Livro: Ele Simplesmente Não Está a Fim de Você

Como pesquisa para sempre melhorar o modo de escrever pra vocês, ter novas opiniões e saber como outras pessoas falam sobre o mesmo tema, terminei de ler na semana passada o livro “Ele Simplesmente Não Está a Fim de Você”, de Liz Tuccilo e Greg Behrendt, roteiristas da famosíssima série Sex and the City. Se um dia eu conseguir assistir um episódio desta, comentarei aqui as opiniões masculinas. Apesar de achar difícil, já que apenas os comerciais já me fazem querer sair correndo e pular pela janela.

Pois bem, dei-me a tarefa de ler este livro e segue a minha crítica literária (quem não conhece até acha que eu sou o entendido do assunto).

Através dele descobri que o seriado tem uma consultoria masculina, exatamente o que é a proposta da criação do CM: dar opiniões masculinas sobre relacionamentos. No entanto, não sabia que o consultor seria um homem que vive num mundo puramente utópico e machista. Sim, machista. Depois explicarei o porquê.

O livro até começa bem, contando que estavam na redação do seriado um grupo de mulheres tentando entender o comportamento de um homem, o qual uma delas estava interessada. Começam a criar teorias extraordinárias até que chegam numa conclusão: que ele estava se sentindo intimidado, pois nunca conheceu uma mulher tão maravilhosa e apenas precisava de mais tempo. Até que perguntam ao Greg sua opinião e ele fala a ela que “ele simplesmente não está a fim de você”. Daí o nome do livro. Animei-me, pois realmente concordei com sua opinião e achei que o livro traria ótimas dicas para as mulheres.

O que eu não sabia é que para ele, essa frase parece ser a solução para todos os problemas do mundo e se repeti-la, tudo se resolve. Os Estados Unidos vão atacar o Irã? Não tem problema, fale para os presidentes que “ele simplesmente não está a fim de você” e um tratado de paz é assinado. O petróleo está chegando ao fim? Repita a frase “Ele simplesmente não está a fim de você” três vezes e começará a jorrar ouro negro dos desertos.

mda banner 2

Greg parece viver num mundo utópico, onde o amor à primeira vista rege todos os relacionamentos. Ele acredita piamente e prega que se um homem não te liga dez vezes ao dia (nem que seja para dizer que não pode falar no momento, mas está pensando nela), não percorre quilômetros e quilômetros para vê-la, não toma a iniciativa, não utiliza todo o tempo do mundo para ti, não se esforça para fazer tudo que você quer, dar tudo que precisa e fazer todas as coisas que odeia apenas porque você gosta, e se não muda completamente para ser exatamente do jeito que você quer, ele… já sabem, não é? … simplesmente não está a fim de você.

Outro ponto que ele toca é que se o cara não quer sair com seus amigos ou ficar visitando sua família, ele simplesmente… ah, não vou ficar repetindo mais. Eu discordo completamente. A grande maioria dos homens não gosta de sair em casais ou de ficar indo para encontros dos amigos da namorada. Simplesmente é a área dela e o homem fica sem jeito. já que está fora do seu habitat natural. E sobre a família? Raríssimos são os casos em que o homem quer ficar com a família da namorada. Quando casa, a coisa muda, mas enquanto isso não acontece, por mais que o cara se dê bem com a família dela, ele sempre está sob pressão, pois se sente (e está mesmo) sendo analisado o tempo todo pelos pais da namorada/noiva, pessoas extremamente importantes para o relacionamento dar certo.

Eu namorei uma menina cuja família me tratava extremamente bem. Eram muito simpáticos, adoravam-me, faziam-me sentir totalmente em casa. Para vocês terem ideia, até me davam razão quando eu e ela brigávamos. Já chegavam perguntando a ela “Brigou com o Alexandre? O que foi que você fez?”. Quer sogros melhores que esses? Eu os adorava, e ainda gosto muito, apesar de não ter mais contato. No entanto, eu preferia evitar ao máximo ficar indo para festas e reuniões familiares pelos motivos acima citados. Então eu não estava a fim dela? Estava sim, era completamente apaixonado pela mesma. Se ela seguisse os conselhos do sábio Greg, ela deveria me dar um pé na bunda e procurar quem estivesse a fim dela.

