Pensei que fosse novela.

Primeiramente parabéns pelo site!

Bom, eu e meu namorado brigamos bastante, para falar a verdade esse bastante quer dizer que é todo dia, e no mínimo 5 brigas por dia . Nós namoramos há 7 meses e nesse tempo  ja terminamos e voltamos várias vezes, várias vezes mesmo! Tem semanas que a gente termina pelo menos 4 dias na semana. Eu tô me sentindo cansada disso tudo, certas vezes sinto um nojinho dele e eu não quero sentir isso por ele.

Ultimamente nós estamos sem nos falar isso já faz 4 dias, mas ainda estamos namorando, :s mas não estamos nos falando, nem se encontrando nem nada. Esta tipo cada um pro seu lado ,’sabe? Isso porque nós brigamos há alguns dias atrás e ele não veio atrás e nem eu fui, então ele está esperando por mim e eu por ele. Eu só não vou atrás dele porque ele é muito orgulhoso, me magoa muito com as palavras dele, me ofende bastante e depois acha q é só pedir desculpa e fica tudo bem, e na verdade ele sempre comete o mesmo erro novamente. Eu também não vou atrás porque foi ele quem errou e eu espero que ele PELO MENOS assuma isso!

Eu gostaria de entender porque tantas brigas, todos os dias.  Queria saber o que eu devo fazer, estou bastante confusa. Não sei se termino ou se continuo com isso.

mda banner 2

Obrigada desde já.


Olá N,

Márcio Oliveira
Márcio Oliveira

A História de Ana Raio e Zé Trovão foi uma telenovela brasileira produzida pela extinta Rede Manchete no ano de 1990, mas pelo que vagamente me lembro, quando os dois se conheceram era um tal de ódio de um lado e ódio do outro. Era briga de um lado e de outro, ou seja, algo muito parecido com a sua história. Mas em uma novela pelo menos há uma intenção que tudo acabe “bem” e acabar bem significa que o tal amor se sobrepõe às diferenças e orgulhos bestas, toca o coração de ambos e eles conseguem conviver em paz e felizes.

É claro que novela tem essa tendência justamente para embutir na cabeça das pessoas que tudo pode ser assim e com isso as pessoas até insistem em certas situações achando que um dia virá uma luz que salvará o relacionamento desgastado e quase que inviável de se compor.

Tudo bem que tem dias que o casal tem que compreender que um não está para o outro, e ai a gente tem que perceber que isso não tem nada a ver com o sentimento que cada um possa ter pelo outro e nem há motivos para criarmos neuras achando que o outro está diferente, ou que tem outra(o).

Diante da sua história juro que pensei que parecia coisa de inicio de novela, mas em novela esse tipo de situação não dura tanto tempo assim. Agora eu fiquei curioso para saber até onde vocês pretendem levar esse tipo de relacionamento, quer dizer, há relacionamento? A não ser que vocês se deêm muito bem na cama porque foi a única área que imaginei que poderia ter algo bom, mas mesmo se fosse, relacionamento não dura somente apoiado em um aspecto apenas porque até mesmo uma boa conversa, carinho e risadas espontâneas são gostosas durante e depois do sexo.

Sinceramente N. , eu não entendo a sua confusão, aliás, eu entendo sim. Tem pessoas que se engancham umas nas outras de tal maneira que as brigas, reclamações e insatisfações acabam sendo a base do relacionamento. Algo da subjetividade de um bate no outro e está feita a “parceria”, mas é algo que desgasta muito, muita energia acaba sendo desperdiçada com algo que nem ao menos proporciona uns dias de tranquilidade e paz. Pensando nisso talvez lhe ajude a saber o que fazer, porque eu entendo um casal como algo a dois e não um contra o outro e nesse caso, essa história passou de uma novela para um filme do Senhor dos Anéis e com direito a batalha campal.

Até mais!!

Márcio Oliveira

[email protected]
Meu
Blog: As Palavras

Tem pressa para receber sua resposta? Deseja
atendimento personalizado e ao vivo? Assine um Plano VIP.

Perfil do orkut (recém criado): http://w
ww.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6153601257327704676

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e
saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Psicólogo, consultor de relacionamentos e quase Mestre pela USP-SP. Meio NERD, completo romântico, mas não abre mão de um intenso beijo na boca e um alinhamento entre coração, corpo e mente.

6 comentários No Pensei que fosse novela.

  • Marcio simplesmente perfeito como em tds os posts!
    Mas pra vc, eu acho q vc deveria sentar e conversar com ele como adultos, nao como dois meninos… Sabe, diz que vc quer um relacionamento de vdd, quer ser feliz e quer que ele seja tb.
    Eu smp acho q um relacionamento tem q trazer PAZ, ALEGRIA, nao brigas e tristeza… Ha um pouquinho deles sim claro, mas nao deve ser o tmp todo, e se é o tmp td é pq alguma coisa errada tem…
    Pensa nisso e mto boa sorte 😉

  • É que eu acordo cedinho e vc não!
    Ops…brincadeirinha 😉

  • jaciara carreira

    MARCIO VC SEMPRE ARRASA
    mas nas novelas na maioria das vezes acaba tudo bem,mas na vida real, nem sempre é assim na minha opinião só tende a piorar,e com certeza não conseguimos segurar um relacionamente apenas tando certo nisso ou naquilo.PARABENS.

  • jaciara carreira

    Ju ADOREI o seu comentário disse tudo, hoje em dia é preciso muita cautela

  • jaciara carreira

    Ah! Ju, cheguei depois de vc de novo.Brincadeirinha.

  • Oi N.
    Eu adoro uma novela, tipo “dramalhão mexicano”, mas é ficção né.
    Eu não sei qual a porcentagem de chances de um menino tão briguento se transformar num homem carinhoso, um pai amoroso e um amigo compreensivo. Os doutores do CM devem saber.
    Só sei que com o tempo percebemos que não podemos mudar as pessoas, elas só mudam se quiserem.
    Agora, você na minha opinião é a única que pode escrever sua história com um final feliz, e claro se possível, sem precisar fazer o “papel de mocinha” porque nas novelas elas sofrem o tempo todo e só sobra o último capítulo para ser feliz.
    Nesse caso melhor é um papel de coadjuvante, personagens normais, que se divertem em todos os capítulos.
    beijuss 🙂
    Ahhhhhhhhh MARCIO arrasou de novo!

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.