O que aconteceu com o cavalheirismo?

Man Scratching Head
Microsoft Images

Ontem um site de relacionamentos divulgou o resultado de uma pesquisa que me fez relembrar uma situação pela qual já passei.
Essa pesquisa revelou que:

70% dos homens pagam a conta no primeiro encontro por uma questão de educação, e 44% das mulheres disseram que, quando elas se oferecem para dividir a conta, fazem isso só para testar o companheiro.

É a mais pura verdade!
Olha a situação que já aconteceu comigo:

Conheci um camarada que me convidou para ir ao cinema.
Na bilheteria, a atendente informou o valor dos dois ingressos.
Eu, na mais pura inocência, abri a carteira e peguei o valor trocadinho da minha entrada. Entreguei para ele.
Esperando que ele falasse: “Imagiiiiiiiiiina! Que é que é isso”?, fiquei chocada com a atitude dele: simplesmente pegou o meu dinheiro, colocou no bolso, pegou uma nota de 50 e pagou as duas entradas! Mas eu fiquei com tanta raiva que nem consegui prestar atenção no filme!
Quando a sessão acabou, fomos tomar um sorvete. E mais uma vez quis testar o rapaz. Quando chegou a hora de acertar a conta, fiz a mesma coisa: abri a carteira, tirei o dinheiro exato para o pagamento do meu sorvete e ele fez a mesma coisa: colocou o meu dinheiro trocado no bolso e pagou com uma nota maior. Ou seja: ele teria dinheiro pra pagar a minha parte sim!
No fim do encontro, quando ele foi pagar o estacionamento, ficou feliz da vida quando descobriu que tudo o que “ele” tinha consumido no shopping era o suficiente para isentá-lo do pagamento do estacionamento.

Nem preciso falar que depois disso não quis saber mais desse cara! Se ele fez isso comigo no primeiro encontro, imagine nos próximos?

mda banner 2

Concordo que um casal possa dividir uma conta, mas o primeiro encontro é uma situação muito especial, onde você está avaliando e também está sendo avaliado. É como uma entrevista de emprego: você vai com a sua melhor roupa, tenta impressionar o entrevistador, toma cuidado no que vai falar…

Mas tenho reparado que os homens acham que não precisam mais ser cavalheiros.

É por isso que hoje em dia é difícil ver um homem te dar a passagem ao entrar ou sair de um recinto; ceder o seu lugar em um transporte público (isso quando ele não te passa a perna para conseguir a cadeira). E nem tô falando em abrir a porta do carro ou puxar e empurrar a cadeira para uma mulher se sentar, mas de simples atos de pura educação como ver uma mulher carregar uma caixa pesada e se oferecer para ajudar, “socorrer” uma mulher quando ela cai do salto em vez de cair na gargalhada…

Mais um vez mulheres, aconselho a se darem valor e não aceitarem esse tipo de atitude no primeiro encontro, para que na próxima pesquisa o resultado não seja: “homens acham normal não pagar a conta no primeiro encontro”. Aí já é demais!

Fonte da pesquisa: INFOBR.

Rate this post

Relações Públicas, pós-graduada em moda e logo logo uma maquiadora profissional. Sua missão no CM será desvendar a opinião masculina para tentar esclarecer dilemas femininos. Também é autora do blog Atitude Hot Pink, outro canal onde também fala sobre comportamento, além de moda, beleza e variedades.

8 comentários No O que aconteceu com o cavalheirismo?

  • Se vc acha justo que homens ganhem mais do que mulheres, sua insatisfação com o rapaz é compreensível, e aconselho que procure um machista para relacionar-se, mas se acha que o certo é a igualdade de direitos e também de deveres, nesse caso só posso pensar que vc é somente uma aproveitadora. E o que pude aprender com os anos que tenho é que ,a maioria, mulheres pensam que homem tem a obrigação de ajudar a lavar a louça, mas na hora de descarregar o caminhão de cimento elas não tem nenhuma tarefa à fazer . “O cavalheirismo é a parte do machismo que as mulheres lhes acham conveniente. ” .

  • Bacana né Chiara…Morro de rir com o comentário da mulherada…rsrs.

  • Muito bom esse blog, acabei de ler esse artigo e me encantei pelo conteúdo.

  • Não concordo com nada.

  • Clarissa Castelo Branco, são dois posts distintos. Minha parte está aqui:
    https://cerebromasculino.com/2011/02/pagar-ou-nao-pagar-eis-a-questao/

  • Lafaete Araujo Rios Araujo

    Concordo plenamente com o texto, isso faz parte da conquista e você desde do primeiro encontro não ficar impressionada com o cara, e ele não fazer a mínima questão para que isso aconteça, não deixe que passe realmente do primeiro encontro, finaliza por ai.

  • Poxa eu só li porque achei que Pedro Ivo Genú ia botar terror nas mulheres. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK… Pensei que ia ter aqui assim "olhe deixe de ser pirangueira e rache logo tudo, não querem direitos iguais? Então rachem restaurante, cinema, motel e se for beber água mineral que pague a sua". KKKKKKKKKKKk…

  • Carol Alexandre

    Muito bom Lilian … Concordo ctg…

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.