O livro fala, em outro capítulo, que se o homem estiver a fim de você, chamar-te-á para sair.


É assim que você vai terminar se seguir as dicas do livro.

Não é completamente verdade. Homens também podem ser tímidos, podem não saber se você quer algo com ele e ter medo de levar um fora e diversos outros fatores que influenciam na decisão de convidar uma mulher para sair ou não. E segundo Greg, você NUNCA deve convidar um homem para sair. O QUE?! Isso mesmo. Você deve esperar ser chamada.

Em outra parte, o autor diz que se o homem não te telefona, não está a fim (e se estiver ocupado, sem crédito, sentir que te incomodará, esperar você ligar primeiro?). Claro que se não telefonar, não mandar SMS, não te procurar no MSN, orkut, facebook, aí realmente, ele não está interessado. Pelo menos, não muito.

E se ele não estiver a fim, você deve dar um belo pé na bunda dele. Eu concordo, não devemos nos preocupar ou tentar ter algo com quem não está interessado na gente, mas para o Greg, qualquer coisa é prova que um homem não quer nada com você.

Mas o livro não é de todo ruim, dá alguns poucos conselhos bons. Como se o namorado não quer fazer sexo (e não for religioso) ou não gostar de receber carinho, ele não está a fim de você. Na verdade, eu diria que não é apaixonado por você. A fim, pode até estar. Já tive relacionamentos em que no começo não gostava de ficar recebendo carinhos ou até de beijar muito. Mas isso tudo mudou quando me apaixonei. Isso acontece com muitos homens também.

Em outros capítulos fala que um homem não está a fim de você se não quer te namorar, se é comprometido ou se some. Fato. Nada acrescentar.

Tem outra parte que recomenda não se deixar levar pelas histórias que tem por aí, como “mas eu conheço uma amiga que tem uma prima cuja vizinha começou a sair com um homem casado e passou 3 anos sendo amante. Ele se divorciou, hoje em dia vivem felizes juntos e com dois filhos”. Concordo, esses casos são exceções e não devemos nos basear em exceções.

Também as partes que a Liz escreve são muito boas. Ela passa o que as mulheres sentem e pensam.

Para piorar, no final do livro, ainda existe uma lista de coisas que você deve seguir.

“Não vou sair com um homem que não me convidou primeiro. ” Beleza, fique esperando aí sentada e perdendo oportunidades enquanto outra chega, convida-o para sair e ganha “seu” homem.

“Não vou sair com um homem que me faz ficar esperando ao lado do telefone. ” Também concordo que você não deva deixar um homem te fazer esperar uma ligação. Sabe como? Ligando pra ele. Isso mesmo. Difícil, não é? Se quiser ligar, ligue. Só não vá ligar 10 vezes por dia.

“Não vou namorar um homem que não tem certeza se quer me namorar. ” Faz sentido. Mas se tiverem saído apenas 3 vezes e for muito cedo?

“Não vou namorar um homem que me faz sentir sexualmente indesejável. ” Concordo. O papel do homem é mostrar o valor da mulher.

“Não vou namorar um homem que bebe ou usa drogas a ponto de me deixar constrangida.” . Também concordo. Se isso te incomoda, ou você pede para ele mudar isso, ou acaba o relacionamento.

“Não vou namorar um homem que tenha medo de conversar sobre o nosso futuro. ” Isso é relativo. Pode ser cedo demais também. Agora se depois de anos de relacionamento, ele ainda não quiser falar sobre futuro, sinta-se enrolada.

“Não vou, em nenhuma circunstância, gastar meu precioso tempo com um homem que já me rejeitou. ” E se ele tiver mudado de ideia? E se só depois que te perdeu, percebeu o quanto gosta de você?

“Não vou namorar um homem casado. ” Concordo em gênero, número e grau.

“Não vou namorar um homem que não seja uma pessoa boa, gentil e carinhosa. ” Isso é meio óbvio, né?

Lá no começo eu falei que o Greg era machista e vive em um mundo utópico. Por que? Porque para ele, se um homem tem interesse em você, ele faz todas as coisas anteriormente citadas o tempo todo. Mas no mundo real, não é bem assim que as coisas funcionam. Se você conhece um cara, sai com ele e ele passa a te ligar 5 vezes por dia. Você vai gostar ou vai enjoar e se sentir sufocada? E se ele te ligar dizendo que está morrendo de saudades depois de ter ficado com você na balada pela primeira vez? Alerta maníaco (ou cafajeste)!

