, desejosas da felicidade, medrosas, dependentes de remédios controlados, com lábios duros, semblante caído porque a vida não foi para elas o que elas sonharam.
Eu poderia terminar esse texto dizendo que tudo está perdido. Que a vida para essas mulheres terminou que não há esperança de serem felizes, mas estaria mentindo, porque nós mulheres temos também um dom dado pelo Criador de renovação. E basta um momento para transformar nossa vida naquilo que merecemos.
Então acredite que seus sonhos podem sim ser reais. Basta crer.
Sara Mel
28/04/2012
[email protected]
http://twitter.com/Sarammel
http://www.facebook.com/profile.php?id=100001624131488
http://textosdasara.blogspot.com/

Jussara de Melo, escrevo nas categorias crônicas e poesia e espero utilizar esse espaço como forma de recuperar o romantismo, a sensibilidade e a formosura feminina que nós mulheres todas temos dentro de nós. Nos meus textos você encontrará: amor, desejo, emoção, fantasia, esperança e muita paixão. Frase preferida: Antes de falar, escute. Antes de ler, pense. Antes de criticar, espere. Antes de orar, perdoe. Antes de desistir, tente. E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.