OUTRA SOLUÇÃO

IMAGEM RETIRADA DE: liisam.tumblr.com

Não sei por que às vezes me ponho a pensar e a escrever coisas que sinto, acho que é porque não tenho coragem de dizer que te amo.

Às vezes eu penso que seria mais fácil eu chegar perto de você e com uma desculpa qualquer começar a falar com você, dizer pra você tudo aquilo que sinto e como desejo você ao meu lado.

Mas me falta argumentos ou até mesmo coragem.

Eu o amo, mas sei que irei perdê-lo porque não tenho um pingo de segurança que faça dizer o que sinto.

mda banner 2

Agora só me resta te esquecer, só resta imaginar que eu nunca te vi nunca te conheci, pois eu sei que não existe outra solução.

Hoje gostaria muito de falar sobre esses cinco pontos destacados neste texto em negrito. Muitas de nós já tiveram essas sensações um dia ou pior ainda terá.

Escrever também para mim é muito mais seguro que falar, isso em relação aos meus sentimentos, pois a folha não acusa, não aconselha, não renega e não julga ninguém e é por esse motivo e muitos outros que muitas mulheres preferem guardar seus sentimentos em gavetas a expor e ser humilhada ou qualquer outra coisa que a faça sofrer.

Dizer à pessoa amada que a ama não é fácil, eu particularmente prefiro ouvir primeiro, confesso que é um ato de coragem pra mim e que penso muito antes de assumir um sentimento como esse e mesmo quando falam algumas mulheres não repetem. A mulher tem como fama a de falar demais, mas nesse sentido muitas de nós nos calamos, não é mesmo?

A falta de coragem feminina nesse caso não pode ser generalizada, muitas hoje em dia assumem os seus sentimentos, gritam nas redes de relacionamento como o face book, Orkut, MSN colocando frases que expressam tudo o que seu coração e corpo quer dizer. Acredito essa ser uma forma indireta que a mulher também encontrou para não guardar esse que deveria ser um sentimento tão lindo, mas que por muitas vezes nos provoca tantas dores.

E acabamos por perder, perdemos o tempo hábil do amor, perdemos oportunidade de sermos felizes porque não demonstramos o que sentimos o mundo agora é tão diferente, tudo é muito rápido e o amor também quando não alcançado ganha asas e voa pra bem longe.

E depois ficamos imaginando como seria se tivéssemos vivido esse amor, ficamos num sofrimento sem fim tentando esquecer, questionamos, procuramos respostas e ouvimos conselhos, mas geralmente o que desejamos realmente é que tivéssemos feito tudo diferente, amado mais e tido menos medo.

Agir com o coração, ouvindo a razão pode ser um bom começo.

 

Sara Mel

30/04/2011

[email protected]

http://twitter.com/Sarammel

http://www.facebook.com/profile.php?id=100001624131488

WWW.textosdasara.blogspot.com

 

DESCRIÇÃO DO VÍDEO: Eu te amo calado – Lulu Santos

 

 


Jussara de Melo, escrevo nas categorias crônicas e poesia e espero utilizar esse espaço como forma de recuperar o romantismo, a sensibilidade e a formosura feminina que nós mulheres todas temos dentro de nós. Nos meus textos você encontrará: amor, desejo, emoção, fantasia, esperança e muita paixão. Frase preferida: Antes de falar, escute. Antes de ler, pense. Antes de criticar, espere. Antes de orar, perdoe. Antes de desistir, tente. E-mail: [email protected]

15 comentários No OUTRA SOLUÇÃO

  • Oi Adria…você é tão novinha pra sofrer né!
    Eu acho que o Gleimes provavelmente não estava pensando em algo assim tão sério, tipo com aprovação dos pais e tudo mais. Nessa idade os garotos querem curtir, ficar, namorar muito, beijar muito e sem tanta complicação. Aliás o homem em geral prefere um relacionamento sem tanta cobrança. Seria bom se você tivesse coragem para perguntar afinal o que ele sente por você, ai flor você poderia começar a agir, convencendo seus pais de que vocês se amam e querem poder ficar juntos com a aprovação deles ou tentando seguir sua vida sem ele. Sem saber, você não terá como agir.
    beijuss da sara 🙂

  • Bom, eu estou gostanto muito de um rapaz da minha escola, eu tive coragem de dizer para ele que eu estava gostando inclusive chegamos até a ficar, porém, eu o tenho perto e ao mesmo tempo tão longe, depois desse dia, tivemos uma conversa séria, e falei que eu tinha apenas 15 anos e que meus pais não iriam aceitar nosso namoro, foi então que ele decidiu que não iriamos nos relacionar, enquanto meus pais não deixassem, depois dai continuamos perto um do outro, mas sem envolvimento sabe, ainda gosto muito dele, não sei se ele gosta de mim, pois o Gleimes é indedutivel, ora, não se sabe se ele gosta ou se não gosta, e não tenho coragem de perguntar, nem falar mais nada a respeito de nós dois, nossa meninas não tem nada mais doloroso que isso, ou melhor, pode até ter, mas isso dói muito óh. beijos.