E machista por que? Porque segundo o autor, as mulheres devem esperar serem convidadas para sair, esperar ligações, esperar que o homem faça tudo. A mulher deve ser a caça e esperar ser caçada (inclusive ele utiliza essa essa expressão). Acredito que esses tempos já passaram. Uma mulher tem que ter o controle da sua vida. Se quer sair com alguém, convide-o. Se quer ligar, ligue. Viva sua vida como condutora e não como passageira. Por que achar que não tem direito de fazer o que quer porque lhe falta um cromossomo Y?

Fico triste por pessoas tão conhecidas terem feito um livro que pode influenciar tantas mulheres de um modo errado. O livro até serve para as leitoras aumentarem sua autoestima, mas grande parte delas ficará extremamente exigente e maníaca, dando fora em todos que não forem 100% perfeitos na visão do Greg.

O jeito é o CM lançar um livro falando sobre a vida real hehehe.

Um beijo,

Alexandre Chollet.

Lembrando que os artigos das categorias Táticas de um Cafajeste, Irritando seu Homem e meus posts mais interessantes são sempre publicados aos sábados. Além das promoções lançadas e as futuras promoções relâmpago (esse sábado teremos uma. Fica a dica) serem lançadas todas nesse dia aqui e no nosso twitter.

Siga nosso twitter @CerebroMasc


Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

43 comentários No Livro: Ele Simplesmente Não Está a Fim de Você

  • hahahha!! Já li esse.. mt bom!!

  • Bem pensando nesse ponto de vista, tenho que concordar… Tive um relacionamento de 4 anos que ele sempre foi timido e eu tomava as rédias de onde iríamos ou nao… E ele gostava de mim, de verdade. E um de 2 meses que o cara parecia exatamente como o Greg descreveu como o perfeito no livro e me deu um pé na bunda. Realmente as coisas são mto relativas!

  • Oryana Carla

    mt bom o livro.

  • Bom dia!
    Teoria é muito boa, praticar não é fácil.

  • hahah até que enfim achei alguém que pensa como eu 🙂

  • Pois é, Suelen! O livro chega a ser hilário.

  • Adorei seu artigo, Alexandre…Li algumas páginas deste livro e foi o suficiente pra pensar que esse cara é paranóico…Hahahahahaha…

  • Carlos Henrique Souza

    realmente eu gosto de mulheres com atitudes proprias, independentes e seguras de si mesmas…

  • Muito obrigado pela resposta. Mas ainda tenho duvidas em relaçao ao garoto. Eu mandei minha historia pra vc. Vc pode me responder?
    Obrigada e valeu.

  • Obrigada Sara! 🙂

  • jaciara carreira

    Muito bom seu post doutor

  • Concordo com o doutor Pathy
    Tá show sua foto!!!

  • Ok!! Entendido! Obrigada! 🙂

  • Pathy,
    toda vez que vocês mudam de fotos, ela precisa ser aprovada (ainda não achei a opção de aprovação automática). Aí é só me avisar que aprovo.
    Ficou ótima essa sua nova.
    beijos

    obs: acho que agora serão aprovadas automaticamente.

  • Olá dr. troquei minha fotinha, porém não apareceu aqui, ué, o q será q aconteceu? Beijos

  • A: Mas isso recomendamos claramente para não fazer, tentar cercar. Demonstrar interesse tomando a iniciativa é bem diferente de cercar. Adicionar no orkut, conversar via recados, pedir msn, depois conversarem e até chamar para sair (como os homens fazem) é algo completamente normal. Já namorei umas 3 meninas que conheci desse modo e conheço diversos homens que passaram pela mesma coisa.
    Só corrigindo, você AINDA não perdeu nenhuma oportunidade, mas é provável que algum dia perca.

    Mas o que eu falei nesse artigo é que as mulheres tem o direito de tomar a iniciativa e que isso não é algo exclusivo dos homens. Que vocês são iguais. Não estou dizendo que todas devem sair correndo atrás dos homens. Se para você demonstrar de outros modos é a melhor maneira, então faça isso.
    Assim como muitos homens não tomam a iniciativa esperando as meninas tomarem, seja por timidez, porque não precisam, já que as que querem sempre vem atrás, ou qualquer outro motivo; porque para eles é melhor esperar. Já para outros, o melhor é ir em cima mesmo.

