Que atitude tomar com meu ex?

Caro doutor neurônio,
Há uns meses conheci um rapaz por intermédio de amigos, simpatizamos e começamos a ficar. Nos víamos e nos ligávamos quase todos os dias, e nos dias em que não podíamos nos ver, nos falávamos por internet ou telefone. Era um relacionamento quase-namoro, pois ele via me buscar em casa, íamos a lugares públicos, saíamos com meus amigos e com os amigos dele. Eu já havia ido até algumas vezes ao prédio dele, que ele havia me convidado para tomar banho de piscina e pro aniversário dele tbm. Todos já estavam na dúvida de quando iríamos namorar.  Quando a coisa passou de 1 mês, comecei a ficar preocupada, pois eu estava apaixonada por ele e queria namorar, enquanto ele me parecia muito confortável com a situação e gostar de mim, mas não sabia se ele queria oficializar a situação, uma vez que, para namoro, só faltava o nome. Então comecei a soltar indiretas, as vezes de leve, as vezes indiretas-diretas… e ele sempre se saia…
Até que um dia, num de nosso muitos almoços juntos ( pois estudamos na msm universidade, e sempre almoçávamos juntos), nós estávamos descansando no carro e ele decidiu oficializar a situação… perguntou se eu só estava esperando ele se decidir, saber se aquilo era um namoro, e eu disse que sim, então ele disse que era um namoro. Começamos a namorar. Isso foi numa terça-feira. Chegando sexta, ele disse q n poderia me ver no fds, pois tinha uma prova para estudar. Nos falamos na sexta por telefone e msn. Nos falamos no sabado por telefone, mas cedo da noite, qd foi mais tarde, na hr em q tinha ficado combinado q eu ligaria, ele não atendeu o telefone… liguei umas 5 vezes e ele n atendeu. No domingo, qd acordei, n havia nenhuma chamada não atendida… umas 3h da tarde liguei pra ele, pra saber o q estava acontecendo… ele estava com um amigo indo “supostamente” resolver um problema do menino. Fiquei com muita raiva, pois ele não tinha tido tempo para me ver no fds porque ia estudar, mas teve tempo para sair com o amigo. Ele disse q qd chegasse em casa me ligava. Nunca ligou… veio me ligar na segunda-feira as 7h da noite, me pedindo pra entrar no msn. Entrei no msn, ele conversou toda aquela conversa clichê de que não estava preparado para assumir um relacionamento cmg agora, que o problema n era eu, era ele, e etc.. essas coisas. Pois creia…. ele terminou comigo pelo MSN. Uma pessoa de 23 anos!!! ¬¬
Fiquei arrasada, pq eu realmente estava gostando mto dele, estava apaixonada. Fiquei na merda, por assim dizer.
Enfim… mas fiquei na minha, não fui atrás, não liguei, não mandei msg… tá…. andei atualizando BASTANTE coisas e músicas relacionadas a nós no orkut, o que ele deve ter notado. Mas nada direto. Sai pra festas, aproveitei na medida do possível, fiquei com outros meninos que há tempos tinha vontade de ficar, curti. Só que ai depois de um mês que terminou, mandei recado pra ele no orkut, comentando de uma música nova de uma cantora que gostamos, que havia sido lançada, ele respondeu simpatico como antes. E no msn tbm, falei com ele, foi o msm de antes. Nunca tinhamos nos visto após o término. Mas fds passado teve um show em minha cidade e nos encontramos. Conversamos bastante, perguntamos coisas que nossas vidas, coisas que estávamos fazendo… enfim… botamos “as fofocas em dia” por assim dizer… e ele sempre conversando com um sorriso no rosto pra mim, próximo… tímido talvez…e eu tbm… sempre com um sorriso, próxima…conversava tocando no braço dele… os amigos dele vinham e tentavam nos incentivar pra gente ficar. Enfim… comecei a achar aquilo tudo mto constrangedor, porque já fazia mto tempo que estávamos conversando e decidi ir embora. Na hora de nos despedir demos um selinho sem querer e eu saí mais arrasada ainda. Ai logo em seguida encontrei um rapaz que vinha dando em cima de mim e ficamos… quando estávamos de mãos dadas, meu ex passou por nós e viu… fiquei mais arrasada ainda… porque eu queria estar com meu ex e estava ficando com o outro. Me sentindo idiota, sabendo que meu ex não tava nem aí pra mim.
Resumindo, vai fazer uma semana que o vi pela primeira vez depois de terminado, deu saudades, queria voltar a manter contato de alguma forma, começar a história de novo…pelo menos tentar… dar sinais… mas acho que ele não quer nada mesmo. Até hoje não entendo o porquê de ele ter terminado comigo, achei meio precipitado. Devo deixar do jeito que está, ou ir atrás??

Agradeço desde já ao Doutor Neurônio.
Um abraço!

Maria Augusta (nome fictício)


mda banner 2

Cara Maria Augusta,

Muito obrigado por enviar sua dúvida.

Os homens, mesmo quando estão interessados na parceira e gostam dela, mesmo que não tenham vontade de ir pra balada e pegar todas, gostam de saber que têm essa opção se quiserem. Por exemplo, “eu gosto da minha ficante, e só faço programas de casais, mas se quiser ir pra balada solteiro, eu vou. Afinal, eu sou solteiro”. É muito bom saber que você é livre, que não precisa dar satisfação para ninguém (mesmo que dê, mas é “porque quer” [pelo menos gostamos de acreditar nisso]), e que é independente no sentido da vida pessoal.

