Tentei suicídio por amar demais

Olá Dr. D…Primeiramente gostaria de elogiar e agradecer os ite , pois já apliquei conselhos lidos aqui e deu muito certo !!

E é por isso q estou desesperadamente enviando minha dúvida…Eu gostaria de saber se meu casa ainda tem salvação. Eu namorava um rapaz e minha familía aceitava muito bem , até que resolveram proibir o namoro. Mesmo assim continuei namorando escondido durante um mês , mas era tudo muito complicado e devido a minha ausência na vida do meu namorado, ele foi se distanciando cada vez mais  até que terminou comigo ( no dia em que fariamos aniversário de namoro ) .

Eu fiquei completamente sem chão , me encontrei procurando motivos para morrer , achava que minha vida dependia desse amor , então tive um séria tentativa de suicídio, envenenando-me.  Felizmente minha familia percebeu e me leveram ao hospital a tempo.

O tempo passou , fiz tratamentos estou recuperada das crises e não tenho mais tentativas !!! Mas mesmo tudo indo bem , ainda sinto muito falta e não sei nem por onde começar para reconquistá-lo. Minha familia aceitou novamente o namoro. Agora  só dependo dele me amar novamante , e queria conselhos de como me aproximar novamente, e como despertar o interesse tão intenso que ele tinha por mim , tenho muito medo que ele se apaixone por outra pessoa e me esqueça , por favor me ajude !!! Obrigada !

M.

Olá M.

Pensar que a sua causa tenha salvação talvez seria querer saber se você ficará com seu ex namorado, ou ele voltará pra você. Quando nos  colocamos dispostos a estar em um relacionamento isso é um investimento emocional puramente individual em um primeiro momento. Amamos e buscamos concretizar isso na vida a dois porque acreditamos nisso, porque algo dentro da gente nos diz que devemos ir adiante, que  devemos arriscar, tentar, torcer, querer, não fraquejar, não desistir,  não se deixar vencer, sonhar, correr, abraçar de corpo e alma.

Porém, todo esse nosso movimento só será possível e com sentido se feito a dois. Ao querermos no plural muitas coisas se movem e o que  antes parecia algo apenas de um sonho, passa a ser concreto e real. No seu caso Marina, você se doou e muito, não vejo nada de errado nisso, mas ao fazer isso é importante que você sinta como tudo que sente está refletindo na pessoa que está com você. Em termos práticos, quando  alguém não está em sintonia conosco é possível identificar, a pessoa dá sinais, ou então ela começa a se omitir, disfarça, desconversa, vai tirando seu time de campo entende?

Entendo que você ficou sem chão porque afinal de contas você estava disposta a passar por tudo para estar junto da pessoa que ama, porém isso não aconteceu da mesma maneira por parte dele e, infelizmente, isso pode ter acontecido por vários motivos, desde o fato de que ele sente as coisas com relação a você não tão fortes assim como pode ser porque ele não se interessou mais ou não soube como lidar com a situação. O fato é que é importante que você tenha consciência que antes de amar, cuidar de você tem que ser prioridade para que justamente o sofrimento não lhe abrace ao ponto de te dar idéias que não sejam legais para a sua vida.

Não sei se é o caso de você tentar reconquistá-lo, não vejo nada de mal nisso, mas é importantíssimo que você tenha indícios de que ele tem uma vontade de estar com você, senão com certeza será um gasto de energia tão grande e desnecessário que você poderia levar sua vida adiante e até quem sabe ser surpreendida por um outro amor. Não que  isso seja regra e que vá acontecer dessa maneira, mas estou dizendo que você pode tentar, mas até certo ponto e tendo a consciência que você pode querer ficar com ele, mas como ele pode querer não ficar com você.

mda banner 2

oOm isso cabe seguir adiante e preservar seu coração de mais um sofrimento. Se ele se apaixonar por outra pessoa e ficar com essa ela, é fato que é uma escolha possível da parte dele e resta à você ter maturidade para encarar isso como um momento para você se fortalecer e entender que o amor dura o tempo que tem que durar e que depende não de uma, mas duas pessoas, ou melhor, dois corações.

Abração!!!

Márcio Oliveira

Psicólogo, consultor de relacionamentos e quase Mestre pela USP-SP. Meio NERD, completo romântico, mas não abre mão de um intenso beijo na boca e um alinhamento entre coração, corpo e mente.

6 comentários No Tentei suicídio por amar demais

  • pucha meu anjo não acredito que seje bom voltar com esta pessoa, analize os factos pos e antes da vossa relação se ele te amasse voltaria correndo para ti depois da tua tentativa de suicidio voce mostrou que nem julieta a romeu ate onde irias por ele não axas que agora voce devia mostrar a ti mesma onde irias por ti, queres apoiarte numa espectativa de negativa de que sem ele não vives pois so o facto de teres duvidas se deves reconquistalo ja mostra a possibilidade de seres feliz sem ele …. APRENDA A AMAR QUEM TE AMA E SE ASSIM NÃO PODER SER APRENDA A AMAR O QUE A DE MELHOR EM TI, teus pais tua familia e teus amigos são os que mas sofrem com essa tua atitude ja pensaste em fazer agora algo por eles e não para um rapaz que agora nem deve pensar em ti antes de se deitar? pense bem em como ainda tens muito para viver.

  • Acabei de verificar isso. Obrigado por avisar. Problema resolvido 🙂

  • Poxa Marina…Se fortaleça primeiro, adquira outra vez vontade de continuar vivendo porque assim quando você compartilhar sua vida com alguém vai ser para ser e fazer feliz… seu namorado se resolver voltar tem que ser por amor e não por piedade. Tem que perceber em você mudança, alegria. Tenha fé.

  • O amor depende de dois corações… é por aí mesmo.

    Que bom que voltou a escrever…
    =)

  • O site está com algum problema para registrar? Tentei diversas vezes me cadastrar e só dá erro!

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.