  • Esse texto que fala do amor é muito lindo.
    Parabéns pelo texto, pois escreveu tudo o que nós mulheres realmente sentimos quando amamos alguém, o medo que sentimos de demonstrar nossos sentimentos. Gostei do texto, pois é realidade de algumas mulheres.

    Beijos

  • É verdade Tamires as vezes deixamos o tempo escorrer por nossas mãos e quando vemos muito tempo já passou. Mas acredito que há tempo para tudo, para o não e para o sim. Apenas temos que deixar falar também o nosso coração.
    Que bom que voltou tava morrendo de saudade já menina.
    beijuss da sara 😉

  • saudade de postar e ler seus textos Jussaraa..
    gostei muito do que tenha escrito,sentimos tão inseguras
    em falar no que sentimos parece algo que nos prende em falar com
    a pessoa amada, devemos deixar a insegurança e agirmos por impulso e falar com a verdade, é tão bonito dizer palavras sinceras,tocar a pessoa que gostamos muito, devemos aproveitar sempre naquele momento,pois não sabemos se haverá outra oportunidade.
    a vida é feita de uma caixinha de surpresa,
    não esperemos no que espera.
    vamos aproveitar a vida como se fosse o último instante *_*
    um enorme beijo
    fica com Deus.

  • Tais…talvez isso ocorra com vc porque ainda não sentiu que também é amada de verdade. obrigada por participar do CM.
    beijuss da sara 🙂

  • Sinceramente,quando estou apaixonada me calo,parece que é um medo de perder aquilo que ainda nem tenho…parece que essa música é o meu agora,amando calada,as vezes me pergunto se realmente estou sentindo algo forte,o tempo me diz que sim, pois já tentei esquecer e não consigo. Vivo minha vida normalmente, mas parece que falta algo, é mais forte que eu sabe,os pensamentos, tudo.
    Gostei muito do post Sarah.

  • Day…achei ótima sua colocação, digamos que estou aprendendo agora a me colocar de uma forma mais direta frente aos meus sentimentos também.
    Amanda…Quando não tocamos, sentimos, ouvimos, cheiramos, beijamos, e várias outras formas de carinho e optamos por ficar frente à uma tela pensando que assim conseguiremos nos proteger deixamos também de sentir e vivenciar as varias formas do amor, da dor, da saudade, do querer bem. Os tempos modernos estão ai para nos ajudar e não para nos manter alheios ao mundo.
    beijuss da sara…sempre apaixonada 😀

  • Esrever ainda é a forma mais segura de Amar para uma mulher, pois como você mesma cita o papel não vai lhe regeitar e acredito que isso seja bem colocado na misica “o caderno”, ter coragem é dificil e complicado, pois com toda essa nova tecnologia parece que as pessoas se distanciam cade vez mais e mais umas das outras, mas é certo que isso tem que mudar.

  • Dayane Esli

    O amor pra mim, é sempre algo grande d+ pra ser guardado… Passa ser constante como a respiração, faz parte de quase todos os pensamentos e as vezes eu até duvido que algo já tenha tomado forma física dentro de mim… 😀
    Em todos os meus relacionamentos o amor é sempre muito sincero e sempre verdadeiro, pra mim é muito importante que as pessoas saibam que eu as amo, principalmente o homem amado!
    Ouvir “eu te amo” pra algumas pessoas são palavras fundamentais (eu sou uma delas), e esse “medo que restringe” quase ou nunca ajudam…

    Bom tema abordado Sara…

  • Ola meninas.. quanta gente aki corajosa nao? Eu nao sou assim.. tenho ”medos”.. Insegurança.. o e o maior de todos pra mim.. o medo da rejeição.. mas tmb só digo se ouvir antes..e digo apenas se tiver certeza da que sinto.. nao vou falando isso sem ter certeza..Complicado neh..
    bjuss a todos
    Parabéns pelo blog.. divertidão.. interessante…:)

  • Meninas…eu sempre opto pelo meio termo.
    Se você está recebendo carinho, amor, atenção que mal há em retribuir?
    A única coisa que não pode acontecer é jogarmos palavras “ao vento”
    beijuss da sara 😉

  • Bom saber que mais mulheres tmb têm este medo..eu não digo.. mesmo que eu sinta..digo só se ouvir primeiro… Tenho medos..inseguranças.. e mesmo assim por ex.. se ele já me disso “”Eu te amo””.. eu ja respondi que “”tmb o-amo””..e depois torno a dizer ele nao me diz no mesmo ato”eu tbm”.. eu ja fico com receio de dizer novamente(srsrs… confuso.. mais é isso).Eu acho bacana a atitude da Naty de ir falando assim o que ela sente e tal… nao tenho a mesma coragem..rsrs Parabéns!
    bjus a todos

  • Sara,

    Lindo o seu post!
    Concordo com tudo o que disse, mas acho que sou uma excessão.rs
    Quando estou apaixonada, ou amando alguém eu falo, me declaro, abro o meu coração. Algumas vezes me frustrei, me decepcionei, mas levantei a cabeça e segui em frente… Vou sempre dizer, vou continuar expressando o que eu sinto, até encontrar alguém que estaja disposto a não apenas falar que me ama, mas me amar de verdade também. Um beijooooo

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.