Isso é estranho realmente, e difícil de entender, mas somos assim. Então é normal o homem sempre fugir ou mudar de assunto quando a garota começa com indiretas assim. Na verdade, a maioria dos homens só namora quando é muito pressionado e jogado na parede pela ficante.

Quando ele finalmente a pediu em namoro, sua atitude mudou. Provavelmente porque ele se arrependeu e como é difícil voltar atrás em relacionamento, passar de namorados para ficantes novamente, ele usou o fim de semana para decidir. Na verdade, ele teve uma atitude covarde, parece que utilizou uma técnica extremamente comum entre os homens com namoradas, que é a de provocar briga propositalmente quando queremos ir pra balada ou pegar alguma outra.  Ele falou que não teria tempo para vê-la, mas também que saiu com um amigo para resolver um suposto problema. Seria muito mais fácil falar que ficou estudando ou trabalhando. Praticamente todas as mulheres começariam uma briga, e no meio de uma briga fica muito mais fácil acabar o namoro.

Eu não acho nada demais acabar pelo MSN, na verdade acho até muito mais fácil e menos destrutivo para os dois. Quem quer acabar não precisa ver a tristeza do outro e quem levou o fora não precisa tentar segurar o sentimento. Acaba facilitando tudo e tornando melhor para ambas as partes.

Eu desaprovo totalmente o seu comportamento pós namoro de querer voltar, não ir atrás nem tentar ao menos conversar, e ainda ficar atualizando o Orkut com músicas relacionadas aos dois e tal. Um detalhe: homem não é como mulher que fica olhando as atualizações da ex, e tentando analisar o que quer dizer. Nós olhamos o “status” ou seja, qual o relacionamento, os recados (para ver se ela está de papo com algum outro) e as fotos (para ver se está indo pra night e tomando todas, se está com alguém, etc). Apenas isso. Se queria voltar, deveria ao menos ter tentado conversar, aí sim entenderia o porquê da sua atitude.

Eu também não compreendo esse “curtir” que as pessoas fazem após fins de namoro. Vão pra night, enchem a cara, ficam com outros, se na verdade gostariam de estar com uma pessoa específica. Como já disse diversas vezes em posts anteriores, quando um namoro acaba o correto é se encontrar, achar a sua paz, para apenas depois disso poder sair e ficar com outras pessoas. Caso contrário, de nada adianta. Você apenas se sente pior. Não estou dizendo para não sair, saia sim, mas para se divertir, não com intenção de conhecer pessoas novas, pelo menos enquanto ainda não estiver bem consigo mesma.

Quanto a ele responder normalmente como antes é, na verdade, a atitude que se esperaria dele, pois vocês não acabaram brigados e quem decidiu acabar foi ele. Não significa algo necessariamente.

Quando você finalmente encontra o seu ex que ainda é apaixonada, ficam os dois conversando, rola um clima, e decide ir para outro lugar, pois estava constrangedor. Até aí tudo bem, dá para entender. Mas quando se despedem acabam dando um “selinho” e você vai embora?!? Essa era a sua chance, se teve o “selinho”, era pra ter continuado, transformado-o em um beijo de verdade. Ou, se não quisesse ter tomado a iniciativa, deveria ter ficado olhando para ele, ou pelo menos ter ficado parada na frente dele. Provavelmente algo teria acontecido.

Mas a situação ainda piora: você sai depois disso e ainda fica com outro no mesmo ambiente que o seu ex (o qual é apaixonada) está, e pior, depois do que acabou de acontecer. Eu realmente não consigo entender essa atitude. Pensei muito e simplesmente não faz sentido para mim. Quando estou em uma festa ou balada e encontro alguma ex que ainda sinto algo ou que acabamos recentemente, faço questão de não ficar com ninguém. É desnecessário se eu não sentir mais nada, e é boicotar minhas chances com ela se ainda quiser ter algo.

O que você fez foi ficar com alguém que você não gosta na frente de quem você é apaixonada. Depois ele viu, o que era de se esperar, diminuiu bruscamente suas chances, pois seu comportamento não foi dos melhores na visão dele.

No e-mail, você também comenta que seu ex não está nem aí pra você.  Como você sabe? Ou apenas acha? Se souber, então a resposta já está aí. Siga sua vida e esqueça-o. Mas siga em frente de uma maneira boa para si mesma, que te faça bem, não da maneira auto-destrutiva que tem feito. Siga os conselhos que dei no post “Será que um dia, essa dor passa?” .

Se acha que tem chances de voltar, pode começar um contato leve, como troca de recados no orkut esporadicamente ou algumas conversas no MSN. Depois, se tudo estiver indo bem, pode mandar mensagem no celular de tempos em tempos (tempo longo, não todo dia ou a cada dois dias. No máximo uma mensagem por semana). Mas saiba que tendo esta atitude, nunca vai esquecê-lo. Cabe apenas a você decidir.

Quanto aos motivos dele ter acabado, apenas me vêm três: ele não queria te namorar, ele não queria namorar ninguém ou sentia algo por outra pessoa.

Eu não posso te dizer o que fazer, pois não estou sentido o que você está. O que eu posso fazer é facilitar a sua decisão. Espero ter conseguido isso.

Um beijo,

Doutor Neurônio.

Siga o Cérebro Masculino no twitter: http://twitter.com/CerebroMasc e saiba instantaneamente quando o blog é atualizado.

Envie você também sua história para [email protected] que terei o maior prazer em ajudá-la.

O que achou do artigo?

comentários

Um amigo que fala a realidade na cara, sem mimimi ou enrolação. Conta a mais pura e simples verdade, doa a quem doer.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.