  • Hahahah…
    Esse post foi muito bom.
    Sempre ria quando as minhas amigas falavam que passaram a adotar esse livro como bíblia.

  • Carter: Ele deixou bem claro que não quer nada sério com ninguém. O fato dele ter vontade de ficar com você não muda nada. Muitos homens não querem nada com ninguém, mas tem vontade de ficar com algumas mulheres específicas. Depois que ficam, tchau.
    É o caso. Ele já tinha avisado e não ligou nunca mais. Perguntar como foi o FDS não significa nada além de que ele é uma pessoa educada.

  • O problema é quando o cara que vc tah afim trabalha com vc larga da noiva que ficou 9 anos e depois de 4 meses solteiro ele sdai com vc e fala “olha eu não quero nada sério” e depois que vc beija ele ele diz “nossa até q enfim rolou depois de seis meses” é pra acabar né
    Estou assim depois que nos dois ficamos ele nunca mais ligou mais sempre pergunta como foi meu FDS!!!
    O que vc me diz DR.

  • hahaha pelo email vc sabe quem é.. sou do RJ.

    Enfim gente , cheguei a conclusao que sou da idade da pedra. Pq nunca , nunquinha, q eu vou ficar no pé de um cara, tentando cercá-lo por todos os meios de comunicação.. orkut, msn, telefone, chamar pra sair.

    Simplesmente nao combina comigo. Eu sei me aproximar de um cara qdo to afim, mas sem ser mto óbvia. E sempre deu certo. Todos os caras que me interessei corresponderam (nao quer dizer que tenha durado sempre)mas quero dizer que nunca perdi nenhuma oportunidade por ser mais discreta. Sorry, mas eu sou assim 🙂

  • Kkkkkkkk, nem precisava disso Mr. P. deu pra entender!rsrsrs

  • C, verdade, quando estamos a fim de um carinha não temos a facilidade para estar aberta para outros, pq por mais q nos esforçamos estamos focadas naquele q gostamos.
    “Tentar tirar o foco do carinha” é o que estou tentando fazer a meses… aff, nada fácil.

  • Muito bom o post doutor!
    Este livro em especial eu ainda não li. Acho muito dificil limitar as atitudes tanto de homens quanto mulheres como alguns autores fazem. O que li hoje nos comentários é uma prova disso, as pessoas vivem em lugares diferentes com costumes e tradições. O importante mesmo é estarmos atentas aos sinais que o outro nos manda. Pequenos gestos, olhares, o comportamento e etc. Acho perfeitamente normal uma mulher ligar, desde que como você comentou não seja de forma exagerada. beijuss 😉

  • Isso foi um não Alexandre Chollet? huahuahua…

    Mr. P. Diz Portanto, esteja mais aberta a outros homens.
    Nos não temos a facilidade que vocês tem, em estar aberto para outras mulheres
    Não sei se as mulheres vão concordar, mas quando nos mulheres estamos interessadas ou apaixonadas por um homem ficamos so naquele e pronto.=(

    Pathy Disse,
    Pq ainda no sábado fiquei com o infeliz… ai meu deus, eu sou um caso perdido…
    Você não é um caso perdido,so basta tentar tirar o foco do “carinha” que você ta afim, mesmo não tendo a facilidade que eles tem você vai conseguir.

  • Então…Quer sair comigo Alexandre Chollet?

  • Ok, Mr. P! Não vou esquecer! Vou me esforçar muito pra sair dessa!heheh! Bju e obrigada!

  • Pathy, sei que,às vezes, é difícil, mas não se esqueça que você é SOLTEIRA.
    Portanto, esteja mais aberta a outros homens.

  • Ai meu pai, agora fiquei embananada… 🙁
    Pior q eh mesmo desculpa. Mas o que fazer se qdo o vejo, qdo ele liga, fico tão feliz. E qdo estamos longe, sinto tanta falta q nao resisto e ligo… Ai penso que não adinta fugir q tenhu q viver tudo o q tiver que viver com ele, pra depois aprender.
    Como diz minha mae: tudo muito complicado…

  • Pathy: Mas será que isso não se chama desculpa para si mesma? Quando alguém se engana, tentando acreditar que vai deixar as coisas rolarem e não vai perder a vida de solteira, enquanto na cabeça dela, ela não é uma pessoa que aceita tudo e tem esperança que tudo se resolva. Mas no fundo, todos sabem qual a verdade, não acha?

