Uma leitora – Muitas dúvidas

A leitora D. mandou várias perguntas de interesse coletivo das mulheres. São elas:

1-Gostaria de saber se os homens gostam de serem usados pelas mulheres. Para qualquer finalidade, sexo, pra sair e etc.

E eles se sentem ofendidos quando isso acontece ou para eles não faz nenhuma diferença?

2-E outra: “Toma que é de graça”!

mda banner 2

Homem rejeita mulher que se oferece para sexo e somente sexo?

3-Ela está com vontade, liga e marca, mas não para essa semana e sim para seguinte. E ele simplesmente não retorna, será que perdeu o interesse, ou ficou com raiva por não ser naquele momento?

4-Ele sumiu, e eu tambem?

-Eu nunca o procurei, todas as vezes ele que me ligava. Nunca liguei para ele, nem enviava um email nem nada.

Será que ele pensou que eu não tinha interesse, e desistiu?

Obrigada!!


1-Cara D. , vamos iniciar descrevendo, um pouco, esse conceito de “ser usado(a)”.

Tanto pelo olhar machista quanto feminista, essa expressão, está eivada de negatividade. Fato que acabou se refletindo no seu uso popularesco, onde é utilizada na intenção de exteriorizar sentimentos ruins.

No entanto, “fazer uso de” nada mais é do que “servi-se de”.  Aquele que é usado, nada mais é do que aquele que serve, que é útil, que satisfaz. Atitudes que em qualquer relacionamento, entre pessoas, exigem reciprocidade. Mesmo que a satisfação, a serventia tenha objetos, referenciais diferentes, elas estão presentes. Em síntese, popularmente falando, não existe o “ser usado”. Pois, ambos, se satisfazem em maior ou menor grau.

Partindo desse pressuposto, nem o homem, nem a mulher deveria se sentir ofendido com isso. Pois, ambos, “tiram proveito” da situação.

2-Se a mulher se oferece, melhor, ainda. No entanto, ela deve despertar interesse no homem para que ele compareça, ou seja, ele a rejeitará, caso não se sinta interessado.

3-Nenhuma das alternativas que você citou. Simplesmente, uma semana depois, é muito tempo para lembrar. Em síntese, quando quiser marcar algo, procure combinar para um ou dois dias depois para não correr o perigo de ser esquecida.

4-Simplesmente, apareceram outras que o ofereciam reciprocidade, e ele nem deve lembrar mais de você.

Bom fim de semana

Empresário, administrador, jurista e escritor. Adora filosofia, psicologia, história e musculação. Crê que o "caminho da vida" é a busca da evolução perpétua. Escreve e responde dúvidas sobre os mais variados assuntos.

7 comentários No Uma leitora – Muitas dúvidas

  • jaciara carreira

    Os sentimentos são tão simples nós (homens e mulheres) que complicamos tudo e pior quanto mais complicado mais gostamos.

  • Certo que não podemos controlar as ações e emoções da outra pessoa, mas podemos começar a controlar a nós mesmas, dessa forma deixamos de nos ferir e ferir ao próximo.
    Os homens fazem isso muito melhor que a gente e por isso sofrem muito menos. não é não?
    beijuss 😉

  • OLha gente, resolvi parar de querer ter o controle de tudo, saber de tudo no campo afetivo, agora eu deixo rolar e curto…
    Se estou certa ou errada, eu não sei… o tempo dirá.

    Beijokasss!

  • Na maioria dos casos essa válvula de controle funciona.
    Mas, não podemos esquecer, que muitas vezes pensamos que temos o controle e, por algum motivo, imprevisível, as coisas fogem do nosso controle.
    Sem contar nas vezes que temos ciência de não ter o controle, mas sabemos que, se lograrmos êxito com a ação, os ganhos serão enormes. Pensando nisso, agimos.

  • exatamente isso MR.P…
    Na minha opinião tudo o que não posso controlar não me faz bem.
    É como dirigir, se perdemos o freio, é tragédia na certa hehehehe
    beijuss da Sara 😉

  • O problema é a mulher saber o que, realmente, é capaz de controlar.

  • Parabéns pelo post Mr. P
    Por quê será que nós mulheres somos assim tão cheias de dúvidas?
    Primeiro usamos e depois nos questionamos se fizemos bem ou mal, não satisfeitas oferecemos amor para depois ficarmos pensando o que o outro vai achar dessa atitude, tomamos a iniciativa e depois nos arrependemos achando que ele deveria tomá-la e não nós pois assim ele provaria que nos quer, ama etc. E por último nos fazemos de dificil para ficarmos nos remoendo arrependidas hehehehe
    Feliz a mulher que age de acordo com o que é capaz de controlar, pois assim não terá do que se arrepender depois, não acha?
    beijuss da Sara 😉

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.