Perfil

Sou pardo.

De mãos calejadas,

E olhos inchados,

Tingido com suor colorido,

Que delineia um vértice em mim.

mda banner 2

Sou pardo.

Carrego pedras, como areia,

Conduzo meu corpo por trilhas finas,

Sinto em mim o sol,

Que aquece e queima,

Tornando tudo que é negro… Claro.

Mas sou assim… Pardo.

Feito de aço,

Feito de calos,

Mas as mãos assim feridas,

Acariciam seu corpo nu.

Entusiasmo…

E me esqueço em você.

Calo o pensamento,

Desvio os tormentos,

E me desfaço no prazer.

Sou pardo.

Mulato ossudo,

Crioulo forte,

Resistente e pobre,

Mas nobre.

Sara Mel

10/10/2010

[email protected]




Sugestão de Vídeo:

Descrição do vídeo: Meninas do blog! Eu não sei se vocês já conheciam esse vídeo da Beyoncé, Halo. Eu me apaixonei por ele. Beijuss Sara

Jussara de Melo, escrevo nas categorias crônicas e poesia e espero utilizar esse espaço como forma de recuperar o romantismo, a sensibilidade e a formosura feminina que nós mulheres todas temos dentro de nós. Nos meus textos você encontrará: amor, desejo, emoção, fantasia, esperança e muita paixão. Frase preferida: Antes de falar, escute. Antes de ler, pense. Antes de criticar, espere. Antes de orar, perdoe. Antes de desistir, tente. E-mail: [email protected]

13 comentários No Perfil

  • Que fofo, ele realmente me faz muito feliz!!!
    Bjus 🙂

  • Muito bonitinho você e seu amore juntos!
    Te falei né, e é verdade, ver a felicidade e o amor me comove.
    Que sejam muito felizes e abençoados sempre.
    beijuss da Sara 😉

  • Sara, muito obrigada.
    Fiquei até vermelha…risos
    Bjão

  • Muito lindo o texto…como todos os outros!♥
    Bjoss

  • Drika, acredita que pensei justamente em vocês quando postei este texto, achei tão bonitinho vocês juntinhos e não resisti.
    Que bom que gostou!
    beijuss da Sara :p

  • Não existe preconceito que não se dobre ao amor!!!!
    Meu namorado é negro e tenho o maior orgulho dele, por tudo que ele conquistou e não vejo diferença alguma entre nós.
    Lindo poema Sara!

  • lindoooo…

  • Obrigada meninas!
    No amor não há barreiras, nem preconceito, nem desigualdades. Quando amamos verdadeiramente, amamos a essencia, não existe o feio, não existe o bonito, o gordo ou magro, o alto ou baixo, o novo ou o velho…Simplesmente existe amor.
    O amor na forma mais forte, o amor que respeita, que divide, multiplica e traz felicidade.
    É esse o amor que reconheço
    Beijuss da Sara

  • Um texto maravilhoso, onde nos faz lembrar o quanto os negros sofreram no tempo da escravidão e refletir sobre a desigualdade social que infelizmente até hoje existe.
    Mais uma vez parabéns por seus lindos textos.
    Beijos!!!

  • jaciara carreira

    LInda poesia.
    Com uma linda canção.
    E um negro de tirar o folego.
    Aliás eles são ditos como os homens de corpos mais perfeitos.
    E infeliz seres humanos que um dia os escravizarão.
    Parabéns.

  • Mt lindo esse poema, parabéns Sara
    Num vejo a hr de vc escrever um livro, garanto qe uma compradora ja tem
    Beijos

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.