  • Eh dr. mas estou pensando seriamente em deixar as coisas rolarem, já que gosto de ficar com ele, porém não deixarei de aproveitar e fazer coisas q só solteiras fazem… É um pensamento meio loko neh?

  • Concordo plenamente com a Drika. A maioria das namoradas que tive também tomaram a iniciativa, seja chamando para sair, adicionando no orkut, pedindo msn, etc.

    Pathy: Bem, o primeiro passo é admitir haeheah. Mas falando sério agora, muitas mulheres tem esse problema de ter esperança que ele vai mudar de ideia, que tudo se resolverá. Mas é compreensível porque é muito difícil abrirmos mão de alguém quando somos apaixonados.

    Sarah: Concordo com você em tudo, menos na parte que muitos homens pensam assim. Na verdade são poucos, muito poucos. Talvez mais em cidades pequenas.
    E se o homem sai falando por aí que a menina está louca por ele porque ligou uma vez, bem, ele não é um homem de verdade, é apenas um menino. E meninos não merecem ter mulheres, não é?

  • Iiiii tbm concordo de que o CM precisa lançar um livro!:)
    Pior que lendo o que você escreveu me derramei e lágrimas quando li a parte que diz assim: “um homem não está a fim de você se não quer te namorar, se é comprometido ou se some. Fato. Nada acrescentar”.
    E sabe pq me debulhei? Pq ainda no sábado fiquei com o infeliz… ai meu deus, eu sou um caso perdido… (obs: desculpe o desabafo).

  • Sarah Leandro

    Gostei muito da sua crítica!
    Concordo que o Greg tem uma visão meio machista mesmo, mas, infelizmente, muitos homens pensam assim ainda, principalmente aqui pelo Nordeste, onde um simples telefonema pode se tornar comentário numa roda de conversa masculina que ” A nêga fica se oferecendo… tá doidinha por mim!”
    Mas, de fato, você tocou nos “pontos-chave”. É como diz o ditado ” Tudo demais é muito!”. Você pode ligar, mas também não deve ficar exagerando, se depois de você ter demonstrado – e eu quero dizer por “demonstrado”, por exemplo, ligar para conversar coisas do cotidiano, saber como a pessoa está, isso já é demonstrar interesse – o cara não retribuir, aí dane-se, ele realmente não está a fim de você.
    Nada de neuroses, é só não ser sem noção, nem louca, nem maníaca, nem ficar perseguindo! 😉

  • A. discórdo de você.
    Eu adicionei meu namorado no orkut, eu adicionei ele no msn, eu puxei assunto, eu chamei ele pra sair (fomos pro cinema), eu peguei na mão dele durante a sessão a única coisa que ele fez foi toma a iniciativa de me beijar.
    Estamos juntos até hoje e nos damos super bem.
    Eu acho que essa história do homem tomar a iniciativa é muito antiga, coisa da minha vovô,melhor mesmo é correr atras do que a gente quer e tem vontade.
    Pois senão vem uma mais esperta e pega ele, ai você fica chupando o dedo.
    Dr. ainda bem que você deu a dica dessa não leitura assim não preciso gastar meu precioso tempo com inutilidades.

  • A: De maneira sutil é suficiente. Até temos, aqui no CM, diversas dicas de como tomar iniciativa desse modo.
    Pior que não sei quem é, no meu facebook não encontro ninguém chamada “A” hahaha

  • Ah, mas acho que isso nao acontece.. Eu costumo sim tomar a iniciativa, mas sempre de maneira sutil. Não tenho coragem de chamar um cara pra sair… Será que sou da idade da pedra?? hahaa
    Vc sabe quem eu sou (do facebook).

  • S: Se um homem que você está interessada te taxar de fácil devido a você ter tomado a iniciativa, ele realmente não te merece.

    Beijos.

