Mulheres do século XXI

Entramos em uma geração na qual as mulheres cada vez mais estão assumindo posições de destaque, papeis de liderança em grandes empresas e muitas vezes até se tornando o “homem” da relação. Homens e mulheres que hoje são mais velhos e estão mais ou menos na idade de 60 a 70 anos conseguem ver nitidamente estas mudanças.


Antigamente as mulheres eram submissas e dependiam de seus maridos para praticamente tudo, a maioria delas tinham filhos muitos novas e nem tinham tempo de curtir sequer a adolescência. O objetivo da vida era buscar um casamento já bem jovem, afinal era o normal para a época. Geralmente estas mulheres se casavam com 16 para 17 anos de idade e daí já começava uma vida sacrificada para cuidar da casa, filhos e marido.

Os anos se passaram e podemos perceber a mudança pela qual as mulheres passaram. Hoje, elas assumem cargos de liderança em grandes empresas, concluem a faculdade, fazem diversos cursos, cuidam do corpo, casam-se e têm filhos da mesma forma, mas uma grande mudança é que muitas delas pararam de dar ouvidos ao que a sociedade impõe e passaram a levar a vida a seu modo e programar as coisas no seu tempo.

mda banner 2

Devido a muitas dessas mudanças começaram a ocorrer outros tipos de problemas, agora desencadeados nos seus relacionamentos. Quando uma mulher assume um papel de liderança isso muitas vezes não ocorre apenas no ambiente profissional e se estende também para o familiar. Muitas mulheres têm bons salários e chegam a ganhar o dobro dos seus maridos e existem casos em que apenas elas trabalham e os homens cuidam da casa e dos filhos. Parece meio louca esta inversão, mas acontece em muitas famílias atualmente.

Esse papel de liderança nas famílias e conseqüentemente nos relacionamentos faz com que os homens muitas vezes se tornem submissos às suas vontades e com isso muitas mulheres perdem o interesse pela relação. Mesmo com tantas mudanças algo ainda ficou preservado: A mulher prefere um homem que lidere, tome decisões, convide para programas e tome a iniciativa nos relacionamentos, mas por que isso ocorre?

Mesmo com tanto poder e tanto destaque social, a mulher ainda preserva a essência do romantismo. Ter um homem que chame para sair, que apenas diga: – Nós vamos viajar semana que vem para descansar, programe-se! Ou – Hoje o dia é nosso, vamos jantar fora! Estas surpresas e a ideia da conquista diária são muito importantes nos relacionamentos. Não se trata de fazer programas caros nem surpresas mirabolantes seria apenas a idéia da lembrança de querer transformar um simples momento em algo especial, mostrando que se preocupa.

Mesmo com tantas mudanças os homens têm que continuar a assumir seus papeis no relacionamento não deixando que sua parceira perca o interesse na relação, como falamos, não é uma questão financeira é apenas essência e deixar que elas não se sintam sobre o total comando da relação. O caráter primitivo prevalece mesmo que nos dias atuais só que de forma mais branda – O homem tem sim o seu importante papel na relação e deve assumir este comando para que sua parceira não perca o interesse.

Concorda?

O que achou do artigo?

comentários

Este artigo foi escrito por um dos nossos especialistas.

3 comentários No Mulheres do século XXI

  • Jose Emanuel

    Aprendi bastante com esse texto, e é verdade hoje em dia as mulheres tem muita liberdade e por muitos lados isso é bom, e o homem mesmo assim tem que continuar encantando essas lindas e gatas mulheres com sua liderança e sua proteçao.

  • DOUTOR.
    Falando francamente não é bom ter esta liberdade social, de não ter que depender de ninguém, ter a pessoa com você, mas saber que é uma pessoa liberada, livre e totalmente independente.
    Eu acho simplesmente a gloria ser assim.
    Os tempos não mudaram quem mudou foram as mulheres, pois viu que era tempo de mudança e foi por ai…
    Deixo um abraço.
    ClaraSol

  • “A mulher prefere um homem que lidere, tome decisões, convide para programas e tome a iniciativa nos relacionamentos, mas por que isso ocorre?”. É porque quanto mais o cara for do tipo que lidera, toma decisões, mais masculino ele parece e, portanto, é mais atraente. Na verdade, nós gostamos que um cara tome decisões em conjunto com a esposa. Mas se ele já tem a atitude de ter iniciativa e tal, é mais atraente… Assim como um cara com voz grave, masculina é mais atraente do que um cara com voz fina..

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.