Go go go… aonde?

Oie. olha eu aqui de novo.

Eu mandei minha dúvida alguns dia atrás e realmente era fichinha para o que está acontecendo agora….

Eu havia contado minha história que estava com uma pessoa há três meses e que ele era gogo boy e que estava estranho e frio, mas não acabava comigo e que enjoa de sexo e odeia beijar…

Resumindo, tivemos uma briga feia porque ele leu um histórico do meu msn em que eu iria sair com outra pessoa (por conta de todo isto que estava acontecendo eu me senti insegura e pensei será que há algo errado comigo? Vou ficar com outra pessoa!), mas no dia em questão eu fui para a casa dele, pois mesmo não namorando eu não tive coragem de “ traí-lo”

mda banner 2

No feriado do dia 2 de abril eu não fui para a casa dele como eu sempre fazia todo final de semana, mal falamos por msn, ele ficou todo estranho e foi trabalhar. Nesse dia ele conheceu uma mulher e ficou com ela. Brigamos e eu contei que estava insegura e que ele não me dava valor, por isso que eu ia procurar quem o fizesse, mas eu não tive coragem. Ele me contou que ficou com a mulher em questão porque estava com raiva de mim.

Eu falei ‘vamos recomeçar e já que você não acredita que eu não fiquei vamos deixar assim e você para de trabalhar para não encontrá-la novamente.’ Mas ficou o mês de abril inteiro ele “trabalhando” nos finais de semana e nós nos vendo dias de semana.

Depois eu comecei a pegar recados no orkut como: “Obrigada pelo final de semana maravilhoso”. Liguei para ele e falei para abrir o jogo e ele me disse que ela estava apenas fazendo ciúmes em mim. Eu cliquei no perfil da pessoa e esta começou a xeretar no meu todo dia. Um dia ele me ligou falando que eu queria ferrar ele porque eu não deixava meus recados abertos e agora ele tinha que se explicar sobre os mesmos, eu falei ‘a única pessoa a quem você deve explicação é a mim.’

Ele mudou de assunto e disse que eu o estava monitorando enquanto ele” trabalhava”. Terminamos por um dia, voltamos e fui para casa dele, mas eu não queria mais pois sentia o que estava acontecendo. Liguei chorando querendo terminar e ele disse que a única coisa que havia mudado era que não nos víamos no final de semana e que eu era a única pessoa da vida dele.

Passado um tempo, ela deixou comentários na foto dele falando “TODO MEU” porque eu havia comentando assim.

Liguei para ele, terminei e disse que ia pegar minhas coisas na casa dele. Faltei no serviço porque não consegui, dormi e chorei a noite inteira. No outro dia fui à casa dele e conversamos, e ele admitiu que estava ficando com ela mas que precisava de dois dias para terminar isto, era uma quinta- feira e eu fui embora na sexta. Passou o final de semana, liguei na segunda e perguntei: resolveu sua vida?

Ele: “Não, me da mais um tempo.” Eu não aguentando, saí do serviço e fui para casa dele buscar minhas coisas, ele falou que “não iria terminar com ela e nem com você porque eu gosto das duas, foi você mesmo quem disse para eu ficar com outra pessoa”, eu realmente disse em alguma de nossas brigas, mas disse para ele fazer de um jeito que eu não descobrisse.

Peguei minhas coisas e saí chorando, a mãe dele me ligou e disse que ele levou ela para a mãe dele conhecer também! Nisso eu queria morrer! E ele disse que gosta muito de mim e que eu sou a pessoa mais especial da vida dele e que é para eu esperá-lo para resolver essa situação.

Estou desesperada, tomando remédio para dormir porque me machuca imaginar ele com ela e na quinta-feira vamos fazer 4 meses juntos ou íamos, deletei do msn, ele deletou o orkut, mas mesmo assim ele me liga e eu ligo para ele pois não consigo, parece que estão arrancando meu coração.

Tenho medo de não esperar e ele querer realmente ficar comigo e tenho medo de esperar e ele ficar com ela. Eu não sei o que faço mais, estou ficando louca.


Ola Q.

Márcio Oliveira
Márcio Oliveira

Ufa, que história hein. Até mesmo pela forma como escreve dá para perceber sua aflição e um certo “desespero” diante da situação que está passando.  Agora essa questão do medo é interessante pensar porque não importa do que a gente tem medo, ele em sua essência tem como característica principal paralisar e provocar certa confusão mental na pessoa que o sente.

Lidar com medos é uma maneira de nos conhecermos um pouco mais, uma maneira de encontrarmos uma brecha em nossa vida que nos leva ao encontro de fragilidades importantes de serem trabalhadas para um possível amadurecimento, talvez seja um momento para você pensar nisso.

Se entendi bem, na verdade não há um casal nessa relação. Digo casal de uma maneira bem real de namorados mesmo. Pelo que você comenta no texto não houve um momento em que foi definido que ambos seriam namorados e que isso implicaria em ambos estarem fechados a outros relacionamentos, aventuras e seja qual for a forma de se relacionar que envolva intimidade demais.

Se realmente é isso, como tentar estabelecer um acordo entre vocês sendo que não há um compromisso firmado, conversado, muito bem definido? E quando falo compromisso não me refiro somente a uma relação definida, mas a um compromisso sentimental por parte de ambos, ao ponto de saberem a escolha que fizeram dentro da relação.

Percebe que quando não há esse “encaixe” de idéias, fica difícil estabelecer um vínculo e com isso algumas coisas como desconfiança, medo e insegurança ficam muito mais fáceis de surgirem? E nesse caso a emoção toma conta e as atitudes acabam sendo, em alguns momentos, impulsivas demais e não permitem que você pense exatamente no que está acontecendo.

Se realmente há intenção da sua parte de um namoro, coloque isso para ele de modo que ele perceba que é um momento para escolher e deixar vir a tona o que ele realmente quer com você. Esse é um passo importantíssimo para que ambos possam tomar fôlego e não ficar tão a deriva assim, sem saber como ir e aonde ir. Deletar msn, Orkut, tomar remédios são formas de lidar com o que te aflige e essa aflição toda na verdade precisa saber qual é a relação sua com ele atualmente . Uma definição que somente você pode dar da sua parte e ele referente à dele.

Tenha consciência de que entramos em um momento onde dependerá do que ele sente para ficar com você, mas acima de tudo tenha em mente o que você quer, e se de repente as coisas não acontecerem conforme você pensou, caminhe adiante. Se ficar triste, chore o que tiver para chorar, esgote esse momento e vá adiante.

Até mais!!

Márcio Oliveira

[email protected]
Meu Blog: As Palavras

Tem pressa para receber sua resposta? Deseja
atendimento personalizado e ao vivo? Assine um Plano VIP.

Perfil do orkut (recém criado): http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e
saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

O que achou do artigo?

comentários

Psicólogo, consultor de relacionamentos e quase Mestre pela USP-SP. Meio NERD, completo romântico, mas não abre mão de um intenso beijo na boca e um alinhamento entre coração, corpo e mente.

1 comentários No Go go go… aonde?

  • Nossa, história supeeer complicada

    Mas acho q talvez ele não goste tanto de vc… E já q a historia está ‘tao ruim’ tenta superar, passar por cima..

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.