  • A: É por esse tipo de pensamento que o machismo ainda existe. “Isso corta a vontade de conquistar” hehe. Na verdade, hoje em dia não precisamos mais conquistar ninguém, então nem sequer temos vontade disso. Gostamos de facilidade, coisas rápidas, o mundo é rápido. Na verdade, muito mais mulheres perdem oportunidades por ficarem “se fazendo de difíceis” que por tomarem iniciativas. Claro que falo pelos homens em geral. Devem existir, sim, uns 3 ou 4 que ainda pensam como nos séculos passados e não gostariam que alguma mulher interessante viesse dar em cima (mas eu não conheço nenhum) hehehe.
    O que acontece é que as mulheres não podem chegar de forma vulgar, chamando pra um motel, por exemplo. Mas chamar pra sair é completamente normal. E hoje, por termos mais opções de mulheres, tudo ser mais fácil e não precisarmos conquistá-las, podemos nos dar ao luxo de recusar diversas. E é aí que vocês confundem, pensando que ele não te quis ou deu valor porque você tomou a iniciativa, quando, na verdade, ele realmente não se interessou.
    Vocês são iguais aos homens, então ajam como se isso fosse verdade (pois é). O maior preconceito é aquele sentido por si mesmo. Isso acontece tanto em raça quanto em sexo. Isso é uma das coisas que o CM mais luta para acabar: o pensamento feminino que são inferiores ou que não podem fazer certas coisas.
    Sim, existem algumas poucas partes boas, como citei. E esse exemplo que você deu é verdade, mas… alguém precisa de um livro para saber que se você saiu diversas vezes e a pessoa não te liga ou dá atenção, não quer nada? ehehehe
    Recomendo a leitura: https://cerebromasculino.com/2010/08/17/ser-facil-ou-nao-ser-eis-a-questao/
    https://cerebromasculino.com/2010/05/26/mulheres-tomando-iniciativa/
    https://cerebromasculino.com/2009/10/08/ele-simplesmente-nao-esta-a-fim-de-voce/

    Beijos

  • Eu ja li esse livro, e concordo que algumas partes são exageradas sim. No entanto, muitas coisas ditas são verdadeiras e merecem uma atençao. Esperar para ser caçada pode ser uma perda de oportunidades, mas qdo se trata de uma mulher tomando a inciativa, acho que deve ser tudo feito com muita sutileza. Eu sempre me interesso pelos caras primeiro, mas nem por isso tomo a iniciativa de ligar e falar “quer pegar um cineminha?” Acho que isso corta a vontade do cara de te conquistar, pq vc ja se ofereceu de bandeija. Alguns caras são timidos, fato. Mas vamos combinar: se vc saiu com o cara algumas vezes e foi tudo otimo (pelo menos na sua cabeça) e depois disso o cara nao te liga, acho que fica mto claro que ele “simplesmente nao ta assim… taao afim de vc”

  • Excelente post Dr.
    Boa dica do que elas não devem ler…….. Menos tempo perdido…….
    hauhauhuahuahuhauhauhuahuahuhauhuahuahuahauhuahua
    No entanto, se ainda assim, quiserem comprovar, não existe leitura inútil.

  • Oi Alexandre,

    Muito legal seu post! Você faz uma análise sensível do livro; gostei! Outro dia estava numa livraria e acabei me deparando com este livro. Fiquei um tanto curiosa e sentei para folheá-lo um pouco. Acabei lendo várias partes e tenho de concordar com você com a visão perfeccionista que Greg estimula as leitoras a ter sobre os homens e relacionamentos. Sabemos que na realidade as relações humanas não são tão lineares e perfeitas como ele descreve e orienta. É lógico que nós mulheres devemos nos amar, assim como gostar de quem gosta de nós, de quem nos valoriza enquanto mulher. No entanto, também questiono se os homens ainda não guardam um vestígio do machismo, pois, na minha opinião, vocês bem que gostam de se sentir no controle da conquista. Assim como vocês, nós também temos receio de tomar a iniciativa e levar um fora, ser vistas como “fáceis”, etc. Creio que também é a forma que se conquista (sutil ou vulgar). É complicada essa discussão. Na verdade, estou aqui para aprender mais com vocês. Beijos!

  • Hummm nao gostei desse cara ai nao em.. rsrsr
    mas adorei a sua defesa!!
    Bjin

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.